Santos 3 x 3 América-MG

Data: 15/10/1998, quinta-feira.
Competição: Campeonato Brasileiro – 1ª fase – 18ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 6.151 pagantes
Renda: R$ 57.949,00
Árbitro: Jamir Carlos Garcez (DF)
Cartões amarelos: Zetti, Gustavo e Lúcio (S); Jean e Dutra (A)
Cartões vermelhos: Irênio (A, 06-2) e Marcos Bazílio (S, 40-2)
Gols: Dimba (21-1), Viola (48-1); Jean (22-2), Viola (25-2, de pênalti), Dutra (30-2) e Messias (38-2).

SANTOS
Zetti; Baiano (Messias), Narciso, Gustavo e Athirson; Marcos Bazílio, Bechara, Eduardo Marques e Lúcio (Alessandro); Viola e Adiel.
Técnico: Émerson Leão

AMÉRICA-MG
Gilberto; Isasi, Júnior, Dênis e Dutra; Gilberto Silva, Jean, Geovanni e Irênio; Rinaldo (Evanílson) e Dimba (Mílton).
Técnico: Vantuir Galdino



Santos tropeça na Vila e se distancia do Palmeiras

Time empata com o América-MG e fica atrás do rival no Brasileiro

Mesmo com dois gols de Viola, novamente artilheiro do Brasileiro-98, o Santos só conseguiu empatar ontem com o América-MG por 3 a 3, na Vila Belmiro.

O clube paulista chegou aos 36 pontos -dois a menos que o líder Palmeiras, mesmo com uma partida disputada a mais. Caso tivesse vencido, o Santos empataria com o rival na liderança.

Em jogo tumultuado, Viola marcou logo no primeiro minuto. O atacante aproveitou o rebote do goleiro Gilberto em cobrança de falta do estreante Bechara, recém-contratado junto ao Ceará, e marcou seu 15º gol na competição.

O Santos continuou dominando o jogo nos primeiros 15 minutos, principalmente com as jogadas de Adiel pela esquerda de seu ataque.

Depois, o América-MG aproveitando as falhas da defesa santista, que jogava sem três titulares, equilibrou o jogo. Os mineiros ameaçavam principalmente com chutes de longa distância, a maioria sem pontaria.

Em uma das falhas da defesa do Santos, os mineiros empataram. O meia Jean aproveitou a falta de cobertura pelo lado direito da defesa santista e cruzou para Dimba, impedido, marcar.

Aos 29min, a situação do Santos ficou ainda pior. O meia Lúcio sofreu falta violenta de Dutra e precisou ser substituído por Alessandro, um dos três únicos jogadores de linha que o técnico Leão tinha no banco de reservas.

O América-MG aproveitou o desequilíbrio santista e dominou o restante do primeiro tempo, que foi marcado por jogadas violentas dos dois lados.
O segundo tempo começou com pressão do Santos, que quase marcou com Alessandro, aos 2min.

Quatro minutos depois o meia Irênio, do América-MG, foi expulso por retardar o jogo.

O Santos não aproveitou a vantagem numérica e acabou sofrendo o segundo gol. Aos 22min, o meia Jean entrou livre na pequena área e colocou o time mineiro na frente.

Quatro minutos depois, em lance duvidoso, o juiz marcou pênalti de Dutra no atacante Alessandro. Viola cobrou e marcou seu 16º gol no Brasileiro, passando à frente de Valdir, do Atlético-MG.

O América-MG voltou a desempatar a partida com um gol de Dutra, ex-jogador do Santos, que aos 31min entrou livre pela esquerda e chutou no ângulo direito de Zetti.

O Santos empatou seis minutos depois, com Messias, que marcou de cabeça na pequena área.

Com o empate de ontem, o Santos continua como a única equipe do Brasileiro-98 que ainda não perdeu jogando como mandante. Até agora foram nove jogos, com cinco vitórias e quatro empates.

Já o América-MG, com o empate, continua perto do rebaixamento para a segunda divisão. O time mineiro permanece no penúltimo lugar do Brasileiro, com 16 pontos. Além disso, tem a desvantagem de já ter jogado 19 vezes, o maior número de partidas das equipes que lutam contra o rebaixamento para a Série B.

Lúcio sofre contusão

O meia Lúcio está fora do Brasileiro devido à ruptura dos ligamentos do tornozelo direito sofrida durante a partida de ontem entre Santos e América-MG.

Lúcio seria operado ontem mesmo à noite pela equipe do médico Renê Abdala no hospital Sírio Libanês, em São Paulo. O jogador ficará pelo menos 90 dias em recuperação.

Lúcio é o segundo atleta que o Santos perde no Brasileiro. O primeiro foi Aristizábal, que sofreu uma cirurgia no joelho.

O técnico Leão voltará a ter dificuldade para montar o time que enfrentará a Lusa no domingo, em Santos. Além de Lúcio e Aristizábal, Argel, Claudiomiro e Jorginho estão machucados. Marcos Bazílio, expulso, cumprirá suspensão.