Santos 3 x 1 América-SP

Data: 10/03/1994, quinta-feira, 15h30.
Competição: Campeonato Paulista – 1º turno – 13ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 3.385 pagantes
Renda: CR$ 5.342.500,00
Árbitro: Marcos Spironelli
Cartão vermelho: Pestana (A)
Gols: Macedo (13-1), Ranielli (27-1), Macedo (07-2) e Coutinho (28-2).

SANTOS
Edinho; Índio, Maurício Copertino, Cerezo e Luciano (Sérgio Santos); Dinho, Gallo, Carlinhos e Ranielli (Zé Renato); Macedo e Guga.
Técnico: Serginho Chulapa

AMÉRICA-SP
Neneca; Edivan, Renato Carioca, Davi e Negão; Serginho, Juninho (Roberto Alves), Edson, Pestana, Cléber e Cosme (Coutinho).
Técnico: João Carlos

Obs.: Ao final do primeiro tempo os dois técnicos, Serginho Chulapa e João Carlos, discutiram e foram expulsos.



Santos ganha e treinadores são expulsos

O Santos venceu, ontem à tarde na Vila Belmiro, o América por 3 a 1, na segunda partida sob o comando de Serginho. O técnico escalou o meia Ranielli com a função de não deixar Guga isolado.

O time começou a espantar o azar com um gol aos 13min do 1º tempo. Ranielli cruzou e Macedo cabeceou no canto esquerdo de Neneca. Aos 27min, Ranielli marcou, de falta, o segundo gol.

Após discussão no final do primeiro tempo, os dois técnicos foram expulsos. Aos 7min do 2º tempo, de meia bicicleta, Macedo marcou o último gol do Santos. Aos 38min, Coutinho descontou.



Serginho quer Santos no ataque hoje na Vila

O Santos, que enfrenta hoje o América na Vila Belmiro, será um time ofensivo e briguento. A promessa é do novo técnico, Serginho Chulapa, efetivado na última segunda-feira, após a saída de Pepe. “Quero um time sem medo, confiante no seu potencial e brigador. No minha equipe, jogador não fica parado”, disse Serginho.

O esquema tático do Santos sob seu comando foi definido em uma frase curta. “Atacar sempre”, disse. O ex-centroavante acredita que os bons resultados vão surgir quando os jogadores se conscientizarem do seu potencial. “O time é bom. Eu disse a eles que ficar na penúltima colocação do campeonato é humilhante”.

Entre os jogadores, as palavras de Serginho parecem ter surtido efeito. “O América vai enfrentar um time mordido, decidido a reverter essa maré de azar”, disse o volante Cerezo.

O presidente Miguel Kodja Neto declarou que nos próximos dias devem surgir novidades quanto a contratações. “Sabemos das carências do time. O que não podemos, em virtude da nossa situação financeira, é arrumar a casa do dia para a noite”, declarou.

Já o América vai usar a marcação individual para tentar se aproveitar da crise do adversário. O técnico João Carlos diz que os principais jogadores santistas, como os atacantes Macedo e Guga, vão sofrer marcação individual.

O objetivo do time de Rio Preto é impedir que o Santos marque um gol logo nos primeiros minutos da partida, evitando a revolta de sua torcida. “Se segurarmos o adversário no começo, surgirão vaias e os atletas do Santos vão sentir a forte pressão.”

O treinador do América diz que, apesar da fraca campanha, o Santos tem o mesmo nível de times de São Paulo, Corinthians e Palmeiras. “Eles estão atravessando uma má fase técnica, mas é passageira.” Seguindo este raciocínio, João Carlos diz que um empate é um grande resultado.

Torcidas organizadas protestam contra time

As principais torcidas uniformizadas do Santos prometem novos protestos hoje na Vila Belmiro. Todas as faixas de identificação das diversas facções serão colocadas de cabeça para baixo. “É um protesto contra o time e diretoria”, disse Oswaldo Laranjeira Rodrigues, 24, secretário da Torcida Jovem.

Sobre a efetivação de Serginho no comando técnico da equipe, os dirigentes de torcidas aprovaram a medida. “O Serginho é uma pessoa muito querida”, afirmou Rodrigues. “Daremos total apoio ao Serginho. Com ele, os jogadores folgados terão que correr”, disse o presidente da Sangue Jovem, Ricardo Przygoda, 21.

Para o representante da Torcida Jovem no Conselho Deliberativo do Santos, Almir de Almeida, 33, o protesto dos torcedores é errado. Ele está propondo uma trégua de seis meses, para que o time possa ter tranquilidade para trabalhar.


Créditos: Vídeo da ASSOPHIS, postado por Wesley Miranda.