Portuguesa 2 x 0 Santos

Data: 16/01/2008, quarta-feira, 21h45.
Competição: Campeonato Paulista – 1ª fase – 1ª rodada
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo, SP.
Público: 11.904 pagantes
Renda: R$ 189.270,00
Árbitro: Rodrigo Braghetto
Auxiliares: Carlos Augusto Nogueira Junior e Maria Eliza Correia Barbosa
Cartões amarelos: Carlos Alberto, Preto, André Luís e Dias (P); Marcinho Guerreiro e Wesley (S).
Cartão vermelho: Dias (P)
Gols: Christian (12-1) e Marcelo Faria (38-2).

PORTUGUESA
André Luís; Patrício, Erick, Bruno Rodrigo e Osmar; Dias, Carlos Alberto (Júlio Santos), Marco Aurélio e Preto; Diogo (Ramon) e Christian (Marcelo Faria).
Técnico: Vagner Benazzi

SANTOS
Fábio Costa; Filipi, Evaldo, Betão e Kleber (Carlinhos); Adriano, Marcinho Guerreiro e Rodrigo Tabata (Vítor Júnior); Wesley, Renatinho (Moraes) e Kléber Pereira.
Técnico: Emerson Leão



Desencontrado, Santos perde para Lusa na estréia do Paulista

Sem ritmo de jogo e entrosamento, o Santos foi derrotado pela Portuguesa por 2 a 0 na noite desta quarta-feira, no Morumbi, na estréia das duas equipes no Campeonato Paulista.

Os times foram ao gramado com desfalques em relação às formações que treinaram para o confronto. A Lusa perdeu o lateral Juninho Goiano, que teve um problema estomacal e deu lugar a Osmar, enquanto o atual campeão foi desfalcado por Rodrigo Souto, que sentiu dores musculares e abriu espaço para Adriano.

O confronto na capital paulista representou o reencontro do campeão que provocou o rebaixamento de um rival há dois anos. O Santos garantiu o título estadual de 2006 na última rodada ao vencer a Portuguesa e mandá-la para a segunda divisão, de onde saiu no ano passado como campeã.

“Turbinada” pelas lembranças de um ano de 2007 praticamente impecável, quando conseguiu retornar à elite do Campeonato Brasileiro com o terceiro lugar na Série B além de erguer o troféu da divisão de acesso o Estadual, a Lusa decidiu partir para cima do adversário.

Os primeiros minutos reservaram certo desconforto para o time de Emerson Leão, que reestreou no comando do clube litorâneo, em sua terceira passagem pela Vila Belmiro. O experiente Christian e o novato Diogo levaram perigo à dupla de zaga Betão-Evaldo.

Sem ritmo, o Peixe tentava tocar a bola e esfriar a temperatura do duelo. Principalmente com o lateral Kleber, que foi substituído por Carlinhos ainda no primeiro tempo em função de uma lesão muscular.

Antes disso, a Lusa chegaria ao gol de Fábio Costa após falha de marcação em cobrança de escanteio. E mais tarde, sem o ala canhoto, a equipe perdia em qualidade. Mesmo assim conseguiu boas chances com o jovem Wesley.

O segundo tempo foi como o final do primeiro: com o Peixe pressionando, mas sem sucesso. Leão inclusive optou por trocar Renatinho por Moraes, autor do gol do título paulista de 2007.

Mas a substituição não surtiu efeito, com o jovem tendo poucas chances de tocar na bola. Para piorar, Vagner Benazzi reforçou a marcação da Lusa e conseguiu evitar o empate, ampliando a vantagem em uma falha de marcação santista.

Depois desta quarta-feira, a Portuguesa volta a campo no sábado, contra o Ituano, no estádio Novelli Jr. Já o Alvinegro praiano recebe o Palmeiras, na Vila Belmiro, para o primeiro clássico do Paulista-2008.