Santos 1 x 2 LDU

Data: 10/11/2004
Competição: Copa Sul-Americana – Quartas de Final – Jogo de volta
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Renda e público: N/D.
Árbitro: Carlos Torres (PAR).
Cartões amarelos: Márcio (S), Urrutia, Murillo (L).
Gols: Aguinaga (07-1); Elano (38-2) e Murillo (43-2).

SANTOS
Mauro; Leonardo, Ávalos, Domingos (Elano); Flávio, Márcio (Léo), Preto Casagrande, Ricardinho, Marcinho; Basílio e William (Deivid).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

LDU
Jacinto Espinoza; Reasco, Giovanny Espinoza, Espínola, Ambrosi; Obregón (Luis González), Urrutia, Luis Gómez, Aguinaga; Murillo (Jácome) e Salas (Escobar).
Técnico: Juan Carlos Oblitas.



Santos perde na Vila e está fora da Sul-Americana

O Santos agora pode dedicar todas suas forças ao Campeonato Brasileiro. O time alvinegro foi eliminado da Copa Sul-Americana, nesta quarta-feira à noite, ao perder por 2 a 1 para a LDU, do Equador, da Vila Belmiro.

A equipe equatoriana já havia vencido o jogo de ida, em Quito, por 3 a 2, e jogava apenas por um empate. Com a vitória desta quarta, além de eliminar o Santos da competição, a LDU também quebrou uma marca do time alvinegro.

Em suas partidas internacionais disputadas a partir de 2003, pela Copa Libertadores da América, o Santos não perdeu nenhuma vez jogando na Vila Belmiro. A própria LDU havia perdido para a equpe santista este ano, pela Libertadores, na Vila.

Foi também um triste retorno do Santos ao seu estádio. Punido no Campeonato Brasileiro, o time alvinegro não atuava em casa havia quase um mês. Neste período, jogou seis vezes, vencendo uma, empatando três e perdendo duas.

Nesta quinta, o Santos mais uma vez atuou com uma equipe reserva. Apenas Preto Casagrande e Ricardinho, que estão suspensos no Brasileiro, entraram em campo. No entanto, na etapa final, o técnico Wanderley Luxemburgo utilizou três titulares.

No entanto, mesmo levando um gol logo no início, de Aguinaga, o time brasileiro viveu melhor momento no jogo nos 45 minutos iniciais, quando pressionou e deu muito trabalho ao goleiro Jacinto Espinoza.

No segundo tempo, o Santos pouco fez. O time brasileiro só criou boas chances após os 30min e conseguiu o empate aos 38min, com Elano. Porém, aos 43min, Murillo marcou o segundo da LDU, garantindo a classificação de sua equipe.

Sem a possibilidade de conquistar a Sul-Americana, resta ao time da Vila o título brasileiro. Vice-líder faltando seis rodadas, o Santos volta a jogar no próximo domingo, contra o Goiás, em Presidente Prudente. Ricardinho e Preto Casagrande, suspensos, estão fora.

Na seqüência da Copa Sul-Americana, a LDU terá pela frente o Bolívar, da Bolívia.

O jogo

O time santista tentou partir para a pressão logo no início do jogo. Mas quem marcou foi a LDU. Aos 7min, houve um cruzamento para a área do Santos. A zaga da equipe brasileira marcou mal e Aguinaga, de cabeça e sem marcação, abriu o placar.

O empate santista quase saiu dois minutos depois. Em lançamento para o ataque, a zaga da LDU falhou. Basílio avançou livre e bateu. Jacinto Espinoza salvou. No rebote, William, tentou, mas a zaga cortou. Marcinho ainda arriscou na sobra. Espinoza salvou outra.

Pressionando bastante, o Santos teve nova oportunidade pouco depois dos 10min, mas parou novamente em Espinoza. William recebeu a bola na área, tirou um zagueiro da jogada e bateu. O goleiro da LDU, bem colocado, salvou com as pernas.

Com o Santos jogando no ataque e buscando o empate, a equipe equatoriana pouco saiu de seu campo de defesa. Tanto que só voltou a finalizar aos 30min. Murillo carregou a bola e bateu. O tiro, porém, saiu com pouca força e Mauro defendeu com tranqüilidade.

Apesar de continuar no ataque, o Santos só voltou a chegar aos 44min. E novamente com muito perigo. A bola foi cruzada para a área e Preto Casagrande, de primeira, bateu forte. A bola explodiu no travessão e saiu.

Precisando de, pelo menos, dois gols para levar a decisão para os pênaltis, o Santos voltou para o segundo tempo com três titulares. Elano, Léo e Deivid entraram nos lugares de Domingos, Márcio e William, respectivamente.

Com pouca movimentação e muito bem marcado, os donos da casa criaram muito menos no segundo tempo. A primeira boa chance santista aconteceu apenas aos 24min. Deivid recebeu na área, mas bateu para fora do gol. Aos 26min, Flávio tentou e Espinoza salvou.

Toda fechada, a LDU evitou um gol incrível aos 35min. O ataque santista tentou três vezes seguidas, mas a zaga equatoriana e o goleiro Espinoza conseguiram salvar, na seqüência, evitando o empate.

Se foi bem nas tentivas do Santos de dentro da área, o goleiro Espinoza falhou em chute de longa distância. Elano, em uma de suas poucas chegadas ao ataque, arriscou de muito longe. O goleiro da LDU pulou atrasado e não conseguiu evitar o gol, aos 38min.

Precisando de mais um gol para levar a decisão para os pênaltis, o Santos acabou surpreendido. Aos 44min, Murillo fez boa jogada pela esquerda e bateu cruzado. Mauro bobeou e não conseguiu fazer a defesa.



Créditos:
Ficha técnica: Fernando Ribeiro