Santos 2 x 0 Grêmio

Data: 14/09/2002
Competição: Campeonato Brasileiro – 1ª fase – 10ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 6.212
Renda: R$ 58.025,00
Árbitro: Giuliano Bozzano (SC)
Cartões Amarelos: Lauro, Tinga, Anderson Polga, Anderson Lima e Pedrinho (G); Preto, Júlio Sérgio, Léo e Elano (S).
Gols: Alberto (33-1) e Léo (43-2).

SANTOS
Júlio Sérgio; Maurinho, Preto, Alex e Leo; Paulo Almeida, Renato, Elano (Douglas) e Diego (Alexandre); Robinho (Adiel) e Alberto.
Técnico: Emerson Leão

GRÊMIO
Danrlei; Pedrinho, Polga e Roger; Anderon Lima, Emerson (Guilherme), Lauro (Gavião), Tinga e Gilberto; Adriano Chuva e Rodrigo Mendes (Gilberto).
Técnico: Tite



Santos bate Grêmio na Vila Belmiro e entra na zona de classificação

O Santos derrotou o Grêmio, por 2 a 0, neste sábado, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro. O time paulista soma 17 pontos na competição e entrou para na zona de classificação, ficando na quarta colocação na tabela.

A forte chuva que caiu em Santos deixou o gramado muito pesado, prejudicando a criação das jogadas dos dois times.

Com uma defesa muito forte, o Grêmio não permitia que os principais jogadores do Santos, como Diego, criasse as jogadas, e foi acumulando faltas.

O Grêmio tentou chegar ao gol do Santos abusando dos chutes de fora da área. Aos 19 minutos, Émerson chutou de primeira, mas a bola saiu à esquerda do gol do Santos. Aos 31 minutos, foi a vez de Rodrigo Fabri chutar e exigir boa defesa do goleiro Júlio Sérgio.

Numa das poucas jogadas que deram certo, Alberto fez uma bela tabela com Robinho, driblou dois jogadores e chutou em diagonal, abrindo o placar, aos 33 minutos.

Na segunda etapa, Robinho continuou levando perigo à defesa do Santos. Logo aos quatro minutos, Marinho cruzou pela lateral direita, mas Elano, sozinho dentro da área, errou a cabeçada.

Para tentar empatar a partida, o técnico Tite deixou o Grêmio mais ofensivo, promovendo as entradas de Guilherme e Rodrigo Mendes. Por outro lado, Leão colocou Adiel no lugar de Robinho para melhorar a marcação.

As alterações do Grêmio surtiram efeito. A equipe do Sul chegou mais vezes ao gol do Santos e levou perigo em duas cobranças de falta de Rodrigo Fabri.

O técnico Leão preferiu colocar Alexandre no lugar de Diego para mehorar a defesa e, com isso, segurar a vitória. Mas quando todos esperavam um sufoco por parte do Grêmio, Léo recebeu sozinho dentro da área e tocou na saída de Danrlei para garantir a vitória.

Fontes:
– Jornal Folha de SP – http://acervo.folha.com.br/fsp/2002/10/16/20//5421606
– Revista Lance.