Atlético-PR 2 x 1 Santos

Data: 30/08/2006, quarta-feira, 22h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 21ª rodada
Local: Estádio Arena da Baixada, Kyocera Arena, em Curitiba, PR.
Público: 10.603 pagantes
Renda: R$ 127.917,50
Árbitro: Djalma Beltrami (Fifa-RJ)
Cartões amarelos: Jancarlos e Michel (A); Domingos, Heleno, Ávalos, Jonas e Leandro (S).
Gols: Marcos Aurélio (05-2), William (41-2), Rodrigo Tiuí (47-2).

ATLÉTICO-PR
Navarro Montoya; Jancarlos, João Leonardo, Danilo e Michel; André Rocha, Erandir, Fabrício (Valber) e Cristian; Marcos Aurélio (Herrera) e Dênis Marques (William)
Técnico: Osvaldo Alvarez

SANTOS
Fábio Costa; Domingos (Heleno Faísca), Ávalos e Manzur; Dênis, Maldonado, Cléber Santana e André (Rodrigo Tabata) e Kléber; Jonas (Rodrigo Tiuí) e Leandro.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo



Santos perde em Curitiba e pode ver São Paulo disparar na liderança

O Santos foi até Curitiba e foi derrotado por 2 a 1 pelo Atlético-PR, nesta quarta-feira, em partida válida pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado pode deixar o time da Vila Belmiro ainda mais longe do líder São Paulo.

Com a derrota, o Santos segue com 35 pontos, três a menos que o time do Morumbi, que nesta quinta-feira encara o Fortaleza, em casa. Com uma vitória, o time paulistano, que tem um jogo a menos, pode abrir seis pontos de vantagem para o rival. Já o Atlético-PR, com a vitória de hoje, chegou a 27 pontos.

Para a partida desta quarta, o técnico Vanderlei Luxemburgo não pôde contar com o zagueiro Ronaldo Guiaro nem com o lateral-esquerdo Carlinhos. Eles estavam suspensos por terem recebido o terceiro amarelo. Para a vaga de Ronaldo, Luxemburgo optou pelo experiente Ávalos.

Luxemburgo manteve o esquema 3-5-2. Apesar de treinar com Rodrigo Tabata na última terça-feira, o treinador iniciou o ataque com Jonas e Leandro.

O jogo

Apesar de um jogo truncado de muita marcação na primeira etapa, o Santos foi dominado na maior parte do tempo. Com uma postura muito defensiva, o time da Baixada pouco assustou os paranaenses, que criaram as chances mais perigosas.

Aos 17min, Cristian chutou forte da entrada da área para boa defesa do goleiro Fábio Costa. Aos 38min, em lance duvidoso, Marcos Aurélio recebeu na área sem marcação e fez o gol. Mas o árbitro Djalma José Beltrami marcou impedimento.

O Santos, que explorou mais bolas alçadas na área e chutes de longa distância, criou sua melhor chance aos 21min, quando André cobrou falta da intermediária, e o zagueiro Manzur cabeceou com muito perigo.

Após o intervalo, o técnico Vanderlei Luxemburgo realizou duas modificações na equipe paulista para tentar mudar a postura em campo, ao tirar Domingos e André para as entradas de Heleno e Rodrigo Tabata.

Mas as trocas do treinador não deram resultado, e o time da casa fez seu primeiro gol logo no início da segunda etapa. Aos 5min, Marcos Aurélio recebeu bola na área, se livrou da marcação da zaga santista e bateu na saída do goleiro Fábio Costa: 1 a 0.

O Santos então se lançou ao ataque, mas ainda assim não conseguiu criar boas chances. O Atlético-PR seguiu mais perigoso e quase fez o segundo gol. O time teve boas chances com Dênis Marques, que aproveitando o lado direito da defesa santista, quase marcou duas vezes, aos 21min e aos 25min, mas acabou finalizando mal.

O time paranaense ainda ampliou o placar aos 41min. Após cruzamento da direita de Válber, William marcou de cabeça: 2 a 0. No fim do jogo, o Santos ainda descontou aos 47min, com gol de Rodrigo Tiuí, aproveitando bobeira da defesa do Atlético-PR.

O Santos volta a jogar pelo Campeonato Brasileiro no próximo domingo, quando faz clássico contra o Palmeiras, na Vila Belmiro. No mesmo dia, o Atlético-PR recebe o Botafogo, na Kyocera Arena.