Santos 3 x 2 Juventude

Data: 23/07/2006
Competição: Campeonato Brasileiro – 13ª rodada
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 11.844 pagantes
Renda: R$ 130.000,00
Árbitro: Heber Roberto Lopes (PR)
Auxiliares: Aparecido Donizetti Santana e Gilson Bento Coutinho (ambos do PR).
Cartões amarelos: Rafael e Éder Ceccon (J); Maldonado, Dênis e Marco Antônio(S).
Gols: Fabiano (06-2) Éder Ceccon (16-2), Reinaldo (22-2, de pênalti), Éder Ceccon (24-2) e Reinaldo (27-2).

SANTOS
Fábio Costa; Dênis, Manzur, Luiz Alberto e Kléber; Ávalos, Maldonado, Wendel, Rodrigo Tabata (André); Fabiano (Rodrigo Tiuí) e Reinaldo (Wellington Paulista).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

JUVENTUDE
André; Rafael, Fabrício e Antônio Carlos; Raulen (Wellington), Renan, Walker, Marcel, Alexandre (Éder Ceccon) e Zé Rodolpho; Christian.
Técnico: Ivo Wortmann



Santos derrota o Juventude e quebra série de quatro jogos sem vencer

Com dois gols do atacante Reinaldo, o Santos venceu o Juventude por 3 a 2, neste domingo, na Vila Belmiro, em jogo da 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Santos entrou em campo buscando encerrar uma série de quatro partidas sem vencer –derrotas para Grêmio, Figueirense e São Caetano, além de empate com o Botafogo.

Com o resultado, o time do técnico Vanderlei Luxemburgo chegou a 21 pontos na tabela de classificação –o São Paulo lidera com 29. o Juventude tem 17.

No primeiro tempo, em um jogo de forte marcação, as duas equipes tiveram dificuldades para criar chances de perigo. O Santos chegou duas vezes em chutes de fora da área do atacante Fabiano –um para fora e o outro defendido pelo goleiro André.

Já o Juventude tentava incomodar em cruzamentos buscando o atacante Christian, além das jogadas individuais de Marcel.

Aos 35min, o time gaúcho reclamou de uma entrada do goleiro Fábio Costa, dentro da área, no atacante Christian, que foi atingido e caiu após o choque. No entanto, o árbitro Heber Roberto Lopes deixou o lance seguir.

“Tivemos mais oportunidades do que eles, mas precisamos acertar nas finalizações. Temos que ter atitude para marcar os gols”, desabafou o volante santista Wendel, na saída para o intervalo.

Aos 7min da etapa final, o Santos abriu o placar. O meia Rodrigo Tabata recebeu lançamento e tocou com o peito para Fabiano, que bateu forte e marcou.

Após o gol, o time de Caxias do Sul apertou. Primeiro, aos 14min, Christian chutou forte e Fábio Costa defendeu. No minuto seguinte, Christian cabeceou e Fábio Costa evitou o gol numa grande defesa.

De tanto insistir, o Juventude empatou aos 16min. Christian cabeceou na trave e, no rebote, Éder Ceccon conseguiu empurrar para o gol, também de cabeça.

O Santos, no entanto, chegou ao segundo gol aos 23min, de pênalti sofrido por Wendel em uma disputa de bola com Antônio Carlos. Reinaldo bateu forte e marcou.

No entanto, o Santos teve pouco tempo para comemorar. No minuto seguinte, após cruzamento da esquerda, Éder Ceccon marcou de cabeça, 2 a 2.

Aos 27min, o Santos assegurou a vitória num lindo chute de fora da área de Reinaldo, sem chance de defesa para André.