Ipatinga 1 x 1 Santos

Data: 20/08/2008, quarta-feira, 22h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 21ª rodada
Local: Estádio Municipal João Lamego Netto, o Ipatingão, em Ipatinga, MG.
Público: 1.086 pagantes
Renda: R$ 8.640,00
Árbitro: Wagner Tardelli Azevedo (SC)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Claudemir Maffessoni (SC).
Cartões amarelos: Henrique (I)
Gols: Cuevas (37-2) e Henrique (39-2).

IPATINGA
Fernando, Márcio Gabriel, Patrick (Léo Oliveira), Gian (Augusto Recife), e Beto; Henrique, Leandro Salino, Luís Fernando (Luciano Mandi) e Sandro Manoel; Kempes e Ferreira.
Técnico: Ricardo Drubscky

SANTOS
Douglas; Dionísio, Fabiano Eller, Domingos e Kleber (Carleto); Brum, Wendel, Bida e Robinho (Paulo Henrique); Lima (Cuevas) e Kléber Pereira.
Técnico: Márcio Fernandes



Ipatinga e Santos empatam por 1 a 1 no duelo dos piores do Brasileiro

Ipatinga e Santos empataram por 1 a 1, nesta quarta-feira, em Minas, e demonstraram por que figuram nas duas últimas colocações do Campeonato Brasileiro.

Em um jogo tecnicamente fraco, os times deixaram o Ipatingão cabisbaixos. Não é para menos: o time mineiro segue na lanterna, 17 pontos, dois pontos atrás do Santos, penúltimo colocado.

O primeiro tempo evidenciou o posicionamento das equipes na tabela do Brasileiro. Santos e Ipatinga criaram boas chances na etapa inicial, mas falhavam nos arremates.

Com maior controle de jogo, o Santos teve duas excelentes oportunidades de abrir o placar, com Lima, que chutou no travessão, e Kleber Pereira, em chegada com perigo na área rival.

Recheado de jogadores com pouca rodagem no Santos, o time paulista apresentou falta de entrosamento. Estreante no Santos, o meio-campista Bida contribuiu ofensivamente, sendo o principal destaque do time. Já o meia Robinho ainda ressentiu de melhor condicionamento físico, após longo tempo afastado por lesão.

Um dos poucos medalhões do Santos em campo, o lateral-esquerdo Kleber deixou o campo na segunda etapa com uma lesão no tornozelo direito e é dúvida para o compromisso diante do Cruzeiro, no final de semana, na Vila.

Sem qualquer criação de jogadas no ataque, os times apostaram em jogadas pelo alto na área e em lances de bola parada. E foi no “chutão” que o Santos abriu o placar.

Em um chute da defesa santista diretamente para o ataque, o zagueiro do Ipatinga Léo Oliveira recuou erradamente. Esperto, Cuevas se antecipou para marcar.

Não houve nem tempo para comemoração. Na saída de bola após o gol, o Ipatinga conseguiu escanteio. Na batida, Henrique aproveitou rebote e empatou o duelo.

Nos acréscimos, Kleber Pereira por pouco não recoloca o Santos em vantagem, mas Fernando executou grande defesa.