Paulista 1 x 1 Santos

Data: 03/02/2008, domingo, 18h10.
Competição: Campeonato Paulista – 1ª fase – 6ª rodada
Local: Estádio Jayme Cintra, em Jundiaí, SP.
Público: 5.720 pagantes
Renda: R$ 82.000,00
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Auxiliares: Osny Antonio Silveira e Marco Antonio de Andrade Motta Júnior
Cartões amarelos: Domingos (S) e Dema (P).
Cartão vermelho: Domingos (S)
Gols: Alemão (33-1) e Thiago Tremonte (37-1).

PAULISTA
Adinam; Bruno Ribeiro, Dema, Diego Padilha e Eduardo; Réver, Jairo, Ricardinho e Marco Aurélio (Devas); Marcelo Toscano (Júlio César) e Thiago Tremonte.
Técnico: Giba

SANTOS
Fábio Costa; Betão, Domingos e Adaílton; Filipi, Marcinho Guerreiro, Rodrigo Souto, Luiz Henrique (Rodrigo Tabata) e Carleto; Tiago Luís (Moraes) e Alemão (Renatinho).
Técnico: Emerson Leão



Paulista e Santos empatam e mantêm agonia na tabela

Paulista e Santos continuam em situação complicada no Campeonato Paulista. Na noite deste domingo, no estádio Jaime Cintra, em Jundiaí, as duas equipes apenas empataram por 1 a 1 e seguem na zona de rebaixamento da competição. O time da Baixada Santista com cinco pontos e o do interior com quatro.

O resultado aumenta a pressão sobre o técnico Emerson Leão no Santos. Afinal, até o momento, em seis rodadas, o time conquistou apenas uma vitória (outros dois empates e três derrotas). O treinador, porém, conta com o apoio do presidente Marcelo Teixeira, o que não evita o clima complicado para o comandante.

Do lado do Paulista, o técnico Giba fez a sua estréia no comando da equipe. Se não conseguiu melhorar a situação do time na tabela de classificação, ao menos manteve invencibilidade contra os grandes times do estado atuando em casa. A última derrota aconteceu em 30 de abril de 1986, por 2 a 0, para o São Paulo.

O início da partida em Jundiaí deixou claro o motivo de as duas equipes estarem em situação complicada na tabela de classificação. Fraco tecnicamente, o começo do primeiro tempo foi marcado pelos excessivos chutões e pouca criatividade.

Aos poucos, no entanto, Paulista e Santos conseguiram criar algumas chances de perigo. E quem saiu na frente foi a equipe da Baixada Santista. Aos 33min, Rodrigo Souto fez boa jogada pela esquerda e cruzou na cabeça do jovem Alemão, 18 anos, que marcou seu primeiro gol pelo time profissional.

Mas a alegria santista não durou muito tempo. Aos 37min, Bruno Ribeiro fez bom cruzamento da direita, a zaga santista não cortou e a bola sobrou para o atacante Thiago Tremonte. Sem marcação, o jogador dominou e tocou na saída do goleiro Fábio Costa, que minutos depois evitou o gol da virada.

O ritmo eletrizante do final da primeira etapa não continuou no segundo tempo. As duas equipes voltaram sem alterações e sem a mesma força. Independentemente disso, o Paulista teve as melhores chances. Uma com Thiago Tremonte, de dentro da área, e outra em chute de Eduardo de longa distância. Aos 32min, o goleiro Fábio Costa ainda salvou o time da derrota ao defender chute de Júlio César.

Na próxima rodada do Campeonato Paulista, o Santos joga em casa. O time da Baixada Santista recebe o Marília na Vila Belmiro, na quinta-feira, às 20h30. No dia anterior, às 19h30, o Paulista atua mais uma vez no estádio Jaime Cintra, em Jundiaí. O adversário da vez será a Portuguesa.