Santos 4 x 0 Internacional

Data: 26/11/1997
Competição: Campeonato Brasileiro – Grupo B – 2ª fase – 3ª rodada
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo, SP.
Público: 15.271 pagantes
Renda: R$ 161.460,00
Árbitro: Cláudio Vinícius Cerdeira (RJ).
Cartões amarelos: Jean, Dutra, João Santos, Marcos Assunção e Müller (S); Gustavo, Christian, Régis, Fernando (I).
Gols: Alexandre (09-1); Müller (08-2), Marcos Assunção (27-2) e Caíco (41-2).

SANTOS
Zetti; Ânderson, Jean, Sandro e Dutra; Marcos Assunção, Narciso, João Santos (Caíco) e Alexandre (Baiano); Müller e Macedo (Caio).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

INTERNACIONAL
André; Gustavo, Marcão, Régis e Espínola (Marcelo); Anderson Luís (Paulo DIniz), Fernando, Sandoval e Arílson; Fabiano Souza (Sílvio) e Christian.
Técnico: Celso Roth.



Santos goleia Inter, mas perde 5 titulares

O Santos goleou o Inter por 4 a 0, ontem, no Morumbi, chegou à segunda posição do Grupo B da semifinal do Brasileiro, mas perdeu cinco atletas para o próximo jogo.

Não enfrentam o Inter, sábado, em Porto Alegre (RS), Muller, Jean, João Santos, Dutra e Marcos Assunção, suspensos por terem recebido o terceiro amarelo.

“Ele (o juiz, Cláudio Vinicius Cerdeira) tirou cinco jogadores do jogo seguinte. E agora, eu vou jogar no Sul como?”, disse muito irritado o técnico do Santos, Wanderley Luxemburgo.

O treinador foi expulso ontem, no final do primeiro tempo, e saiu afirmando estar sendo perseguido pelo árbitro carioca. “É um problema pessoal. É a quinta vez que ele me expulsa.”

O Grupo B, que tem ainda Palmeiras e Atlético-MG, é liderado pelo time de Luiz Felipe Scolari, com 7 pontos. O Santos tem 4.
Com um gol no início do jogo, o Santos quebrou a resistência do Inter, que optou pela utilização dos contra-ataques.

Aos 9min, o meia Alexandre arriscou de fora da área, a bola desviou no lateral Espínola e entrou no canto direito de André.
Na sequência, o time santista teve duas chances para ampliar.

Aos 13 min, João Santos cruzou da esquerda e Muller completou de voleio. O zagueiro Régis desviou para escanteio.

No minuto seguinte, Jean aproveitou bola alçada na área e, de costas, cabeceou no canto direito de André, que conseguiu afastar.

Já nos descontos da primeira etapa, aos 48min, Caio, que entrou no lugar de Macedo, contundido, não alcançou sobra de bola em chute de João Santos.

A segunda etapa começou com chances para as duas equipes.

Aos 2min, Caio tocou para Muller. O atacante invadiu a área, mas perdeu o controle da bola. Aos 3min, foi a vez do Inter. Cara a cara com Zetti, Gustavo chutou em cima do goleiro.

Cinco minutos depois, Muller teve nova chance e não desperdiçou. Recebeu na entrada da área, driblou o zagueiro Marcão e bateu cruzado.

Aos 27min, Muller dominou a bola na intermediária, caminhou com ela e rolou para Marcos Assunção, que passava pela direita, ampliar para 3 a 0.

Aos 41min, Caíco entrou na área acompanhado de Marcão, deu um corte no zagueiro gaúcho e bateu cruzado, fechando o placar com um belo gol.