Vídeos: (1) Melhores momentos e (2) Convite à partida da Santos TV

Santos 2 x 0 Oeste

Data: 30/01/2010, sábado
Competição: Campeonato Paulista
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Árbitro: Vinicius Furlan
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse e Maurício Machado Ferronato
Cartões amarelos: Adriano, André Luís, Paulo Miranda (O), Léo, Neymar, Bruno Rodrigo (S)
Cartões vermelhos: Rivaldo (O)
Gol: André (06-2) e Neymar (47-2).

SANTOS
Felipe; Pará, Bruno Rodrigo, Durval e Léo; Rodrigo Mancha, Wesley (Madson, Marquinhos (Arouca) e Paulo Henrique; Neymar e André (Zé Eduardo)
Técnico: Dorival Júnior

OESTE
Neneca; Paulo Miranda, Rogério e Adriano; André Luís (Mazinho), Dionísio, Kléber, Alexandre Afonso, Rivaldo e Fernandinho; Ricardinho (Rafael) e Ricardo Bueno (Guto)
Técnico: Paulo Comelli



Neymar brilha, Santos bate Oeste e dorme líder com ajuda de Robinho

Robinho nem sequer foi apresentado, mas já voltou a participar ativamente da vida do Santos. Pouco depois de desembarcar no Brasil, o atacante participou da preleção do duelo que teve sua equipe como vencedora. Com mais uma grande atuação do jovem Neymar, o Santos venceu o Oeste por 2 a 0, na Vila Belmiro, e assumiu a liderança provisória do Campeonato Paulista.

Com o resultado, o Santos foi a 10 pontos e se tornou líder isolado. Mas pode perder o posto no domingo já que Ituano, Palmeiras e Corinthians somam oito pontos e podem ir a 11. A favor do Santos, acontece o clássico paulistano no domingo.

Agora, o time soma três vitórias sobre Rio Branco (4 x 0), Grêmio Barueri (5 x 0) e Oeste, um empate diante da Ponte Preta (1 x 1) e tem ainda uma derrota para o Mogi Mirim (2×1).

Já o Oeste manteve uma campanha pífia asumindo a lanterna do torneio com apenas dois pontos. O time de Itápolis tem ainda a defesa mais vazada com 12 gols sofridos, ao lado de Barueri e Rio Claro. A equipe segue sem vencer, já que perdeu para o Bragantino (4 x 0) e Corinthians (2 x 1), e empatou com Monte Azul e Santo André (2 x 2).

Apesar do jogo, as atenções no Santos estão voltadas para Robinho, que será apresentado na segunda-feira, às 10h, na Vila Belmiro. Antes da partida havia a especulação que ele assistiria ao jogo no estádio, mas o departamento de marketing não aprovou sua presença para não ‘estragar’ a festa preparada para o ídolo.

O Santos começou bem no jogo e de cara teve boas oportunidades para abrir o placar. Logo com um minuto, o time teve duas chances, a principal delas com Neymar, que chutou para fora.

Aos 8 minutos, ele fez boa jogada, mas Marquinhos falhou. O time da Vila seguia com maior volume de jogo, principalmente com as jogadas criadas pelo jovem atacante, e o gol parecia questão de tempo, mas não foi tão fácil. A equipe também esbarrava na defesa do Oeste que se fechava bem e evitava as jogadas perigosas do Santos.

Aos 32min, o Santos acertou a trave com André. Apesar de melhor na partida, perdia muitos gols. No final do primeiro tempo, o técnico Dorival Júnior reclamou com o árbitro que havia um revezamento para fazer faltas em Neymar.

Logo aos 6 minutos do segundo tempo, o time praiano conseguiu abrir o placar. Após boa troca de passes, Neymar tocou para Marquinhos, que deu o passe para André só ter o trabalho de balançar as redes.

Com o placar favorável, o técnico Dorival Júnior promoveu a estreia de Arouca para dar mais segurança ao time. Mas a partida ficou tumultuada. Paulo Miranda reclamou de um tapa dado por Neymar. Na confusão, o jovem levou o cartão amarelo, mas deu o troco ao gingar na frente dos adversários, o que fez a torcida gritar ‘olé’.

O jogo começou a ficar perigoso para o Santos. Mas nos minutos finais, a equipe partiu para cima, perdendo inúmeras chances reais. Aos 47 minutos, Neymar recebeu e Madson, que havia entrado há pouco, invadiu a área e tocou no canto para completar a vitória.