Once Caldas 2 x 1 Santos (2 x 3 nos pênaltis)

Data: 21/07/1998, terça-feira, 21h00.
Competição: Copa Conmebol – Oitavas de final – 2º jogo
Local: Estádio Palogrande, em Manizales, na Colômbia.
Público: 20.311
Renda: 120.578,00 pesos
Árbitro: Paolo Borgosano (Venezuela)
Cartões amarelos: Congo, Forondo (OC); Argel, Athirson, Zetti, Jorginho, Élder e Jean (S).
Gols: Jorginho (08-1); Valentierra (19-2, de pênalti) e Padilla (10-2).

ONCE CALDAS
Henao; Lemus, Villegas, Foronda e Moreno; Padilla, Velásquez (Moreno), Salcedo (Quizena) e Valentierra; Congo e Galván (Otero).
Técnico: Javier Álvarez

SANTOS
Zetti; Anderson, Argel, Jean e Athirson; Claudiomiro (Élder), Narciso, Jorginho e Lúcio (Baez); Fernandes e Adiel (Alessandro).
Técnico: Émerson Leão



Santos joga por empate na Conmebol

A marcação forte será a estratégia do técnico Emerson Leão, do Santos, para obter pelo menos um empate hoje, às 21h, contra o Once Caldas, em Manizales (Colômbia), e garantir uma vaga para a segunda fase da Copa Conmebol.

O Santos venceu o Once Caldas no primeiro confronto, na última quarta-feira, na Vila Belmiro, por 2 a 1, e só será eliminado se perder por diferença de dois gols ou mais. Caso perca por um gol de diferença, a decisão será nos pênaltis.

O jogo deve marcar o retorno do goleiro Zetti, após dois meses afastado por problemas nos joelhos. O time não terá o atacante Viola, suspenso devido a expulsão. Lúcio e Adiel formam o ataque.



Santos decide punir Viola por expulsão ( Em 23/07/1998 )

Segundo a comissão técnica, o atacante teria provocado sua expulsão na quarta, contra o Once Caldas, pela Conmebol. Viola teria perdido o prazo para se vacinar contra a febre amarela, exigência para a entrada na Colômbia, onde o Santos faria o jogo de volta. A punição será definida amanhã.