Juventude 3 x 2 Santos

Data: 01/11/2006, 21h45.
Competição: Campeonato Brasileiro – 32ª rodada
Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, RS.
Público: 4.921
Renda: R$ 23.935,00
Árbitro: Alício Pena Júnior (MG)
Cartões amarelos: Antônio Carlos, Fernando, Ederson, Bruno e Christian (J); Cléber Santana e Wellington Paulista (S).
Cartão vermelho: Luiz Alberto (S)
Gols: Christian (16-1) e Rodrigo Tabata (40-1); Igor (09-2, contra), Alexandre (12-2) e Raulen (25-2).

JUVENTUDE
André; Igor, Fabrício, Antônio Carlos e Wellington (Raulen); Renan, Fernando, Alexandre (Ederson) e Márcio Azevedo; Bruno (Leandrinho) e Christian.
Técnico: Ivo Wortmann

SANTOS
Felipe; André, Manzur, Luiz Alberto e Kléber; Heleno (Leandro), André Luis (Carlinhos), Cléber Santana e Rodrigo Tabata; Reinaldo e Wellington Paulista (Rodrigo Tiuí).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo



Santos perde em Caxias e segue sem vencer fora de SP

O Santos foi até Caxias do Sul e perdeu por 3 a 2 para o Juventude, nesta quarta-feira, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, e segue sem vencer jogos fora de seu Estado durante a competição.

A derrota praticamente elimina as chances da equipe de conquistar o título nacional, já que agora permanece 55 pontos, oito a menos que o líder São Paulo, que amanhã enfrenta a Ponte Preta, no Morumbi.

O time da Baixada segue lutando por uma vaga na Taça Libertadores, e por essa disputa foi beneficiado pelas derrotas de Grêmio e Vasco na rodada. O Juventude, com a vitória, foi a 42 pontos.

Para a partida de hoje, o técnico Vanderlei Luxemburgo não pôde contar com o meia Zé Roberto. Os zagueiros Ronaldo Guiaro e Domingos também foram desfalques. O primeiro foi suspenso pelo acúmulo de cartões amarelos e o segundo cumpriu pena imposta pela Justiça Desportiva.

O técnico Vanderlei Luxemburgo desfez o esquema 3-5-2 e montou o time com dois zagueiros, colocando no meio-campo André Luiz, Heleno, Tabata e Cléber Santana.

O jogo

O Santos começou a partida acuado e via o Juventude ter mais atitude ofensiva. O time da casa criou boa chance aos 10min, quando após cobrança de escanteio, Fabrício cabeceou na trave, pegou o rebote e chutou para fora.

Mas o time gaúcho não demoraria para abrir o marcador. Aos 15min, Christian recebeu livre na esquerda e chutou forte, sem chances para o goleiro Felipe: 1 a 0.

O Santos assustou pela primeira vez aos 28min, quando Wellington Paulista arriscou de fora da área, e a bola bateu no travessão, e Rodrigo Tabata pegou o rebote, mas chutou travado.

O time paulista voltou melhor na segunda etapa e virou o placar. Aos 9min, Reinaldo deu bom passe para Rodrigo Tabata, que chutou por cobertura, e a bola bateu no travessão e no zagueiro Igor e entrou.

Mas o Juventude não deu nem tempo para os visitantes comemorarem. Três minutos depois, Alexandre recebeu bola dentro da área e chutou forte de esquerda: 2 a 2.

No momento em que o jogo ficou equilibrado, o time de Caxias conseguiu virar o marcador. Aos 25min, Raulen chutou forte de fora da área, e o goleiro Felipe não conseguiu defender: 3 a 2.