Grêmio 1 x 1 Santos

Data: 10/05/2009, domingo, 18h30.
Competição: Campeonato Brasileiro – 1ª rodada
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre, RS.
Público: 44.548
Renda: R$ 487.644,00
Árbitro: Alício Pena Júnior (MG)
Auxiliares: Marcio Eustaquio Santiago e Helberth Costa Andrade (ambos de MG).
Cartões amarelos: Rafael Marques, Réver, Alex Mineiro e Ruy (G); Luizinho, Fabão, Neymar e Paulo Henrique Ganso (S).
Gols: Réver (31-2) e Molina (40-2).

GRÊMIO
Victor; Léo, Réver e Rafael Marques; Ruy, Adilson, Tcheco (Douglas Costa), Souza e Fábio Santos; Jonas (Túlio) e Maxi López (Alex Mineiro).
Técnico: Marcelo Rospide

SANTOS
Douglas; Luizinho, Fabão, Fabiano Eller e Triguinho (Pará); Roberto Brum, Germano, Paulo Henrique Ganso (Maikon Leite) e Madson; Neymar (Molina) e Kléber Pereira.
Técnico: Vágner Mancini



No fim, Santos arranca empate com Grêmio na estreia do Brasileirão

Com um gol do meia Molina aos 40min do segundo tempo no estádio Olímpico, o Santos foi buscar a igualdade contra o Grêmio e empatou por 1 a 1 na estreia das duas equipes no Campeonato Brasileiro, neste domingo. Réver, aos 31min da segunda etapa, havia aberto o placar para o time da casa, que acabou não conseguindo segurar a vantagem até o final do jogo.

Com o empate, os dois times conquistam um ponto na classificação e ficam estacionados na parte intermediária da tabela do Nacional. Agora, na segunda rodada do Brasileiro, o Santos joga pela primeira vez na Vila Belmiro e recebe o Goiás no próximo domingo, às 16h.

O Grêmio atua no sábado e vai até Belo Horizonte pegar o Atlético-MG às 18h30, no reencontro com o técnico Celso Roth. Antes, porém, recebe o San Martín na próxima quarta-feira, pelo jogo de volta das oitavas-de-final da Copa Libertadores.

“Entrei bem no jogo e saiu um gol muito importante para o nosso time. Desde o ano passado se fala da possibilidade de eu jogar no Grêmio, mas não sei de nada. Hoje meu amor está em Santos e mostrei profissionalismo ao entrar e marcar o gol do nosso empate”, afirmou Molina ao SporTV, na saída do gramado.

O jogo

Em um primeiro tempo equilibrado, Grêmio e Santos repetiram o que as suas torcidas estão acostumadas a ver na temporada: Maxi López ameaçando o gol adversário, Souza arriscando de longe da área e o atacante Kléber Pereira perdendo oportunidades criadas pelo time santista.

Como era esperado pelo técnico Vagner Mancini, que já teve passagem pelo clube gaúcho, o Grêmio partiu para cima do Santos no início e tentou sufocar a equipe da Vila Belmiro com chutes de longa distância e cruzamentos, principalmente com Fábio Santos, que levantou para a Maxi López acertar a trave de Douglas aos 19min.

Antes, Paulo Henrique já havia sido brecado pelo goleiro Victor, mas a principal chance santista começou nos pés do mesmo meia, que lançou o já não tão artilheiro Kléber Pereira no meio da zaga. O atacante dominou bem, deixou seus marcadores para trás, mas acabou fazendo o mais difícil, batendo para fora e desperdiçando a grande chance santista do primeiro tempo.

Após o susto, apesar das diversas tentativas, o Grêmio não conseguiu ameaçar de forma concreta o goleiro Douglas, que substituiu um gripado Fábio Costa. Ainda na primeira etapa, Triguinho sentiu lesão e deixou o gramado do Olímpico, dando lugar para o polivalente Pará, que segurou Ruy na lateral gremista.

Na volta para o segundo tempo, as duas equipes retornaram com as mesmas formações e o mesmo estilo de jogo. O Grêmio pressionando a saída de bola e o Santos apostando na velocidade de Madson e nos passes de Paulo Henrique. E, aos 7min, em mais uma bola cruzada, Réver cabeceou e Douglas salvou o Santos em bela defesa.

Com as duas equipes arriscando menos, o técnico Vagner Mancini resolveu sacar Neymar e colocou Molina em campo. Do outro lado, o treinador Marcelo Rospide tirou Jonas e Maxi López e apostou em Túlio e Alex Mineiro, respectivamente. E, justamente quando o Santos era melhor, o Grêmio abriu o placar.

Após tentativa santista pela direita, o time gaúcho saiu em contra-ataque e com o lateral-direito Luizinho mal posicionado, Réver recebeu livre na esquerda. Após dominar, tirou a marcação e bateu forte de perna direita para fazer o único gol do Grêmio na estreia do Campeonato Brasileiro.

Quando o resultado parecia definido, uma aposta do técnico Mancini deu resultado. Em batida de falta da intermediária, o meia colombiano Molina pegou com precisão na bola e colocou no ângulo esquerdo de Victor, que nada pôde fazer para impedir o gol santista, que fechou o placar no Olímpico.