Santos 1 x 2 Flamengo

Data: 26/07/2009, domingo, 16h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 13ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 10.633 pagantes
Renda: R$ 252.850,00
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Auxiliares: Altemir Haussmann (FIFA-RS) e Ivan Carlos Bohn (PR)
Cartões amarelos: Germano e Roberto Brum (S); Toró e Williams (F).
Gols: Róbson (24-2), Adriano (32-2) e Pará (43-2).

SANTOS
Felipe; Pará, Domingos (Astorga), Fabão e Léo; Roberto Brum (Róbson), Germano, Rodrigo Souto e Madson; Paulo Henrique e Neymar (Tiago Luís).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

FLAMENGO
Bruno; Aílton, Wellington e Ronaldo Angelim; Leonardo Moura, Toró (Bruno Paulo), Williams, Kléberson e Éverton; Emerson (Fierro) e Adriano.
Técnico: Andrade (interino)



Flamengo vira sobre o Santos no final e acaba com jejum na Vila Belmiro

Foi bastante sofrido, mas, em seu milésimo jogo pelo Campeonato Brasileiro, o Flamengo quebrou um jejum de nunca ter vencido o Santos em um jogo oficial na Vila Belmiro ao bater o rival por 2 a 1, de virada, neste domingo, pela 14ª rodada.

Com o resultado, os cariocas, que não ganhavam há quatro rodadas, subiram para a nona posição, com 20 pontos, três a mais que os paulistas, que caíram para o 11º lugar.

A partida também marcou a primeira derrota do Santos desde o retorno do técnico Vanderlei Luxemburgo. O treinador reassumiu o time na rodada passada, na vitória sobre o Atlético-PR. Já o Flamengo venceu no primeiro jogo depois da demissão do técnico Cuca. Neste domingo, quem comandou o time foi o interino Andrade.

O Santos começou à toda e deu a impressão que não teria dificuldade para vencer. Criou a primeira boa chance de gol logo aos 23s, quando Ganso recebeu na área e bateu cruzado para bela defesa de Bruno.

O que se viu depois, no entanto, foi um show de trombadas e passes errados. As emoções ficaram restritas a duas cobranças de falta de Adriano; na segunda delas, Felipe fez grande defesa e evitou o primeiro gol rubro-negro.

Apagado durante a maior parte do tempo, Neymar levantou a torcida santista com um chute bem defendido por Bruno nos acréscimos da primeira etapa.

Ressentido de uma referência na área, o Santos só assistiu ao Flamengo jogar no segundo tempo. E livrou-se de sair em desvantagem graças ao goleiro Felipe, que salvou um desvio à queima-roupa de Adriano após cobrança de escanteio.

Vanderlei Luxemburgo tentou acabar com a apatia de sua equipe trocando Roberto Brum e Neymar por Róbson e Thiago Luís, respectivamente. As alterações não poderiam dar melhor resultado: aos 24min, Róbson arriscou de fora da área e acertou o canto esquerdo de Bruno.

Só que Adriano, em outra jogada individual, tratou de devolveu a igualdade ao placar. Da intermediária, o Imperador experimentou um chute cheio de curva, que enganou Felipe.

O jogo caminhava para o empate insosso até que, a dois minutos do fim, Pará desviou cruzamento contra as próprias redes e decretou o fim da invencibilidade santista contra o Flamengo em casa.