Internacional 1×0 Santos

Data: 27/09/2003, sábado, 16h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 33ª rodada
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, RS.
Público: 23.541 pagantes
Renda: R$ 189.202,00
Árbitro: Sérgio Cristiano Nascimento (RJ).
Auxiliares: José Cláudio Ramos (RJ) e Vilmar Raul (RJ).
Cartões amarelos: Claiton e Junior (I); Diego, Léo, Alex e Alexandre (S).
Gol: Diego (25-2).

INTERNACIONAL
Clemer; Sangaletti, André Cruz e Wilson; Élder Granja, Claiton, Flávio, Daniel Carvalho e Vinícius; Diego (Pedrinho) e Jeférson Feijão (Júnior).
Técnico: Muricy Ramalho

SANTOS
Fábio Costa; Reginaldo Araújo, Alex, André Luís e Léo; Alexandre (Jerri), Renato, Fabiano e Diego (Douglas); Robinho e William (Val Baiano).
Técnico: Emerson Leão



Inter vence Santos no Sul e atrapalha vida do time paulista rumo ao bi

O sonho do bicampeonato brasileiro ficou ainda mais distante para o Santos na tarde deste sábado. O alvinegro paulista foi a Porto Alegre e, no estádio Beira-Rio, não conseguiu segurar o Internacional. No final, 1 a 0 para os gaúchos.

Nem mesmo o retorno do meia Diego, que estava afastado da equipe havia duas rodadas devido à lesão, serviu para o Santos recuperar-se na competição após o baque sofrido com a derrota para o Cruzeiro. Já são três jogos sem vitória.

Com o resultado, o Santos se manteve na vice-liderança, com 59 pontos, mas deu chance para o Cruzeiro abrir oito pontos na corrida pelo título. Caso o time mineiro saia vitorioso na partida deste domingo, contra o Vitória, no Mineirão, o líder irá a 67 pontos na competição. O Inter reassumiu a quinta posição temporariamente, com 53 pontos.

Os gaúchos partiram para o ataque logo no início e quase surpreenderam a defesa do Santos, que foi muito mal na marcação durante a primeira etapa. Jéferson Feijão perdeu duas ótimas oportunidades de frente para o gol.

O árbitro carioca Sérgio Cristiano Nascimento ainda anulou dois gols santistas, sendo que em um deles, a marcação foi equivocada. Fabiano, em posição legal, aproveitou cobrança de falta rasteira de Alex, mas a arbitragem marcou impedimento de William, que não participara do lance.

No segundo tempo, o Santos se soltou mais em busca do gol, mas foi castigado por mais uma falha da defesa. Diego, aos 25min, dominou bola sozinho na grande área e fez o gol da vitória gaúcha.

O jogo

O Santos entrou perdido no campo. O time demorou a se acertar em campo. Com isso, o Internacional, que jogava em casa, partiu para o ataque e perdeu chances incríveis de marcar.

Aos 2min, Diego cruzou da direita, Alex não conseguiu tirar, Reginaldo Araújo falhou feio e a bola sobrou para Jeférson Feijão que, de frente para o gol, chutou no travessão de Fábio Costa. A bola subiu e estava voltando para o gol quando o goleiro santista se esticou e afastou o perigo.

O Santos, por sua vez, tentava chegar à área adversária. Aos 6min, Fabiano chutou cruzado da direita, dentro da área, mas a bola passou por cima do gol.

O atacante Jéferson Feijão voltou a perder grande chance, agora aos 13min. Ele recebeu cruzamento na entrada da área pelo lado direito e tocou na saída de Fábio Costa. A bola saiu à direita dos santistas.

O Santos poderia ter aberto o placar aos 19min, mas Robinho se precipitou. Fabiano invadiu a área pela direita, tocou para Robinho na entrada da área. O atacante não viu William abrindo livre pela esquerda e chutou mal para o gol.

Sem conseguir furar a defesa gaúcha, os paulistas tentaram resolver com chutes de fora da área. Primeiramente, Fabiano, aos 33min, chutou forte da esquerda, mas Clemer fez boa defesa. Depois, William, aos 44min, na direita, chutou por cima do gol.

O Santos pressionou no final da partida e conseguiu marcar dois gols, anulados pela arbitragem. Aos 43min, após boa troca de passes do ataque santista dentro da área, William, em posição irregular, empurrou a bola para o fundo da rede.

Mas, aos 46min, Fabiano aproveitou cobrança de falta rasteira e colocou o pé para fazer o gol santista. A arbitragem novamente, mas dessa vez equivocadamente, anulou o gol. Um dos auxiliar levantou a bandeira amrcando impedimento de William, que não participou do lance.

O Inter voltou para o segundo tempo assustando. Em lance antes do primeiro minuto da etapa final, Diego, na direita, recebeu bola e chutou cruzado. Fábio Costa se esticou e evitou o gol do time colorado.

Aos 8min, depois de tomar um pequeno sufoco do Santos, o Inter voltou a oferecer perigo. Daniel Carvalho fez boa jogada na intermediária e chutou forte, à esquerda de Fábio Costa, que se esticou e fez boa defesa.

Sabendo que o resultado não interessava, o técnico santista, Emerson Leão, resolveu arriscar aos 14min. Ele substituiu o meia Diego pelo atacante Douglas. Neste mesmo momento, o Santos desperdiçava chance de gol. William recebeu cruzamento da esquerda e, marcado por Clemer, cabeceou mal, para fora.

Aos 20min, Robinho fez boa jogada na entrada da área e chutou colocado no canto direito de Clemer, que pulou e evitou o gol santista. O atacante voltou a partir para cima da defesa adversária, aos 22min, mas chutou para fora.

O Inter se aproveitou da má marcação santista e abriu o placar aos 25min, Diego recebeu livre na grande área, teve tempo de girar e chutar. A bola desviou em André Luís e enganou Fábio Costa, que não conseguiu chegar na bola.

Aos 40min, o Santos perdeu a grande chance de sair de Porto Alegre com um ponto. Após boa jogada de Jerri, Val Baiano recebeu bola sozinho na esquerda, driblou Clemer e chutou para fora, com o gol aberto.