Santos 2 x 1 Avaí

Data: 02/09/2010, quinta-feira, 21h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 18ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 7.141 pagantes
Renda: R$ 171.835,00
Árbitro: Carlos Eugenio Simon (Fifa-RS)
Auxiliares: José Javel Silveira e Alexandre Kleiniche (ambos do RS).
Cartões amarelos: Neymar (S); Jéferson, Marcos e Emerson Nunes (A).
Gols: Neymar (01-1); Marcel (38-2) e Válber (42-2).

SANTOS
Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Alex Sandro; Arouca, Danilo e Marquinhos (Zezinho); Neymar, Zé Eduardo (Marcel) e Keirrison (Alan Patrick).
Técnico: Dorival Júnior

AVAÍ
Renan; Marcos (Emerson Nunes), Émerson, Rafael e Eltinho; Marcinho Guerreiro, Rudnei, Válber e Jéferson (Leandro Bonfim); Cristian (Laércio) e Vandinho.
Técnico: Antonio Lopes



Santos arma goleada, sofre pressão, mas vence 4ª seguida ao bater o Avaí

O Santos passou sufoco, mas venceu o Avaí na noite desta quinta-feira, na Vila Belmiro, por 2 a 1, atingindo a quarta vitória seguida no Campeonato Brasileiro. A equipe marcou o primeiro gol com Neymar, logo aos 50 segundos. Marcel ampliou a vantagem no segundo tempo, e Laércio descontou no fim do jogo.

Com o triunfo, o Santos reduz a vantagem do líder Fluminense. O alvinegro está com 30 pontos, na 3ª colocação, oito atrás do tricolor carioca. A equipe ainda tem uma partida a menos. Já o Avaí está na 10ª posição, com 23 pontos.

Na próxima rodada, a 19ª, última do primeiro turno, o Santos encara o Flamengo, domingo, às 16h, no Maracanã. Já o Avaí atua diante do Atlético-PR, na Ressacada, no mesmo dia e hora.

O jogo

O Santos iniciou a partida de maneira arrasadora. Logo aos 50 segundos, Danilo foi à linha de fundo pela direita, ergueu a bola na área, e a zaga do Avaí cortou. No entanto, a bola sobrou limpa para Neymar chutar forte na entrada da área, e marcar. A impressão era de goleada na Vila.

Porém, no restante da primeira etapa poucas oportunidades foram criadas. A melhor após o gol foi desperdiçada por Zé Eduardo. Mesmo com 3 atacantes, o alvinegro nada mais conseguiu fazer.

Keirrison sequer chutou ao gol, Zé Eduardo entrou duas vezes em impedimento em jogadas de contra-ataque, e Neymar foi caçado em campo. O duelo particular do camisa 11 era com o lateral-direito do Avaí, Marcos.

O jovem santista provocou ao tentar dribles ousados, e apanhou até o adversário receber o cartão amarelo. Pouco depois, ainda no primeiro tempo, aos 39 minutos, o treinador do time catarinense, Antonio Lopes, tirou Marcos de campo para a entrada de Emerson Nunes. Na volta do intervalo, Lopes fez nova modificação: Laércio entrou no lugar de Cristian.

No reinício de jogo, o Santos voltou a, timidamente, pressionar. No entanto, a melhor oportunidade da etapa foi do time visitante. Vandinho acertou a trave, aos 18 minutos, e preocupou os santistas.

Pressionados pelos torcedores, Marquinhos e Zé Eduardo foram substituídos por Zezinho e Marcel, respectivamente. Pouco antes, Dorival já havia colocado Alan Patrick em campo na vaga de Keirrison.

Mesmo com as alterações o Avaí seguiu levando perigo e chegou muito perto do empate, aos 32 minutos. Leandro Bonfim apareceu na frente de Rafael, tentou encobrir o goleiro, mas chutou para fora.

A torcida santista só pôde respirar aliviada, aos 38 minutos, quando Durval fez boa jogada pela esquerda, e tocou para Marcel marcar o segundo gol.

A tranquilidade foi interrompida pouco depois, já que aos 42 minutos, Válber, marcou o gol do Avaí. Final de jogo na Vila Belmiro: 2 a 1 para o Santos.