Santos 1 x 0 Inter-RS

Data: 13/10/2010, quarta-feira, 22h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 13ª rodada (adiado)
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 10.036
Renda: R$ 243.930,00
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)
Auxiliares: Márcia Lopes Caetano (Fifa/RO) e Jossemmar José Diniz Moutinho (PE).
Cartão amarelo: Glaydson e Guiñazu (I).
Gol: Neymar (26-1).

SANTOS
Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo (Maranhão); Arouca, Roberto Brum, Danilo (Vinicius) e Alan Patrick (Alex Sandro); Zé Love e Neymar
Técnico: Marcelo Martelotte

INTERNACIONAL
Renan; Nei, Bolívar, Índio e Kleber; Glaydson, Guiñazu, Derley (Tinga) e Marquinhos (Guto); Edu e Ilan (Andrezinho)
Técnico: Celso Roth



Com gol de Neymar, Santos vence o Internacional e encosta nos líderes do Brasileirão

Santistas ultrapassam os gaúchos na classificação e assumem a quarta colocação na tabela, com 48 pontos ganhos.

O Santos venceu o Internacional por 1 a 0, nesta quarta-feira, na Vila Belmiro (jogo adiado da 13ª rodada, a pedido do clube gaúcho, que disputava a fase final da Copa Libertadores da América), passou o adversário na classificação, e encostou nos líderes do campeonato. O gol dos santistas foi marcado pelo atacante Neymar, que voltou a apresentar um grande futebol.

Com a vitória diante do Internacional, o Santos chega a 48 pontos, ultrapassa o adversário desta quarta na tabela, e sobe uma posição na classificação. Desta forma, o Inter fica com 47 pontos e desce para a quinta colocação.

Após o duelo contra o Internacional, o Santos jogará o clássico contra o São Paulo, no próximo domingo, às 18h30 (de Brasília), no Morumbi, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Já o Internacional enfrenta o Flamengo, no próximo sábado, às 18h30 (de Brasília), no Engenhão.

O jogo

O Santos começou o jogo pressionando o Internacional. Aos dois minutos de partida, o meia Alan Patrick driblou o defensor na entrada da área e chutou rasteiro para a defesa de Renan. Com cinco jogadores no meio-campo, o Inter jogava compactado. Desta forma, os santistas forçavam as jogadas pelas laterais para tentar criar as jogadas. Já o time de Celso Roth finalizou pela primeira vez ao gol de Rafael, aos 18 minutos, quando Edu chutou de fora da área, mas sem muito perigo para o goleiro.

O Santos tentava assustar em cobranças de faltas, sofridas principalmente por Zé Eduardo, mas a zaga do Inter levava a melhor nas bolas aéreas. No entanto, aos 26 minutos, Neymar se aproveitou da falha do lateral-esquerdo Kleber, que errou o passe na saída de bola e entregou para Danilo, que tabelou com Zé Eduardo. O atacante tocou para o camisa 11, que driblou o zagueiro Bolivar e chutou de perna esquerda para abrir o marcador.

Um minuto depois, Zé Eduardo driblou Bolívar e chutou rasteiro para boa defesa de Renan, que espalmou para escanteio. Após o gol, o Santos cresceu no jogo. Aos 33 minutos, Neymar disparou para a entrada da área e foi derrubado por Glaydson, que recebeu o cartão amarelo. Na cobrança. O camisa 11 chutou e a bola passou perto do gol de Renan.

Inspirado, Neymar se movimentou sem bola e recebeu um passe de Arouca. O camisa 11 saiu na cara de Renan, que cortou o cruzamento do atacante. No contra-ataque, o Inter assustou com o lateral-esquerdo kleber, que invadiu a área e chutou forte para boa defesa de Rafael. No segundo tempo, o técnico Celso Roth colocou Tinga na vaga de Derley, mas foi o Santos quem atacou primeiro.

Logo aos três minutos, Danilo chutou forte de fora da área para boa defesa de Renan. Porém, o Inter voltou melhor na segunda etapa e pressionava o Santos em busca do empate, principalmente nos cruzamentos na área, onde os zagueiros e o goleiro Rafael afastavam. Aos nove minutos, o Inter é obrigado a fazer a segunda alteração, já que Marquinhos deixou o campo lesionado para a entrada de Guto.

Em busca do empate, Celso Roth faz a última substituição e coloca Andrezinho no lugar de Ilan aos 20 minutos. No entanto, o Inter não conseguia criar uma chance clara de gol. Aos 25 minutos, o lateral-esquerdo Léo se choca dentro da área com Guto e sente uma contusão no pescoço. O jogador não conseguiu continuar no jogo e foi substituído por Maranhão.

A grande oportunidade do Internacional aconteceu aos 31 minutos, quando Andrezinho pegou o rebote dentro da área e chutou no ângulo para excelente defesa de Rafael. O Santos respondeu e quase ampliou o marcador em três contra-ataques. Aos 34 minutos, Neymar invadiu a área, driblou o zagueiro e chutou para boa defesa de Renan. Dois minutos depois, Neymar novamente entra na área e chuta cruzado para fora. Aos 38 minutos, Zé Eduardo perdeu um gol incrível. O atacante recebeu na cara do gol, mas errou o chute ao tentar encobrir o goleiro.

Aos 41 minutos, Martelotte recua o time e coloca o zagueiro Vinicius Simon na vaga de Danilo. No último minuto, o Inter teve uma falta cobrada por Andrezinho na entrada da área, mas não conseguiu concretizar em gol e o jogo terminou com a vitória santista por 1 a 0.