Santos 3 x 1 Figueirense

Data: 22/07/2007
Competição: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés e Wagner de Almeida Santos (ambos de RJ).
Cartões amarelos: Dionísio (S) e Edson (F).
Cartão vermelho: Henrique (F)
Gols: Kléber Pereira (33-1) e Kléber Pereira (38-1); Otacílio Neto (10-2) e Pedrinho (39-2).

SANTOS
Fábio Costa; Alessandro (Dionísio), Domingos, Adaílton e Kléber; Rodrigo Souto, Adriano, Tabata (Carlinhos) e Pedrinho; Marcos Aurélio e Kléber Pereira (Moraes)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

FIGUEIRENSE
Wilson, Felipe Santana, Edson e Vinicius; Diogo, Henrique, Cleiton Xavier (Ramon), Ruy e André Santos; Otacílio Neto (Vagner) e Alexandre (Victor Simões)
Técnico: Mário Sérgio



Kléber Pereira estréia como titular e garante vitória do Santos

O Santos deu mais um passo na sua recuperação no Campeonato Brasileiro neste domingo. Com Kléber Pereira, titular pela primeira vez, marcando dois gols, o time do técnico Vanderlei Luxemburgo venceu o Figueirense na Vila Belmiro por 3 a 1 e já soma quatro jogos de invencibilidade, se aproximando cada vez mais dos primeiros colocados.

“Queremos chegar no G-4. Acho que estamos em busca de uma recuperção. Só temos de prestar atenção para não tomarmos o gol que tomamos hoje”, disse o zagueiro Adaílton.

Com o resultado, o Santos chega aos 18 pontos, agora na 11ª posição da tabela, apenas três a menos que o Grêmio, último no G-4 – grupo dos quatro melhores que se classificam para a Copa Libertadores do ano que vem, objetivo declarado do treinador alvinegro.

Já o Figueirense se distancia da elite do certame. Ainda com 17 pontos, a equipe de Santa Catarina fica na 13ª colocação, com duas derrotas seguidas – na última rodada perdeu para o Sport no Orlando Scarpelli.

A vitória ratifica a reação do Santos no Brasileirão. Depois de começar mal, chegando a ocupar a zona do rebaixamento, a equipe alvinegra encontrou seu melhor futebol e voltou a vencer.

Foram dois triunfos seguidos, contra Cruzeiro e Botafogo (4 a 1 e 3 a 0, respectivamente, ambos em casa). Na última quinta-feira, cedeu o empate por 2 a 2 para o Palmeiras no último minuto de jogo, mas agora volta a vencer diante do seu torcedor.

Mais que isso, o Santos consegue, enfim, um bom rendimento do seu setor ofensivo. Somente nessa seqüência de quatro jogos, foram 12 gols marcados, mais que os sete anotados nas outra nove partidas disputadas.

Além disso, a equipe parece ter encontrado uma referência, tão reclamada no primeiro semestre. Com os dois gols contra o Figueirense, Kléber Pereira já tem metade dos gols do atacante santista que mais balançou as redes (Marcos Aurélio, quatro vezes).

Em campo, quem ajudou o novo camisa 9 alvinegro a fazer boa partida foi o lateral-esquerdo Kléber. Sem Alessandro, lesionado logo nos primeiros minutos, o ala canhoto tornou-se a única opção ofensiva pelos lados do campo, e deu conta do recado. Aos 33min, fez cruzamento perfeito para Kléber Pereira abrir o placar. O mesmo atacante, cinco minutos depois, ampliou em chute de fora da área.

No segundo tempo, o panorama da partida continuou o mesmo. O Santos, apoiado pela torcida, mantinha mais posse de bola, mas, acomodado com o resultado positivo, deu espaços para o adversário, e Otacílio Neto, aos 10min da segunda etapa, fez de cabeça o gol do Figueirense. O time da casa, porém, aos 39min, marcou o terceiro com Pedrinho, aproveitando falha da defesa adversária.

Na próxima quarta-feira, o Santos visita o Goiás no Serra Dourada, enquanto o Figueirense recebe o Corinthians no Orlando Scarpelli.