Santos 3 x 1 Guarani

Data: 15/02/2009, domingo, 19h10.
Competição: Campeonato Paulista – 8ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Árbitro: Wilson Luiz Seneme
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Everson Luiz Luquesi Soares
Cartões amarelos: Léo e Fabão (S); Maranhão, Cléverson, Plínio, João Paulo e Itaqui (G)
Cartão vermelho: Rodrigo Souto (S) e Maranhão (G).
Gols: Madson (10-1); Fabão (14-2), Henrique (21-2) e Ganso (40-2).

SANTOS
Douglas; Pará, Adaílton (Paulo Henrique), Fabão e Léo; Roberto Brum, Rodrigo Souto, Róbson (Paulo Henrique Lima) e Madson; Roni (Bolaños) e Kléber Pereira.
Técnico: Serginho Chulapa (interino)

GUARANI
Douglas, Maranhão, Augusto, Plínio e João Paulo; Gláuber (Itaqui), Claudiney Rincón, Bruno e Mário César (Dairo); Cléverson (Chiquinho) e Henrique.
Técnico: Luciano Dias



Santos recebe Vágner Mancini com vitória sobre o Guarani

Aos olhos de Vágner Mancini, que será apresentado nesta segunda-feira como seu novo técnico, o Santos reencontrou-se com a vitória no Campeonato Paulista depois de três rodadas, ao bater o Guarani por 3 a 1, neste domingo à noite, na Vila Belmiro. O triunfo levou os anfitriões ao quinto lugar, com 13 pontos, e derrubou os bugrinos, que não ganham há seis jogos, para o 16º, com 8 pontos.

Contratado para o lugar de Márcio Fernandes, demissionário após a derrota para o Marília, na última quinta-feira, Mancini foi liberado pelo Vitória e assinou contrato neste domingo. Assistiu à partida dos camarotes e viu um time que recuperou o volume ofensivo dos primeiros jogos do Estadual e poderia ter vencido por mais não fossem as falhas nas finalizações.

A desorganização do sistema defensivo do Guarani foi um convite para a reabilitação do Santos, comandado pelo interino Serginho Chulapa. Mal marcados, os meias Róbson e Madson encostaram com muita facilidade nos atacantes Roni e Kléber Pereira.

O primeiro ataque já mostrou a fragilidade do adversário: aos 10min, Roni cruzou para trás e Madson apareceu nas costas do lateral-direito Maranhão para marcar seu primeiro gol com a camisa santista. O placar só não foi maior na primeira etapa porque Róbson perdeu uma chance sem goleiro e Kléber Pereira acertou o travessão.

O Guarani não soube aproveitar os desfalques da defesa santista, que não contou com Fábio Costa e Fabiano Eller, suspensos por terem ido às vias de fato no intervalo do jogo em Marília, e ainda perdeu Adaílton, contudido com nove minutos de jogo.

Substituto de Eller, Fabão “achou” o segundo gol aos 14min da etapa final, de canela, após saída errada do goleiro Douglas em cobrança de escanteio. O Santos, que já tinha voltado do intervalo em ritmo mais lento, acomodou-se e foi castigado em pouco tempo: aos 21min, Henrique completou bom cruzamento de Maranhão e diminuiu. A reação, no entanto, parou por aí: aos 40min, o garoto Paulo Henrique Lima acertou um belo chute no ângulo e fechou o marcador.