Jogos inesquecíveis


Flamengo 2 x 2 Santos

Data: 06/02/1997, quinta-feira
Competição: Torneio Rio São Paulo – Final – Jogo de volta (decisão)
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, RJ.
Público: 70.729
Renda: R$ 775.555,00
Árbitro: Oscar Roberto de Godói (SP)
Cartões Amarelos: Fábio Baiano, Bruno Quadros e Nélio (F); Ronaldão (S).
Gols: Anderson (33-1), Romário (37-1) e Romário (45-1); Juari (32-2).

FLAMENGO
Zé Carlos, Fábio Baiano, Júnior Baiano, Fabiano e Gilberto (Leonardo); Bruno Quadros (Iranildo), Moacir, Nélio e Lúcio (Márcio Costa); Romário e Sávio.
Técnico: Júnior.

SANTOS
Zetti, Anderson (Baiano), Sandro, Ronaldão e Rogério Seves (Juari); Marcos Assunção, Vágner, Alexandre (Caíco) e Piá; Macedo e Alessandro.
Técnico: Wanderley Luxemburgo.



Santos empata e é campeão do Rio-SP

Equipe fica no 2 a 2 com o Flamengo e conquista seu primeiro torneio sob direção de Wanderley Luxemburgo

O empate favorecia a equipe paulista, que tinha vencido o primeiro jogo, em São Paulo, por 2 a 1, na última terça-feira. É também o primeiro título do clube depois que o técnico Wanderley Luxemburgo assumiu a equipe, em dezembro.

O time soube suportar bem a pressão da torcida do Flamengo, que compareceu em grande número ao Maracanã, e a desvantagem no placar até os 31min do segundo tempo.

O Santos construiu sua vitória pelas laterais, com chutes de fora da área. O time saiu na frente, aos 30min do primeiro tempo, com uma cobrança de falta de Ânderson.

Logo, porém, Romário e Sávio mostraram que podiam fazer a diferença. Eles participaram dos dois gols com os quais o Flamengo virou o jogo, ainda no primeiro tempo.

No gol de empate, Sávio sofreu pênalti de Ronaldão. Romário cobrou e marcou, aos 35min.

Sete minutos depois, Sávio superou a marcação de Ânderson pela esquerda e cruzou rasteiro. Romário, no seu estilo, se antecipou e chutou da pequena área, sem chances para Zetti.

Em desvantagem, o Santos acabou beneficiado pelo cansaço de Romário e Lúcio, que pouco realizaram no segundo tempo. A equipe tomou conta do meio-campo, mas só conseguiu o empate com um outro chute de fora da área, de Juari.

O Santos chegou a estar em vantagem numérica, no início do segundo tempo. O volante flamenguista Bruno Qaudros fez sua quinta falta e cumpriu cinco minutos fora de campo.

Romário acabou sendo o artilheiro do torneio, com sete gols em seis partidas. Segundo ele, o Santos foi melhor nos dois jogos e mereceu o título.