Santos 1 x 0 Palmeiras

Data: 09/10/2011, domingo, 16h00.
Competição: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 7.373 pagantes
Renda: R$ 177.340,00
Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima (SP)
Cartões amarelos: Ibson (S); Pedro Carmona (P).
Gol: Borges (30-2).

SANTOS
Rafael; Crystian, Bruno Rodrigo, Durval e Léo; Adriano, Henrique, Danilo e Ibson (Bruno Aguiar); Alan Kardec e Borges (Renteria).
Técnico: Muricy Ramalho.

PALMEIRAS
Deola; Thiago Heleno, Henrique e Maurício Ramos; Márcio Araújo (Paulo Henrique), Chico, Marcos Assunção, Pedro Carmona (Patrik) e Gabriel Silva; Maikon Leite (Ricardo Bueno) e Fernandão.
Técnico: Luiz Felipe Scolari.



Contra Palmeiras recuado, Santos vence clássico na Vila Belmiro

Borges marcou o único gol do jogo. Com a derrota, Palmeiras está a seis pontos da zona de classificação para a Libertadores

O Santos venceu o clássico contra o Palmeiras, neste domingo, na Vila Belmiro por 1 a 0. Um gol do artilheiro do Campeonato Brasileiro, Borges, deu a vitória para os santistas, que somam 38 pontos. Com a derrota o Palmeiras caiu para a nona posição do torneio, com seis pontos a menos que o Botafogo, quinto colocado, último que garantiria vaga na Libertadores, caso o Brasileiro terminasse agora.

ogando em casa, o Santos conseguiu romper a retranca palmeirense somente aos 30 minutos do segundo tempo, quando Borges marcou o único gol da partida. Antes, o time até criou algumas chances de gol, mas foi barrado pelo goleiro Deola.

Na próxima quarta-feira, o Palmeiras pega o Flamengo, no Rio de Janeiro. Já o Santos joga na quinta-feira contra o contra o Atlético-MG, em Sete Lagoas.

O jogo

O clássico da Vila Belmiro começou disputado. Os dois times até tentavam criar, mas a bola raramente chegava nas áreas. Os marcadores é que tiveram mais destaque no primeiro tempo.

Duas bolas no travessão foram o que Palmeiras e Santos fizeram de melhor. Aos 10 minutos, Marcos Assunção cobrou falta da intermediária. A bola acabou batendo no travessão.

O Santos deu a resposta nos minutos finais do primeiro tempo, aos 45. Danilo cruzou na cabeça de Alan Kardec, que, dentro da área, tocou para o gol. A bola bateu no travessão.

Os dois times começaram o segundo tempo sem substituições. O Santos voltou do intervalo pressionando o rival. Encolhido no campo de defesa, o Palmeiras avança apenas em raros lances de contra-ataque.

Após três cruzamentos seguidos na área do Palmeiras em menos de dois minutos o Santos quase abriu o placar no início do segundo tempo. Léo avançou pela esquerda e tocou para Alan Kardec cabecear. Deola pegou no canto esquerdo do gol.

O time de Muricy Ramalho aproveitou o recuou palmeirense e seguiu atacando. Enquanto a defesa vazava, Deola salvava o Palmeiras de levar o primeiro gol. Foi assim aos 19 minutos, quando o goleiro subiu no canto direito para defender uma cabeçada do zagueiro santista Durval.

A resistência de Deola chegou ao fim quando faltavam 15 minutos para o jogo terminar. Léo cruzou para Borges marcar de cabeça o gol da vitória. O camisa 9 santista é o artilheiro do Campeonato Brasileiro com 20 gols.

Após o gol santista, o Palmeiras até ensaiou alguns ataques. Aos 36 minutos, o time teve a chance mais clara de gol. Fernandão limpou o marcador e dentro da área chutou no canto direito de Rafael, que defendeu acabando com as esperanças palmeirenses de empatar a partida.