Santos 4 x 1 Cruzeiro

Data: 25/09/2010, sábado, 18h30.
Competição: Campeonato Brasileiro – 25ª rodada
Local: Arena Barueri, em Barueri, SP.
Público: 9.542 pagantes
Renda: R$ 192.530,00
Árbitro: Péricles Pegado Cortez (Fifa-RJ)
Auxiliares: Ricardo de Almeida e Marco Aurélio Pessanha (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Roberto Brum e Zé Eduardo (S); Jonathan, Edcarlos, Fabinho, Montillo e Farías (C).
Cartão vermelho: Zé Eduardo (S).
Gols: Marcel (09-2), Edu Dracena (24-2), Thiago Ribeiro (35-2), Alex Sandro (43-2), e Neymar (46-2).

SANTOS
Rafael; Danilo, Edu Dracena, Durval e Léo (Zezinho); Roberto Brum, Arouca e Marquinhos (Adriano); Neymar, Zé Eduardo e Marcel (Alex Sandro).
Técnico: Marcelo Martelotte (interino)

CRUZEIRO
Fábio; Jonathan, Caçapa, Edcarlos e Diego Renan (Robert); Fabrício (Roger), Everton, Fabinho (Elicarlos) e Montillo; Ernesto Farías e Thiago Ribeiro.
Técnico: Cuca



Com show de Neymar, Santos goleia o Cruzeiro por 4 a 1 na Arena Barueri e ajuda Corinthians

Atacante voltou a apresentar um grande futebol e ajudou o Santos a quebrar a invencibilidade do Cruzeiro, que não perdia há nove rodadas

Com show de Neymar, o Santos venceu o Cruzeiro por 4 a 1, neste sábado, na Arena Barueri, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. O camisa 11 voltou apresentar um grande futebol, partiu para cima da marcação, driblou, voltou a dar chapéu nos adversários, deu assistências para o primeiro e o terceiro gol do Santos, além de fechar o placar, marcando um bonito gol.

A vitória ainda chamou a atenção pelo golaço marcado por Alex Sandro, que driblou dois marcadores, tabelou com Neymar e encobriu o goleiro Fábio. Além do golaço de Alex Sandro. Marcel, Edu Dracena e Neymar completaram o marcador. Já o Cruzeiro descontou com Thiago Ribeiro.

Com a vitória, a equipe santista continua com esperanças de conquistar o terceiro título na temporada – já venceu o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil – além de quebrar uma invencibilidade dos mineiros, que não perdiam há nove rodadas no Brasileiro. O Santos somou 38 pontos e subiu para a quinta colocação. Já o Cruzeiro perdeu a chance de se igualar ao Corinthians na liderança do Brasileiro e agora permanece na terceira colocação, com 45 pontos.

Após o duelo contra o Cruzeiro, o Santos enfrenta o Vasco, na próxima terça-feira, às 21h (de Brasília), no Estádio São Januário, no Rio de Janeiro, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Já o Cruzeiro joga em casa contra o Atlético-GO, às 19h30 (de Brasília), na Arena do Jacaré.

O jogo

O primeiro lance de perigo foi do Santos. Após cobrança de falta de Marquinhos, o zagueiro Edu Dracena tocou para a entrada da pequena área e o volante Fabinho, cortou para escanteio. Na sequência, o Cruzeiro respondeu no contra-ataque. Thiago Luis fez belo drible no zagueiro e finalizou, mas Rafael saiu bem para a defesa.

As duas equipes jogavam em velocidade e buscando o gol. Aos 21 minutos, Thiago Ribeiro recebeu do lado direito, invadiu a área e chutou sobre o travessão. Dois minutos depois, o Santos teve a melhor chance do primeiro tempo. Roberto Brum lançou Marcel que saiu na cara do goleiro Fábio, que salvou com os pés.

Com Marquinhos mais uma vez apagado em campo, a equipe santista tentava criar as jogadas com lançamentos de Brum. O volante lançou Zé Eduardo, que chutou fraco para boa defesa de Fábio. Já o Cruzeiro era mais perigoso nos contra-ataques. Thiago Ribeiro finaliza cruzado. A bola pega na trave, volta na cabeça do goleiro e sai em escanteio.

Aos 40 minutos, Roberto Brum dá outro lançamento para os atacantes. A bola chega a Neymar, que cruzou rasteiro para boa intervenção de Fábio. O Cruzeiro respondeu novamente. Montillo deu uma bela assistência para Thiago Ribeiro, que saiu na frente de Rafael, mas chutou para fora.

Na segunda etapa, a primeira oportunidade foi do Santos. Neymar fez belo drible no marcador e chutou por cima do gol. Aos oito minutos, Brum lançou Neymar novamente. O camisa 11 achou Zé Eduardo dentro da área, o atacante chutou rasteiro e no rebote do goleiro Fábio, Marcel abriu o marcador. Aos 15 minutos, o Santos quase ampliou o marcador. Zé Eduardo deixou Danilo na cara do gol. O lateral finalizou na saída de Fábio, mas Edcarlos tirou quando a bola estava entrando no gol.

Após o gol do Santos, o técnico Cuca fez duas substituições no Cruzeiro. Saíram os volantes Fabrício e Fabinho para as entradas de Roger e Eli Carlos. Já no Santos, Martelotte perdeu Zé Eduardo aos 18 minutos do segundo tempo. O atleta deu um tapa no rosto de Diego Renan, recebeu o segundo amarelo no jogo e foi expulso. Martellote estava pronto para colocar Alan Patrick na vaga do atacante, mas foi obrigado a mudar a substituição. O treinador colocou Alex Sandro na vaga de Marcel.

O Cruzeiro sentiu o gol sofrido e começou a fazer muitas faltas. Em uma delas, Marquinhos cruzou na área e o zagueiro Edu Dracena desviou de cabeça para marcar o segundo gol do Santos. Apesar da desvantagem no placar, o Cruzeiro não desistiu. Aos 35 minutos, Robert chutou forte e Rafael soltou a bola, no rebote Thiago Ribeiro finalizou para diminuir. Temendo sofrer o empate, Martelotte colocou o volante Adriano na vaga de Marquinhos

No entanto, Alex Sandro fez uma grande jogada e viu o goleiro adiantado. O lateral tocou por cima de Fábio para fazer um golaço. No finalzinho, Neymar passou no meio de dois marcadores, driblou Caçapa para dançar e chutou cruzado para vencer o goleiro Fábio e fechar o marcador.