Santos embarca para Europa onde disputaria e conquistaria o IV Torneio Internacional de Paris.

Criado em 1957 para celebrar o 25º aniversário do Racing Paris, o Torneio Internacional de Paris é uma competição disputada anualmente durante dois dias na pré-temporada européia no Estádio “Parc des Princes” e já teve um total de 29 edições até 1993, quando foi realizado pela última vez. Contando com a participação de clubes e mesmo de seleções de todas as partes do mundo, a competição já foi vencida por times brasileiros em sete oportunidades.

O Santos FC foi convidado em quatro edições (60, 61, 62 e 64), sagrando-se campeão em duas oportunidades.

Santos e Fluminense levantaram a taça duas vezes cada, respectivamente nos anos de 1960 e 1961 e 1976 e 1987. O Vasco da Gama (1957), o Botafogo (1963) e o Atlético Mineiro (1982) também já conquistaram o torneio.

O Santos FC foi bi-campeão com vitórias contundentes contra times europeus. Em 1960, jogou contra o Stade de Reims (França) e o Racing Club (França), duas belas vitórias e exibições de gala que encheram os olhos do público francês. O grande artilheiro Pepe, dizia que encontrou na França uma grande legião de admiradores, graças ao seu portentoso “canhão”. Em seu livro, “Bombas de alegrias”, Pepe afirma que sempre que havia uma falta a ser batida o público delirava e gritava: Pepê… Pepê… Pepê, não importando para quem seria a falta…

Participantes:
Santos FC (Brasil)
Stade de Reims (França)
Racing Club de France (França)
CDNA Sofia (Bulgaria)

Semifinais
Data
Ficha Técnica
Local
Vídeo
07/06/1960
Parc des Princes
07/06/1960
Racing Paris 2 x 0 CDNA Sofia
Parc des Princes
N/D


Decisão de 3º Lugar
Data
Ficha Técnica
Local
Vídeo
09/06/1960
CDNA Sofia 1 x 1 Stade Reims
Parc des Princes
N/D


Final
Data
Ficha Técnica
Local
Vídeo
09/06/1960
Parc des Princes

Classificação Final:

1º Santos FC – campeão
2º Racing Paris – vice-campeão
3º CDNA Sofia
4º Stade Reims



Créditos:
– Site RSSSF (The Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation)
– Historiador santista Guilherme Nascimento.
– Imagens: Acervo da TV Tupi.
– Foto: Site do Milton Neves.