Santos 2 x 1 Fluminense

Data: 24/08/2011, quarta-feira, 20h30.
Competição: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio da Vila Belmiro, Santos, SP.
Público: 6.855
Renda: R$ 156.470,00
Árbitro: Paulo Henrique Godoy Bezerra (SC)
Auxiliares: Roberto Braatz (PR) e Carlos Berkenbrock (SC).
Cartões amarelos: Arouca, Danilo, Elano e Ganso (S); Marquinho, Digão, Edinho (F).
Gols: Borges (13-1), Rafael Moura (38-1) e Borges (42-1).

SANTOS
Rafael; Danilo, Durval, Edu Dracena e Léo; Arouca, Henrique, Elano (Adriano) e Paulo Henrique Ganso (Bruno Aguiar); Neymar e Borges (Alan Kardec).
Técnico: Muricy Ramalho.

FLUMINENSE
Diego Cavalieri; Mariano, Gum, Digão e Carlinhos; Edinho, Valencia (Diogo), Marquinho (Souza) e Lanzini; Fred (Rafael Sóbis) e Rafael Moura.
Técnico: Abel Braga



Borges “presenteia” papai Neymar, e Santos vence o Fluminense

Atacante marcou dois gols para alegria de Neymar, que comemorou o nascimento de seu filho, na Vila

Além de garantir a vitória do Santos diante do Fluminense por 2 a 1 nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, em jogo remarcado da oitava rodada do Campeonato Brasileiro, os dois gols do atacante Borges “presentearam” o companheiro de ataque Neymar, que comemorou o nascimento de seu primeiro filho, Davi Lucca.

Com dois gols marcados, Borges disparou na liderança da artilharia do Campeonato Brasileiro, com 12 gols marcados. O atacante foi substituído por Alan Kardec aos 32 minutos da segunda etapa.

O papai Neymar não marcou nenhum gol para homenagear o filho Davi Lucca, que nasceu na manhã desta quarta-feira no hospital São Luiz, em São Paulo. No entanto, o atacante foi aplaudido no segundo tempo, quando aplicou dois chapéus em Lanzini no mesmo lance.

O jogo

A partida começou bastante equilibrada na Vila Belmiro. No entanto, embora o Fluminense tenha ameaçado os santistas em uma cobrança de falta de Fred, que obrigou Rafael a fazer uma boa defesa, o Santos abriu o marcador aos 13 minutos. Elano cobrou falta da direita e Borges desviou de cabeça para fazer seu 11º gol no Campeonato Brasileiro.

Apesar de sofrer o gol, o Fluminense não conseguia criar as jogadas para os atacantes Fred e Rafael Moura, e parava na marcação do Santos. Desta forma, os cariocas voltaram a causar perigo ao goleiro Rafael apenas aos 28 minutos. Fred cobrou falta novamente, mas a bola passou por cima da trave.

Sem muita criatividade, os cariocas continuavam apostando nas bolas paradas. Aos 38 minutos, Marquinho cobrou falta da direita na cabeça de Rafael Moura, que desviou para empatar o jogo.

Porém, o Fluminense não teve tempo para comemorar. Aos 41 minutos, Arouca tocou para Borges, que dominou a bola dentro da área e finalizou na saída de Diego Cavalieri para fazer seu segundo gol na partida e o 12º no campeonato.

Antes de terminar a primeira etapa, Arouca tabelou com Neymar, dribla o zagueiro Digão e chutou da entrada da pequena para grande defesa de Diego Cavalieri.

Apesar não balançar as redes, Neymar aplicou dois chapéus no atacante Lanzini no mesmo lance, e levantou a torcida na Vila Belmiro no inicio da segunda etapa. Aos 11 minutos, Mariano fez boa jogada em velocidade da direita e cruzou rasteiro para Carlinhos, que finalizou na pequena área, mas Danilo salvou o time afastando para escanteio.

A partir dos 20 minutos, o Fluminense iniciou uma pressão em busca do gol de empate. Diogo chutou rasteiro de fora da área. Dois minutos depois, Rafael Sobis dribla o marcador dentro da área e chuta cruzado para boa defesa de Rafael, que espalma novamente para escanteio. Na sequência, Lanzini cruzou na área e Gum desviou de cabeça, a bola passou perto da trave. No contra-ataque, Ganso ganhou na velocidade de Mariano, invadiu a área e chutou cruzado para fora do gol.

O Fluminense não conseguiu reagir no final da partida, e o Santos garantiu a segunda vitória consecutiva na competição, já que venceu o Bahia pelo mesmo placar no último final de semana.