Santos 2 x 2 Ponte Preta

Data: 06/04/2008, domingo, 16h00.
Competição: Campeonato Paulista – 1ª fase – 19ª rodada (última)
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 4.449 pagantes
Renda: R$ 51.245,00
Árbitro: Eduardo César Coronado Coelho
Auxiliares: Carlos Augusto Nogueira e Gilberto Corrale
Cartões amarelos: Hudson, Kléber Pereira (S); Wanderley (P)
Gols: Kléber Pereira (10-1) e Luís Ricardo (35-1); Renato (14-2) e Renatinho (45-2).

SANTOS
Douglas; Marcelo, Fabão e Evaldo (Renatinho); Filipi, Adoniran, Hudson, Rodrigo Tabata (Moraes) e Carleto; Quiñonez e Kléber Pereira.
Técnico: Emerson Leão

PONTE PRETA
Aranha; César, Jean e Eduardo Arroz; Deda, Bilica, Renato (Ricardo Conceição), Vicente e Elias; Luís Ricardo (Danilo)e Wanderley.
Técnico: Sérgio Guedes



Ponte Preta empata na Vila e vai à semifinal do Paulista

A Ponte Preta cedeu um empate por 2 a 2 ao Santos neste domingo (6), na Vila Belmiro, chegou aos 35 pontos e avançou às semifinais do Campeonato Paulista beneficiada por uma derrota por 3 a 2 do Corinthians para o Noroeste.

Com o resultado conquistado na Baixada Santista, o clube de Campinas fechou a classificação na quarta colocação e agora vai encarar o Guaratinguetá em luta por vaga na decisão do Estadual.

Na tentativa de se despedir do Paulista com mais uma vitória após a série invicta que protagonizou nas últimas rodadas, Emerson Leão escalou Kléber Pereira como o único titular nesta tarde.

O restante da equipe já havia embarcado para o México, palco do duelo com o Chivas pela Libertadores nesta semana.

E a decisão de Leão acabou dando certo, pelo menos nos primeiros momentos da partida. Foi do centroavante o gol que abriu o placar na Vila em uma tarde de muita chuva no litoral paulista.

O jogador recebeu assistência de Rodrigo Tabata dentro da área e chutou firme para fazer o seu 13º gol no Paulista e consolidar-se como o artilheiro da competição até agora.

O primeiro tempo ainda reservaria o gol de empate da Ponte Preta, que foi a campo com time titular em busca da vitória que lhe garantiria matematicamente entre os quatro melhores do Estado.

Luís Ricardo, aos 35min, tabelou, recebeu a bola de volta dentro da área e chutou na saída do jovem Douglas.

A Ponte Preta voltou melhor do intervalo, aproveitando a falta de entrosamento da jovem formação santista.

O meia Renato bateu falta aos 14min e colocou a bola nas redes para mais tarde ser substituído por Ricardo Conceição na intenção do técnico Sérgio Guedes de segurar o resultado na base da marcação.

Já nos acréscimos, Renatinho aproveitou sobra dentro da área e, na pequena área, empurrou a bola para as redes para empatar a partida.