Vídeos: (1) Melhores momentos e (2) Reportagem Globo Esporte.

Santos 3 x 1 Corinthians

Data: 02/11/2003, domingo, 16h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 40ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 19.881 pagantes
Renda: R$ 267.285,00
Árbitro: Paulo César de Oliveira (SP).
Auxiliares: Everson Luis Luquesi Soares (SP) e Emerson Augusto de Carvalho (SP).
Cartões amarelos: Reginaldo Araújo, Léo e Diego (S); Coelho e Fabinho (C).
Gols: Fabinho (30-1) e Robinho (40-1); Pereira (15-2) e Fabiano (27-2).

SANTOS
Fábio Costa; Neném (Reginaldo Araújo), Alex, Pereira e Léo; Paulo Almeida (Daniel), Renato, Elano e Diego; Robinho e Fabiano (William).
Técnico: Emerson Leão

CORINTHIANS
Doni; Coelho, Betão, Marcus Vinícius e Vinícius; Fabinho, Fabrício (André Luiz), Rogério e Robert (Renato); Gil e Wilson (Abuda).
Técnico: Juninho.



Envolvente, Santos vence o Corinthians por 3 a 1, de virada

O Santos não tomou conhecimento do Corinthians na tarde deste domingo e venceu o rival na Vila Belmiro por 3 a 1, de virada. A vitória manteve o tabu dos santistas, que não perdem para o Corinthians há quase dois anos. O Santos foi para 76 pontos e o Corinthians ficou com 52.

A primeira etapa foi equilibrada, hora com o Santos no domínio, hora com o Corinthians. Por jogar em casa e motivado por ainda ter chances de lutar pelo bicampeonato, o Santos começou a partida dando a impressão de que construiria um placar elástico ainda no primeiro tempo.

A equipe, porém, encontrava muita dificuldade em furar a forte retranca corintiana. Após a pressão inicial, que durou exatos dezenove minutos, o Santos parou de jogar. Errando muitos passes e dando espaço para o adversário, o Santos permitiu que o Corinthians crescesse na partida.

Depois de uma série de lambanças da defesa santista, Fabrício acertou um belo chute e fez um golaço, aos 30min. O gol acordou os santistas, que chegaram ao empate dez minutos depois, com um golaço de Robinho.

Diferentemente do primeiro tempo, o Santos dominou amplamente o segundo tempo. O time voltou para a etapa final disposto a conseguir os três pontos. Envolvendo o adversário com bom toque de bola, os santistas viraram o jogo, com gol de cabeça do zagueiro Pereira, que aproveitou cobrança de escanteio da direita, e chegou ao terceiro aos 26min, com Fabiano, de cabeça.

As duas equipes voltam a campo na próxima quarta-feira. O Santos enfrenta o Vitória na Vila Belmiro. Diego levou o terceiro cartão amarelo e desfalca o time. Já o Corinthians joga contra o Coritiba, no Paraná.

O jogo

Logo aos 2min, Fabiano aproveitou cobrança de escanteio da direita e cabeceou próximo ao travessão, assustando a torcida corintiana.

Quatro minutos depois, Diego cobrou falta fechada da esquerda e Doni saiu do gol para, de soco, afastar a bola para longe da grande área.

O Corinthians só chegou com perigo aos 11min. Aproveitando falha de Paulo Almeida, Gil ficou com a bola na esquerda e, da entrada da área, chutou cruzado. A bola saiu fraca, mas passou próxima à trave esquerda de Fábio Costa.

Aos 19min, Fabinho arriscou de fora da área e Fábio Costa espalmou. Os corintianos ficaram com o rebote e depois de de diversas tentativas, Gil dominou a bola na esquerda, dentro da área, fez o giro e chutou forte. A bola passou à direita do gol santista.

Mais Corinthians aos 23min. Gil cruzou da esquerda, Wilson se antecipou à defesa santista e colocou o pé no meio do caminho. Fábio Costa, no reflexo, fez a defesa.

O Santos não jogava bem, mas conseguiu uma boa oportunidade aos 25min. Após cobrança de falta em dois lances, Alex arriscou de fora da área, mas a bola passou à direita de Doni, sem perigo para o goleiro corintiano.

O gol corintiano saiu aos 30min. Depois de aproveitar rebote de Fábio Costa, Fabrício arriscou de fora da área e acertou o ângulo esquerdo do goleiro santista: 1 a 0.

Com o gol do rival, o Santos ganhou novo ânimo e acordou na partida. Aos 38min, Elano arriscou da intermediária e a bola passou à esquerda de Doni, próxima à trave do gol corintiano.

Aos 40min – Diego fez boa jogada pela direita, abriu para Robinho que, da entrada da área, chutou rasteiro no canto direito. Doni se esticou e mandou a bola para escanteio, evitando o gol de empate. Mas, na cobrança de escanteio, Robinho ficou com a bola na entrada da área, pela esquerda, e fez um golaço. Ele dominou e chutou colocado, no canto oposto de Doni, sem chances para o goleiro corintiano: 1 a 1.

O Santos ainda quase virou a partida antes do intervalo. Aos 44min, Neném cobrou falta com violência pela direita e Doni fez boa defesa.

A etapa final começou como a primeira, com o Santos no ataque. Aos 8min, Alex cobrou falta da intermediária com muita força, Doni espalmou e, no rebote, Robinho, sozinho na pequena área pela esquerda, desperdiçou chance de colocar o Santos na frente ao chutar em cima do goleiro corintiano. O lance já estava paralisado pela arbitragem, que marcava impedimento.

Aos 14min, Fabiano desperdiçou grande oportunidade de fazer o segundo do Santos. Após receber passe de Robinho e ficar de frente para Doni, o atacante improvisado chutou em cima do goleiro corintiano, que saiu do gol para fechar o ângulo do santista. No rebote, a zaga mandou a bola para escanteio.

Após a cobrança da direita, o zagueiro Pereira subiu mais do que a defesa do Corinthians e cabeceou no canto direito de Doni para virar a partida para os donos da casa: 2 a 1.

Mesmo com o gol, o Santos continuou a madar na partida. Aos 17min, Diego chutou de fora da área e Doni caiu para fazer nova defesa. Dois minutos depois, numa das poucas descidas do Corinthians, a equipe teve grande oportunidade para empatar em cobrança de falta de Coelho pela esquerda, que Fábio Costa defendeu.

Aos 24min, Neném em cobrança de falta da direita, levantou para a grande área e Robinho, sem marcação, cabeceou com perigo contra a meta corintiana. A bola passou próxima ao travessão.

Estava fácil. Superior em campo, o Santos chegou ao terceiro gol aos 26min. Depois de Elano acertar o travessão em um belo chute de fora da área, Fabiano aproveitou o rebote e, de cabeça, ampliou para os santistas. Os corintianos reclamaram de uma possível falta de Fabiano em Marcus Vinícius no lance.

Aos 33min, depois de contra-ataque rápido dos santistas, Robinho chutou cruzado da esquerda, da entrada da área, e a bola passou perto da trave de Doni, assustando os corintianos.

Elano, aos 40min, tentou encobrir Doni, mas o goleiro corintiano mandou a bola para escanteio. Aos 42min, Betão errou na frente de Fabiano, na entrada da pequena área, mas o santista mandou a bola por cima do travessão.

O Santos perdeu a chance incrível de fazer o quarto gol com William, que havia acabado de entrar no lugar de Fabiano. Aos 46min, ele saiu sozinho na frente do gol corintiano, driblou Doni, mas chutou errado.