Santos 1 x 0 Remo

Data: 14/08/1994, domingo, 16h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – Grupo C – 1ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 9.937 pagantes
Renda: R$ 60.957,00
Árbitro: Léo Feldman (RJ)
Cartões amarelos: Dinho, Júnior, Edinho, Silva, Neto e Cerezo (S); Marcelo, Serginho e Wânder (R).
Cartões vermelhos: Marcelo (R, 27-1); Demétrios (S, 47-1).
Gol: Paulinho Kobayashi (14-2).

SANTOS
Edinho; Índio, Júnior, Narciso e Silva; Dinho, Gallo, Neto e Paulinho Kobayashi (Cerezo); Macedo e Demétrios.
Técnico: Serginho Chulapa

REMO
Clêmer; Marcelo, Belterra, Fábio, Cléberton e Serginho; Helinho, Rogerinho e Mazinho (Wânder); Mauro e Alencar (Júnior).
Técnico: Valdemar Carabina



Santos vence na estréia de Neto; Edinho pega pênalti

O Santos venceu o Remo por 1 a 0 ontem à tarde na Vila Belmiro. O goleiro Edinho evitou o empate defendendo um pênalti.

O gol da vitória santista foi marcado por Paulinho Kobayashi, aos 14min do segundo tempo, aproveitando um cruzamento do estreante Neto.

As chances de gol ficaram restritas a três chutes de Neto, defendidos pelo goleiro Clemer.

Tanto Macedo pela direita, quanto Paulinho Kobayashi pela esquerda, atuaram isolados.

Aos 47min, o juiz Léo Feldman expulsou o atacante Demétrios, do Santos, após cometer falta por trás no zagueiro Flávio.

No segundo tempo, empurrado por quase 10 mil torcedores, o Santos voltou marcando sob pressão. A falta de um centroavante dificultava as finalizações.

Aos 14min, Neto fez um cruzamento. A bola foi desviada de cabeça pelo zagueiro Júnior e Paulinho Kobayashi marcou.

Dois minutos depois, o goleiro Edinho cometeu pênalti no atacante Mazinho. O meio-campista Mauro bateu na direita e Edinho conseguiu defender, desviando para escanteio.



Neto é a atração do Santos contra o Remo ( Em 14/08/1994 )

O Santos estréia hoje no Campeonato Brasileiro colocando sua esperança de uma boa campanha em Neto, o novo dono da camisa 10. O jogo é contra o Remo, às 16h, na Vila Belmiro.

Para Serginho, que faz sua primeira partida como técnico em um Campeonato Brasileiro, a contratação de Neto significa que “hoje o time tem um jogador que pode decidir uma partida”.

Neto atuará sem preocupações de marcação no meio-campo. Nos dez dias em que treinou na Vila, ele realizou apenas um treinamento coletivo no time titular.

Para Serginho, a habilidade de Neto pode suplantar a sua falta de entrosamento. “Acima de tudo, ele é um jogador inteligente, que sabe se colocar bem”, disse.

“Se depender de mim, os santistas terão muitas alegrias”, afirmou Neto. “Minha motivação é enorme.”

O número de passes errados nos dois últimos jogos contra o Corinthians, pelas finais da Copa Bandeirantes, levou Serginho a pedir mais atenção à equipe.

Para hoje, ele acredita que este defeito seja solucionado com a volta do volante Dinho.

O jogador ficou fora da Copa Bandeirantes por causa de uma contusão. “Procurarei liberar Neto e Paulinho Kobayashi para atuarem apenas com preocupações ofensivas”, disse Dinho.

Além da estréia de Neto e do retorno de Dinho, Serginho deve mudar dois jogadores na defesa. Maurício Copertino deve perder a condição de titular da zaga. Em seu lugar, deve entrar Narciso.

O jogador foi muito elogiado por Serginho no empate de 1 a 1 frente ao Corinthians, quinta-feira. “Ele mostrou muita personalidade, tomando conta da posição”.

Na lateral esquerda, Rocha –contratado junto ao Guarani– deve estrear no lugar de Silva. Com essas mudanças, Serginho quer melhorar o setor mais fraco da equipe.