Elenco do Campeonato Brasileiro de 1993

No alto: Antônio Lopes, Robson Agondi, Velloso e Carlos Braga.
De pé: Almir, Índio, Silva, Zé Renato, Marcelo Fernandes, Sérgio Manoel, Neizinho, Márcio Griggio, Gomes, Maurício, Nilton, Darci, ???, Cilinho.
Sentados: Eduardo, Gallo, Júnior, Axel, Ranielli, Guga, Netto, Marcelo Passos, Ricardo Rocha, Lula e Cuca.

Goleiros:
Velloso
Maurício
Gomes
Nilton
Robson
 


Laterais:
Índio
Eduardo
Dinho
Silva
Marcos Paulo
 


Zagueiros:
Ricardo Rocha
Júnior
Lula
Marcelo Fernandes
Maurício Copertino
Camilo


Volantes:
Gallo
Axel
Darci
Sérgio Santos
   



Meias:
Cuca
Ranielli
Sergio Manoel
Marcelo Passos
Marcio Griggio
Zé Renato

 

Atacantes:
Almir
Guga
Neizinho
Cilinho
Netto


Técnicos:
Antonio Lopes
Pepe



Santos Futebol Clube

– Presidente: Marcelo Pirilo Teixeira (1991-1993)
– Patrocínio: Coca-Cola
– Fornecedor: Dell’erba

Elenco:

G – Wagner Fernando Velloso (Veloso)
G – Maurício Assolini
G – Nilton Orlando da Costa
G – Carlos Gomes da Cruz
G – Robson Oliveira Agondi

LD – Rubens Barbosa de Souza (Índio)
LE – Jorge Eduardo Gomes de Souza
LD – Édson Geraldo Pinheiro (Dinho)
LE – Davi Moreira da Silva
LE – Marcos Paulo dos Santos

Z – Ricardo Roberto Barreto da Rocha
Z – Pedro Sartori Júnior
Z – Luís Bonfim Marcos (Lula)
Z – Marcelo Faria Fernandes
Z – Maurício de Almeida Copertino
Z – Luís Fernando Camilo

V – Alexandre Tadeu (Gallo)
V – Axel Rodrigues de Arruda
V – Darci Luiz Simon
V – Sérgio Santos de Oliveira

M – Alexi Stival (Cuca)
M – Ranielli José Cechinato
M – Sérgio Manoel Júnior
M – Marcelo Passos de Oliveira
M – Márcio Griggio
M – José Renato Santos Lapiechade (Zé Renato)

PD – Almir de Souza Fraga
CA – Alexandre da Silva (Guga)
CA – Alcides Pinto Ribeiro Filho (Neizinho)
PE – Danacir Maia (Cilinho)
A – Alarico Cidival Agostini Netto (Neto)

Outros jogadores:

– Tony ou Tôni (jogou contra o Vasco)

T – Antônio Lopes dos Santos / T – José Macia (Pepe)

Comissão técnica: Carlos Braga (Médico)



Quem chegou: Marcio Griggio (M, Juventus), Neto (A, Juventus), Camilo (Z, Rio Branco), Velloso (G, Palmeiras), Eduardo (LE, Grêmio), Ricardo Rocha (Z, Real Madrid), Lula (Z, São Paulo)

Quem saiu:

Time-base:



Histórico:

Logo após a eliminação do Campeonato Paulista, o Santos apresentou dois jogadores: Márcio Griggio e Neto, do Juventus. O zagueiro Camilo, que jogou pelo Rio Branco, foi reintegrado.

O Santos trouxe apenas três jogadores para Brasileiro de 1993, exatamente para as posições mais carentes. Um goleiro, um lateral e um zagueiro, todos reconhecidamente bons jogadores, desceram a serra para consertar um crônico problema a equipe: a defesa.

O goleiro é Velloso, que tentará reeditar a brilhante fase que viveu em 1990 no Palmeiras, a quem pertence seu passe. Já o lateral esquerdo Eduardo conquistou o Gauchão deste ano pelo Grêmio e traz uma competente folha de serviços prestados a outros grandes clubes, como Fluminense, Vasco e Cruzeiro. Quanto ao zagueiro, trata-se de ninguém menos que Ricardo Rocha. O quarto-zagueiro do Real Madrid e da seleção brasileira chega por empréstimo até dezembro, sem valor de passe fixado. “O clube não tem dinheiro para contratá-lo em definitivo, disse o presidente Marcelo Teixeira. Os outros jogadores que completam a defesa, Índio e Júnior, não estão no mesmo nível, mas costumam compensar com muita garra.

Daí para frente, o Santos é a mesma equipe do início da temporada. Axel e Darci defendem e saem jogando com eficiência, enquanto Cuca e Ranielli revezam-se na armação. O ponto alto fica para o endiabrado atacante Almir, que vem de um belo Campeonato Paulista. Falta definir quem dividirá com ele a maior responsabilidade pelos gols: o experiente Guga ou o novato Neizinho.

O Santos não é um dos notórios favoritos, porém equilibrando os três setores da equipe pode surpreender os candidatos mais fortes.