Santos 1 x 1 Palmeiras

Data: 29/09/2002
Competição: Campeonato Brasileiro – 1ª fase – 14ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 19.449
Renda: R$ 180.050,00
Árbitro: Anselmo da Costa (SP)
Cartões amarelos: Preto e Júlio Sérgio (S); Flávio, Arce e Zinho (P).
Cartões vermelhos: Alexandre e Leonardo (P); Preto (S).
Gols: Robinho (21-1) e Arce (42-2).

SANTOS
Júlio Sérgio; Maurinho, Preto, Alex e Léo; Paulo Almeida, Renato, Elano (Robert) e Wellington (Alexandre); Robinho e Alberto.
Técnico: Emerson Leão

PALMEIRAS
Marcos; Alexandre, César e Leonardo; Arce, Flávio, Paulo Assunção (Lopes), Zinho e Leonardo Moura; Dodô (Pedrinho)(Thiago Matias) e Muñoz.
Técnico: Levir Culpi



Palmeiras e Santos empatam na Vila Belmiro

Em um jogo tumultuado, o clássico paulista entre Palmeiras e Santos terminou empatado em 1 a 1, hoje à tarde, na Vila Belmiro, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O gol do Santos foi marcado por Robinho, aos 21min, do primeiro tempo. O Palmeiras só chegou ao empate graças à uma falta bem cobrada de Arce, aos 42min, do segundo tempo.

A partida foi marcada por um gol de Zinho não validado, aos 24min do primeiro tempo. Em uma cobrança de falta do meia, a bola bateu no travessão e, na descida, passou pela linha do gol. Foi o início das reclamações dos jogadores do Palmeiras, que pediram gol.

Jogadores e on técnico Levir Culpi foram para os vestiários reclamando com o juíz. Na volta para a segunda etapa, Zinho continuou falando com o árbitro Anselmo da Costa (SP) e recebeu cartão amarelo. Na seqüência, Alexandre foi tirar satisfações e foi expulso.

Aproveitando o nervosismo do Palmeiras, o Santos criou várias jogadas de gols, mas pecou nas finalizações.

Aos 12min, o técnico Levir Culpi promoveu as entradas de Lopes e Pedrinho, nos lugares de Dodô e Paulo Assunção, respectivamente. A equipe palmeirense pressionou o Santos buscando o gol de empate. No lance mais perigoso, Leonardo Moura chutou forte de fora da área e a bola bateu no travessão.

O Santos abusou das jogadas de contra-ataque, mas cansou de perder gols no segundo tempo. Robinho teve pelo menos umas três oportunidades e, quando não chutava para fora, Marcos fazia ótimas defesas. O goleiro palmeirense foi o grande destaque da equipe no segundo tempo.

De tanto pressionar, o Palmeiras chegou ao empate em um bela cobrança de falta de Arce. O lateral cobrou com perfeição no ângulo direito do goleiro Júlio Sérgio e definiu o placar da partida.

Com o empate, o Santos chegou aos 23 pontos na tabela e entrou para a zona de classificação. Já o Palmeiras, soma 11 pontos e continua na última colocação do campeonato. Para piorar a situação da equipe de Levir Culpi, as equipes de Goiás e Paysandu que também estão nas últimas colocações venceram seus jogos.

Fontes: Jornal Folha de São Paulo e Revista Lance.