Santos 0 x 2 São Bento

Data: 17/02/2007, sábado, 18h10.
Competição: Campeonato Paulista – 9ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 9.721 pagantes
Renda: R$ 113.868,00
Árbitro: Claudinei Forati Silva
Auxiliares: Maurício Machado Ferronato e Alberto Poletto Masseira
Cartões amarelos: Kléber (S); Ferdinando, Cléber, Vanderson e Dênis (SB).
Gols: Roberto Santos (43-2) e Sérgio Júnior (47-2).

SANTOS
Fábio Costa; Dênis (Rodrigo Tabata), Adaílton, Antônio Carlos e Kléber; Maldonado, Cléber Santana, Pedrinho e Zé Roberto, Marcos Aurélio (Jonas) e Rodrigo Tiuí (Fabiano).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

SÃO BENTO
Rafael, Cléber, Ferdinando (Emerson), Claudinei e Vanderson; Tiago Almeida (Lourenço), Everton, Dênis e Davi (Michel); Washington e Sérgio Júnior.
Técnico: Freddy Rincón.



Santos joga mal e perde a primeira no Paulista

O Santos jogou mal, não foi criativo e foi derrotado pelo São Bento em partida válida pela nona rodada do Campeonato Paulista de 2007. Na Vila Belmiro, o clube alvinegro perdeu por 2 a 0 neste sábado com dois gols nos minutos finais. Apesar do resultado, o primeiro revés do ano, a equipe do litoral mantém-se na primeira posição do torneio, com 22 pontos.

No entanto, o time comandado por Vanderlei Luxemburgo é seguido agora pelo São Paulo, que venceu e chegou aos 21 pontos. O São Bento chega aos nove pontos e vai à 13ª posição.

O Santos foi ainda beneficiado por um resultado da nona rodada da competição. O São Caetano, que era a única equipe que poderia igualar o número de pontos santista neste sábado de Carnaval, perdeu para o Noroeste por 5 a 2.

Para o treinador Vanderlei Luxemburgo, a falta de concentração foi o principal motivo da derrota. Segundo o técnico, a série de vitórias relaxou a equipe para o jogo diante do São Bento. “É normal, você vai tendo vários resultados positivos e isso vai deixando o time mais leve. De repente, você pega um adversário que marca mais e você é surpreendido e perde”, declarou.

A partida marcou um reencontro inusitado na Vila Belmiro. O colombiano Freddy Rincón, técnico do São Bento, trava uma batalha jurídica com o time alvinegro. O ex-jogador santista está proibido de freqüentar o clube do litoral paulista por mover contra ele uma ação trabalhista, pedindo R$ 12 milhões na Justiça por quebra unilateral de contrato, quando saiu da equipe, em 2001.

Antes do jogo, cogitava-se que Vanderlei Luxemburgo colocaria em campo um time misto em virtude da estréia santista na Libertadores. No entanto, o clube alvinegro entrou em campo com todos os seus titulares, inclusive com o lateral-direito Dênis, que retornou após ficar meses parado devido a uma lesão.

O Santos inicia sua busca pelo tricampeonato da Copa Libertadores da América na quinta-feira. Às 00h15 (horário de Brasília), dia 22 de fevereiro, a equipe comandada por Vanderlei Luxemburgo estréia no principal torneio continental diante do Deportivo Pasto, na Colômbia.

Na partida deste sábado, o Santos começou com maior posse de bola, adotando uma postura ofensiva, mas pouco assustou o São Bento na primeira etapa. Mais objetivo, a equipe de Sorocaba teve as melhores chances no tempo inicial: uma bola na trave, chutada por Tiago Almeida, e um lance com Sérgio Júnior, que arrematou para ótima defesa de Fábio Costa.

O desempenho do ataque santista parece não ter agradado o treinador Luxemburgo. No intervalo, o técnico trocou a dupla ofensiva da equipe. Colocou Jonas e Fabiano nos lugares de Rodrigo Tiuí e Marcos Aurélio. O Santos continuou sem criatividade e com dificuldade para armar jogadas ofensivas.

Sem ameaçar, o Santos foi surpreendido no fim e levou dois gols. Os atacantes Roberto Santos, aos 43min, e Sérgio Júnior, aos 47min, fizeram para o clube de Sorocaba.