Santos 1 x 0 Guaratinguetá

Data: 28/01/2007, 18h10.
Competição: Campeonato Paulista – 1ª fase – 5ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 7.404 pagantes
Renda: R$ 78.112,00
Árbitro: Rodrigo Martins Cintra
Auxiliares: Dante Mesquita Júnior e Marco Antônio de Andrade Motta Júnior
Cartões amarelos: Rodrigo Tabata e Pedro (S); Alexandre Pedalada (G).
Cartão vermelho: Carlinhos (G)
Gols: Zé Roberto (30-2).

SANTOS
Fábio Costa; Pedro, Ávalos, Domingos e Kléber; Maldonado, Rodrigo Souto, Rodrigo Tabata (Cléber Santana) e Pedrinho (Zé Roberto); Jonas (Fabiano) e Rodrigo Tiuí.
Técnico: Wanderley Luxemburgo

GUARATINGUETÁ
Edson Bastos; Carlinhos, Rafael Pedro e Jeci; Geovane, Magal, Ale, Leandro (Alexandre Pedalada), Nenê (Tobi) e Galego; Sandro Goiano (Vagner Carioca).
Técnico: Carlos Rabelo.



Santos vence Guaratinguetá e dispara na liderança do Paulista

O Santos venceu neste domingo o Guaratinguetá por 1 a 0, no estádio da Vila Belmiro, e manteve os 100% de aproveitamento no Campeonato Paulista-2007.

O triunfo de hoje foi o quinto consecutivo do time do técnico Vanderlei Luxemburgo –antes havia vencido Barueri, São Caetano, Sertãozinho e Bragantino.

O Santos tem um jogo a mais no Estadual pois não participará da rodada do meio de semana, já que na quarta-feira encara o Blooming, na Bolívia, pela seletiva da Taça Libertadores.

Com o resultado, o time da Vila Belmiro chegou a 15 pontos e disparou na liderança do Estadual, agora ficando cinco pontos à frente de Noroeste, São Paulo e Palmeiras, que estão logo a seguir.

Luxemburgo escalou um time ofensivo nesta tarde, já promovendo a estréia do meio-campista Pedrinho, que acertou sua transferência para o clube na última sexta-feira.

Pedrinho atuou no meio ao lado de Rodrigo Tabata, com Jonas e Rodrigo Tiuí formando dupla de ataque. Luxemburgo optou por poupar os meio-campistas Cléber Santana e Zé Roberto, que começaram o jogo no banco de reservas.

O jogo

Após um início disperso, o Santos criou sua primeira boa chance de gol somente aos 17min, quando Jonas tabelou com Rodrigo Souto e chutou forte, mas Édson Bastos fez boa defesa.

Mas o time não fazia uma boa atuação e chegou a passar por alguns apuros na primeira etapa. Em um deles, aos 22min, Nenê entrou dentro da área pela esquerda, mas foi interceptado pelo goleiro Fábio Costa na hora do chute.

O time da Vila Belmiro evoluiu no fim da primeira etapa, e aos 41min, Rodrigo Tabata cruzou da esquerda, mas Rodrigo Tiuí, livre, cabeceou mal. Três minutos depois, Domingos chutou de fora da área para boa defesa de Édson Bastos.

O Santos melhorou no segundo tempo e criou ótima chance logo aos 4min, com Pedrinho arriscando de fora da área, mas a bola novamente foi defendida pelo goleiro do Guaratinguetá.

Não contente com o rendimento de sua equipe, o técnico Vanderlei Luxemburgo fez três alterações: tirou Pedrinho, Rodrigo Tabata e Jonas para as entradas de Cléber Santana, Zé Roberto e Fabiano.

O rendimento da equipe aumentou, e o Santos marcou o gol da vitória aos 30min. Zé Roberto recebeu bola na direita e chutou para mais uma boa defesa de Édson Bastos, mas na seqüência do lance Kléber cruzou na cabeça do mesmo Zé Roberto, que estufou as redes: 1 a 0, placar que seria administrado até o final.