Vídeos: (1) Gols e (2) Reportagem do Globo Esporte.

Santos 9 x 1 Ituano

Data: 21/03/2010, domingo, 19h30.
Competição: Campeonato Paulista – 1ª fase – 15ª rodada
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo, SP.
Árbitro: Robério Pereira Pires
Auxiliares: Alex Alexandrino e Caio Mesquita de Almeida
Cartões amarelos: Carlos Eduardo e Marcel (I); Paulo Henrique Ganso e Wesley (S).
Cartões vermelhos: Carlos Eduardo, Saulo e Luiz Eduardo (I); Wesley (S)
Gols: João Leonardo (01-1), André (14-1), Ganso (28-1), André (39-1) e Madson (46-1); Madson (08-2), Maikon Leite (16-2), Ganso (27-2), Zé Eduardo (40-2) e André (46-2).

SANTOS
Felipe; Wesley, Edu Dracena (Roberto Brum), Durval e Pará (Zé Eduardo); Rodrigo Mancha, Arouca (Maikon Leite), Marquinhos e Paulo Henrique Ganso; Madson e André
Técnico: Dorival Júnior

ITUANO
Saulo; Roque Júnior (Anderson Sales), Rodrigão e João Leonardo; Rissult, Luiz Eduardo, Sandro Juninho Paulista e Carlos Eduardo; Marcel (Jean) e Welton (Lincoln)
Técnico: Mazola Júnior



Sem Robinho e Neymar, Santos massacra o Ituano, faz 9 a 1 e volta à ponta

Pela primeira vez na temporada, o Santos entrou em campo sem Neymar ou Robinho. E a equipe da Vila Belmiro não sentiu a ausência de seus dois principais astros. Com outro show de Paulo Henrique, André e Madson, massacrou o Ituano por 9 a 1, no estádio do Pacaembu, e reassumiu a liderança do Campeonato Paulista.

A quatro rodadas do encerramento, o elenco santista contabiliza 35 pontos, dois à frente do vice-líder Santo André, que havia assumido a ponta provisória, após a vitória sobre o Bragantino, no sábado, e dez a mais que a quinta colocada Portuguesa. Ou seja, somente uma catástrofe não coloca a equipe de Dorival Junior na semifinal.

O resultado é expressivo. Foi o placar mais elástico da competição estadual. Até então, as maiores goleadas santistas haviam sido diante do Grêmio Prudente (5 a 0) e do Bragantino (6 a 3). Na temporada santista, só não superou a vitória sobre o Naviraiense (10 a 0). “Isso [goleada] mostra que o nosso time é ofensivo. Vamos buscar esse tipo de vitória sempre que for possível”, destacou o atacante André, autor de três gols.

Para o duelo deste domingo, não tinha em campo dois de seus principais jogadores. Robinho, contundido, e Neymar, suspenso e que participou de um amistoso com a equipe “B” nos Estados Unidos, no sábado. A expectativa era saber como a equipe se comportaria. O Ituano até tentou mostrar que a partida não seria tão fácil.

Na primeira jogada da partida, João Leonardo aproveitou cobrança de falta, recebeu dentro da área e bateu cruzado. 1 a 0. Mas o Santos não se abalou e comprovou sua excelente fase. Não deu espaços para o time dos pentacampeões mundiais Roque Junior e Juninho Paulista e começou a criar muitas oportunidades.

O goleiro Saulo ainda se virou para evitar os gols do time da Vila Belmiro e fez algumas boas defesas no primeiro tempo. No entanto, não conseguiu suportar a pressão dos rivais. Aos 14min, André, de cabeça, deixou tudo igual. O Ituano tentava parar o rápido ataque santista na base da falta. Numa delas, aos 27min, Carlos Eduardo foi expulso.

Na cobrança de falta, Paulo Henrique subiu mais alto que a defesa adversária e virou o marcador. Com um a mais em campo, o Santos começou a dar show. Aos 39min, André foi lançado e teve tranquilidade para ampliar o marcador. Nos acréscimos, Madson driblou dois defensores e tocou com categoria. 4 a 1.

“Espero que nossa equipe continue pressionando e buscando mais gols. Estamos bem em campo”, disse Paulo Henrique Ganso. E foi justamente o que aconteceu. Logo aos 8min, Madson cobrou falta, mas a bola bateu na barreira. No rebote, o próprio camisa 11 bate forte e faz o quinto. O sexto não demorou a sair. Aos 16min, Maikon Leite fez o sexto. Aos 28min, o meia Paulo Henrique marcou o sétimo.

Nos minutos finais, aos 40min, Zé Eduardo contou com um “frango” de Saulo para marcar o oitavo –logo depois, Luiz Eduardo ainda foi expulso. Aos 45min, Saulo cometeu pênalti e também recebeu o cartão vermelho. André cobrou e selou a goleada santista. 9 a 1 –Wesley, do Santos, também foi expulso.

O time da Vila Belmiro volta a jogar pelo Campeonato Paulista na próxima quinta-feira, diante do Botafogo, que ainda sonha com a vaga às semifinais, em Ribeirão Preto. Um dia antes, o Ituano recebe o São Caetano, em Itu.