Vasco 3 x 1 Santos

Data: 28/09/2010, terça-feira, 21h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 26ª rodada
Local: Estádio de São Januário, Rio de Janeiro, RJ.
Público: 2.819 pagantes
Renda: R$ 62.720,00
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Marrubson Melo Freitas (DF) e Guilherme Dias Camilo (MG)
Cartões amarelos: Rafael Coelho, Felipe Bastos, Jumar (V); Pará, Rafael, Arouca e Alex Sandro (S).
Cartões vermelhos: Jumar (V)
Gols: Fagner (30-1), Felipe (37-1), Danilo (10-2) e Eder Luis (50-2).

VASCO
Fernando Prass; Fagner, Titi, Cesinha e Max; Jumar, Felipe Bastos (Rômulo), Felipe (Alan) e Zé Roberto; Éder Luís e Rafael Coelho (Jonathan)
Técnico: PC Gusmão

SANTOS
Rafael; Danilo, Edu Dracena, Durval e Alex Sandro; Roberto Brum (Thiago Luis), Arouca e Marquinhos (Alan Patrick); Zezinho (Pará), Marcel e Neymar
Técnico: Marcelo Martelotte (interino)



Vasco vence o Santos e quebra jejum de vitórias em São Januário

Equipe carioca não vencia em seu estádio desde o dia 7 de agosto, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Eder Luís fez lindo gol fechando o placar, quando o time tinha um a menos

O Vasco venceu o Santos por 3 a 1, nesta terça-feira, em São Januário, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, e quebrou um jejum de vitórias em seu estadio, onde não vencia desde o dia 7 de agosto, quando bateu o Vitória por 1 a 0, pela 13ª rodada da competição.

Os jogadores do time carioca construíram o placar ainda no primeiro tempo, com gols de Fagner e Felipe. No finalzinho do jogo, Eder Luis fechou o placar em bela jogada individual e marcou um golaço. O lateral Danilo descontou para o Santos, que não conseguiu evitar a derrota.

O time da casa fez um grande primeiro tempo. Na segunda etapa, o Santos voltou melhor e deminuiu o marcador. Neymar teve duas boas oportunidades para empatar o jogo, mas errou na finalização. O camisa 11 ainda provocou a expulsão do volante Jumar, que fez marcação individual no atacante santista.

Com a vitória, o Vasco soma 33 pontos e sobe duas posições na tabela, chegando à 12ª colocação. Já o Santos permanece na sexta posição, com 38 pontos ganhos. Porém, os santistas podem cair na tabela, já que o Atlético-PR, que também soma 38 pontos, joga contra o Vitória, nesta quarta-feira, em Curitiba.

Após a vitória contra o Santos, o Vasco recebe o Goiás, no próximo sábado, às 21h (de Brasília), em São Januário. Já o Santos jogará um clássico contra o Palmeiras, no próximo sábado, às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro.

O jogo

Precisando do resultado, o Vasco foi para o ataque logo nos minutos iniciais, mas não conseguiu finalizar e cedeu o contra-ataque ao Santos, que conseguiu uma falta no lado esquerdo do ataque. Na cobrança, Marquinhos cobrou direto para o gol e Fernando Prass fez boa defesa.

Na sequência, o Santos teve outra boa oportunidade de gol. Após uma jogada individual de Arouca, o lateral-direito Danilo recebeu na direita e cruzou para Marcel na área. O atacante recebeu sozinho, mas falhou na tentativa de fazer um gol de bicicleta. Depois, as duas equipes valorizavam a posse de bola e optavam pela cautela no primeiro tempo.

No entanto, aos 30 minutos, o Vasco conseguiu abrir o marcador em uma jogada de velocidade. Fagner tabelou com Éder Luís, que driblou o marcador e devolveu para o lateral abrir o placar. Depois do primeiro gol, a equipe carioca optou por jogar nos contra-ataques.

Em um deles, o atacante Zé Roberto lançou Felipe, que dominou na entrada da área e tocou para Rafael Coelho. O atacante foi derrubado pelo goleiro Rafael e o árbitro marcou pênalti. Felipe cobrou e o goleiro defendeu, a bola ainda bateu na trave, mas no rebote, o meia chutou e marcou o segundo gol do Vasco.

No segundo tempo, o Santos voltou com uma alteração. Marcelo Martelotte, que havia dispensado as improvisações de Dorival Júnior, sacou Zezinho e colocou Pará. Desta forma, Danilo foi deslocado para o meio-campo e Pará assumiu a lateral-direita. A substituição deu resultado. Aos dez minutos, o zagueiro Tite tropeça na bola, Arouca se aproveita e toca para Danilo, que chutou no canto direito do goleiro para fazer o primeiro gol do Santos.

Após o gol dos santistas, o técnico Paulo César Gusmão mexeu na equipe. Entraram Rômulo, Alan e Jonathan nas vagas de Felipe Bastos, Felipe e Rafael Coelho, respectivamente. Aos 24 minutos, Neymar fez linda jogada pela esquerda e foi derrubado na entrada da área por Jumar, que recebeu o cartão amarelo. Na cobrança, Marquinhos chutou em cima da barreira.

No Santos, Martelotte fez a segunda substituição e colocou Alan Patrick na vaga de Marquinhos. Aos 31 minutos, Jumar derrubou Neymar novamente e foi expulso. Com um jogador a mais, o técnico santista colocou Thiago Luis na vaga de Roberto Brum. Aos 41 minutos, Neymar recebeu falta e pediu para cobrar.

Porém, o atacante bateu mal na bola e jogou por cima do gol. o Santos ainda pressionou no finalzinho, mas não conseguiu empatar. Se não bastasse, aos 50 minutos, o atacante Eder Luis arrancou do meio-campo, invadiu a área e fechou o marcador em 3 a 1.