Flamengo 3 x 1 Santos

Data: 11/05/2008, domingo, 18h10.
Competição: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, RJ.
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Auxiliares: Roberto Braatz (Fifa-PR) Gilson Bento Coutinho (PR)
Cartões amarelos: Toró (F); Domingos e Hudson (S).
Gols: Marcinho (29-1) e Ibson (30-1); Juan (30-2) e Moraes (46-2).

FLAMENGO
Bruno, Leonardo Moura, Leonardo, Ronaldo Angelim e Juan; Jaílton, Kléberson (Cristian), Ibson (Obina) e Toró; Marcinho e Souza (Diego Tardelli)
Técnico: Caio Júnior.

SANTOS
Douglas; Filipe Souza (Evaldo), Domingos, Marcelo e Carlinhos; Adoniram, Adriano, Hudson (Vítor Junior) e Paulo Henrique (Moraes); Wesley e Lima.
Técnico: Emerson Leão.



Sem torcida e na estréia de Caio Júnior, Fla bate o Santos

O torcedor não pôde acompanhar a primeira partida de Caio Júnior, mas o Flamengo superou o trauma pela eliminação na Copa Libertadores e venceu os reservas do Santos por 3 a 1, neste domingo, no Maracanã, pela estréia de ambos no Campeonato Brasileiro. Marcinho, Ibson e Juan marcaram os gols do triunfo do Rubro-Negro. Moraes, de pênalti, descontou.

Flamengo marca dois gols em um minuto

Logo no primeiro minuto, o Flamengo já dava sinais de que dominaria boa parte das ações. Souza cabeceou e a bola raspou no travessão. Porém, o ímpeto da equipe da casa diminuiu um pouco. Enquanto isso, o Santos jogava de forma fechada e tentava explorar os contra-ataques, sem sucesso.

Isso acontecia dada a escalação defensiva arquitetada pelo técnico Emerson Leão. Em boa parte da primeira etapa, Bruno apenas assistiu o Flamengo dominar. O melhor futebol da equipe da casa foi traduzido no placar aos 28, através do atacante Marcinho.

Um minuto depois, o jogador deu lindo toque de letra para Ibson mandar no ângulo de Douglas. Na melhor chance que teve na primeira etapa, o Santos perdeu oportunidade nos pés de Lima, aos 37.

Apesar da vantagem rubro-negra, Toró fez um alerta na saída de campo: “Tivemos em uma situação parecida e não conseguimos sacramentar o resultado. Temos de manter a regularidade e até melhorar”, disse, referindo-se ao fato de o Flamengo ter desperdiçado a vantagem no embate diante do América-MEX, pela Copa Libertadores.

Santos melhora na segunda etapa e um gol para cada lado

Nada satisfeito com a produção ofensiva de sua equipe, o técnico Emerson Leão sacou Hudson e Paulo Henrique e colocou Vítor Júnior e Moraes, respectivamente.

Porém, com a vantagem no marcador, o time da casa se dava por satisfeito e apenas trocava passes. Já o Santos pouco ameaçava Bruno. Aos 22, Lima mandou por cima da meta rubro-negra.

Aos 25, Diego Tardelli, substituto de Souza, acertou a trave. No minuto seguinte, Bruno defendeu chute de Moraes. Aos 27, Ibson fez grande jogada, mas mandou rente à trave direita.

Aos 29, porém, Leonardo Moura deixou Juan de frente para o goleiro e marcar. Com a vantagem, o Flamengo apenas esperava o apito final de Heber Roberto Lopes. Antes, porém, Bruno derrubou Moraes na área. O próprio diminuiu o placar.