São Paulo 1 x 1 Santos

Data: 20/10/2004
Competição: Copa Sul-Americana – Oitavas de Final – Jogo de volta
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo, SP.
Público: 8.196 pagantes.
Renda: R$ 110.624,00.
Árbitro: Wágner Tardelli (BRA).
Cartões amarelos: Lugano, Grafite, Rodrigo (SP), Zé Elias, Luís Augusto, Domingos, Preto Casagrande, Marcinho (S).
Cartões vermelhos: Fabão (SP) e Ávalos (S).
Gols: Rodrigo (43-1) e Preto Casagrande (37-2).

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Fabão, Lugano, Rodrigo; Cicinho, Júnior (Souza), Alê, Renan, Danilo; Jean (Rondón) e Grafite.
Técnico: Emerson Leão.

SANTOS
Mauro; Leonardo, Ávalos, Domingos; Bóvio, Márcio, Fabinho (Preto Casagrande), Zé Elias (Paulo César), Luís Augusto; Marcinho e William (Deivid).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.



Peixe empata e está na próxima fase da Sul-Americana

O Santos Futebol empatou com o São Paulo, pelo placar de um a um, e passou para a próxima fase da Copa Nissan Sul-Americana. Com um gol de Preto Casagrande (foto) no final do segundo tempo, o Peixe garantiu a classificação para a fase internacional do torneio.

Agora, a equipe da Vila Belmiro irá enfrentar a Liga Deportiva Universitária, do Equador. A primeira partida das acontecerá fora de casa, no próximo dia três, em Quito.

A partida
O jogo começou com o time da casa pressionando muito, já que precisava reverter a situação – no primeiro confronto, jogando em casa, o Alvinegro venceu pelo placar de um a zero.

Muito bem armado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, o time da Vila Belmiro conseguiu segurar a força do ataque tricolor, que não dava sossego aos zagueiros santistas.

Apesar de pressionado, aos 11 minutos, o Peixe conseguiu chegar com perigo ao gol de Rogério Ceni. Após uma bela jogada do meio-campo Marcinho (foto),que cruzou a bola na área, William subiu e cabeceou, tirando tinta da trave adversária.

Em uma partida muito nervosa, os jogadores das duas equipes não aceitaram as provocações adversárias. Depois de uma entrada muito violenta de Fabão em Ávalos, os dois atletas criaram uma pequena confusão e foram expulsos.

Sem muitas emoções e com uma partida muito truncada, o Santos FC não conseguia furar o meio campo adversário, que também tinha dificuldade para criar jogadas perigosas.

Depois do intervalo, o técnico do Alvinegro decidiu voltar com uma alteração. No lugar de Fabinho entrou o volante Preto Casagrande. Apesar do reforço no meio-campo, o São Paulo abriu o placar aos quatro minutos.

Com a vantagem no placar, o time da casa começou a administrar o jogo, tentando poucas vezes aumentar o marcador, mesmo precisando do resultado para passar para a próxima fase.

Percebendo o momento favorável, Vanderlei Luxemburgo (foto) fez mais duas alterações. Em busca do empate, ele colocou Paulo César no lugar de Zé Elias. A outra modificação foi a saída de William para a entrada de Deivid.

Como o São Paulo não aproveitava as poucas jogadas que estava criando, o Santos FC partiu para o ataque e conseguiu empatar a partida. Aos 36 minutos, a equipe fez o gol da classificação.

Depois de uma bela jogada de Deivid (foto) pelo lado esquerdo, a bola foi cruzada no centro da área. Sem marcação alguma, Preto Casagrande pulou para cabecear e colocar a bola no fundo das redes.

A partir daí, a equipe da Capital tentou algumas subidas para o gol de Mauro, que conseguiu evitar que o time virasse o placar. Na soma dos resultados das duas partidas, o Alvinegro venceu pelo placar de dois a um.

No próximo domingo (24), as duas equipes se enfrentam novamente, só que dessa vez pelo Campeonato Brasileiro. Dependendo do placar das outras partidas, o time da Vila Belmiro pode voltar à primeira colocação do torneio.



Créditos:
Ficha técnica: Fernando Ribeiro