Goleiros:
Rafael Cabral Barbosa
Mario Lúcio Duarte Costa (Aranha)
Vladimir Orlando Cardoso de Araújo Filho
Laterais:
Fucile
Leonardo Lourenço Bastos
Maranhão
Zagueiros:
Edu Dracena
Durval
Bruno Rodrigo
Volantes:
Arouca
Henrique
Adriano
Anderson Carvalho
 
Meias:
Ganso
Íbson
Felipe Anderson
Gerson Magrão
 
Atacantes:
Borges
Neymar
Renteria
Dimba
Técnico / Auxiliar técnico:
Muricy
Tata



Elenco:

G – Rafael Cabral Barbosa
G – Mario Lúcio Duarte Costa (Aranha)
G – Vladimir Orlando Cardoso de Araújo Filho

LD – Jorge Ciro Fucile Perdomo
LE – Leonardo Lourenço Bastos (Léo)
LE – Juan Maldonado Jaimez Júnior
LD, LE, V – Marcos Rogério Ricci Lopes (Pará) / LD – Manoel Messias Barbosa da Silva (Maranhão)

Z – Eduardo Luiz Abonízio de Sousa (Edu Dracena)
Z – Severino dos Ramos Durval da Silva
Z – Bruno Rodrigo Fenelon Palomo
Z – Vinicius Simon

V – Marcos Arouca da Silva
V – Henrique Pacheco de Lima
V – Adriano Bispo dos Santos
V – Anderson de Carvalho Santos

M – Paulo Henrique Chagas de Lima (P.H. Ganso)
M – Elano Ralph Blumer
M – Ibson Barreto da Silva / L, V, M – Gerson Alencar de Lima Júnior (Gerson Magrão)
M – Felipe Anderson Pereira Gomes

A – Humberlito Borges Teixeira
A – Neymar da Silva Santos Júnior
A – Alan Kardec Júnior
CA – Wason Libardo Renteria Cuesta
A – Marcos Vinícius Gomes de Lima (Dimba)

T – Muricy Ramalho
AT – Mário Felipe Perez (Tata)



Histórico:

O Santos confirmou em 23/04 uma alteração na lista de jogadores inscritos para a disputa das oitavas de final da Libertadores. Pouco aproveitado ao longo da temporada, o lateral-direito Maranhão ganhou a vaga de Pará, que foi emprestado para o Grêmio, e assumiu a camisa 21 da equipe na competição continental.

Em 15/05, com a liberação do meia Ibson para o Flamengo (em troca pelo lateral direito Rafael Galhardo e pelo zagueiro David Braz) o Santos inscreveu Gérson Magrão com a camisa 18. Seu clube anterior foi o Dínamo de Kiev da Ucrânia e ele veio por empréstimo até o final de 2012. O polivalente jogador (lateral, volante e meia) ficou a disposição de Muricy nas Quartas de final contra o Vélez Sarsfield.

A liberação de Íbson foi muito criticada por parte da torcida do Santos pelo motivo de ele ser titular (revezando com Elano), por estar o Clube em meio a disputa da competição e pelo fato de os dois atletas do Flamengo (Galhardo e David Braz) não poderem sequer ser inscritos, uma vez que já constavam na lista de jogadores do clube carioca na Libertadores.