Santos 1 x 1 Guarani

Data: 08/10/2003, quarta-feira, 21h40.
Competição: Campeonato Brasileiro – 35ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 4.483 pagantes
Renda: R$ 50.783,00
Árbitro: Cleber Wellington Abade (SP)
Auxiliares: Márcio Luís Augusto (SP) e Emerson Augusto de Carvalho (SP).
Cartões amarelos: Fabiano (S); Nenê, Wágner e Bruno Quadros (G).
Cartão vermelho: André Luís (S).
Gols: Ruy (39-1); Alex (38-2).

SANTOS
Fábio Costa; Reginaldo Araújo (Fabiano), Alex, André Luís e Léo; Daniel, Renato, Elano (Jerri) e Diego; Robinho e William (Marcelo).
Técnico: Emerson Leão

GUARANI
Jean; Ruy, Bruno Quadros, Nenê e Alex; Glauber, Leandro Guerreiro, Rafael e Dinelson (Esquerdinha); Wágner e Rafael Silva (Rinaldo).
Técnico: Barbieri

Santos empata com o Guarani e fica ainda mais distante do bi

O sonho santista do bicampeonato nacional ficou mais distante. Exatamente 10 pontos mais distante. Nesta quarta-feira à noite, o Santos sofreu para empatar por 1 a 1 com o Guarani, na Vila Belmiro, e ainda viu o Cruzeiro bater o Flamengo no Mineirão.

Com os resultados, o time mineiro chegou aos 73 pontos, disparando ainda mais na liderança. O Santos soma 63. A equipe paulista ainda volta a ser ameaçada pelo Coritiba, que bateu o Goiás e também chegou aos 62.

Faltam 11 rodadas para o término do Campeonato Brasileiro, tendo cada equipe mais 33 pontos para disputar. Na próxima rodada, o time santista irá enfrentar o São Caetano, em São Caetano do Sul. Já o Cruzeiro faz o clássico contra o Atlético-MG.

Nesta quarta, o Santos não fez uma boa partida. Principalmente no primeiro tempo, quando saiu atrás. O time santista teve um gol não marcado. Após cabeçada de Alex, a bola bateu no travessão, no chão, dentro do gol, e saiu. A arbitragem mandou seguir.

No segundo tempo, com o Guarani muito bem fechado em sua defesa, o Santos mostrou pouca inspiração para empatar. E só com uma cobrança de falta de Alex, que ainda desviou na zaga do Guarani, o time da Vila chegou ao empate.

O jogo

O Santos começou perdido em campo. E o Guarani aproveitou para pressionar e criar boas chances. A primeira delas aos 7min. Leandro Guerreiro dominou com classe e bateu de muito longe. Fábio Costa ainda desviou e a bola carimbou o travessão.

O time campineiro continuou melhor em campo, chegando com facilidade até a área santista. Aos 10min, Rafael Silva cruzou na área, Reginaldo Araújo não conseguiu cortar e Dinélson bateu de primeira, por cima do gol.

O goleiro santista voltou a trabalhar aos 14min, após um forte chute de Alex de fora da área. Apenas por volta dos 15min que o Santos começou a equilibrar a partida, criando também boas alternativas de ataque.

A primeira boa chance santista aconteceu justamente aos 15min. Após boa troca de passes, William rolou para Elano na direita. O meia cortou um zagueiro e bateu forte, mas por cima do gol.

Aos 26min o time santista chegou a marcar. Após cruzamento na área, Alex pegou de cabeça. A bola bateu no travessão e caiu dentro do gol e saiu. A arbitragem, porém, não marcou.

O time santista cresceu em campo e passou a criar as melhores chances. Aos 35min, Diego chutou e Jean espalmou para escanteio. Um minuto depois, Elano cruzou e Robinho pegou mal de cabeça, perdendo boa oportunidade.

Aos 38min foi a vez de Robinho arriscar e Jean defender. E no minuto seguinte o Guarani abriu o placar. Ruy invadiu a área pela direita e bateu cruzado. Léo tentou cortar, mas apenas tocou na bola para tirar Fábio Costa da jogada.

O time santista ainda tentou partir para a pressão no final do primeiro tempo. Mas voltou a falhar nas finalizações, principalmente aos 42min. Diego deu lindo passe para Robinho, que tentou bater colocado mas errou o alvo.

Após o intervalo, o Santos esteve perto de empatar logo aos 5min. Após boa troca de passes, Diego rolou para Elano dentro da área. O meia novamente deu um corte seco em seu marcador e tentou bater colocado, jogando para fora do gol.

O Santos começou a arriscar mais, abrindo-se em campo. Aos 12min, Léo errou um passe no meio campo. Rafael roubou a bola e lançou Wágner, que tocou para Rafael Silva. O atacante demorou para concluir a jogada e Alex salvou o time santista.

Os dez minutos seguintes foram todos com o Santos tentando furar a marcação do Guarani, sem sucesso. O time campineiro voltou a chegar em dois contra-ataques, aos 22min e 24min, com Wágner e Rafael Silva. Ambos, porém, finalizaram mal.

O jogo ganhou um velocidade incrível, com o Santos buscando a área e errando no último passe para armar suas jogadas, e o Guarani aproveitando para contra-atacar com perigo.

Com o time santista insistindo nos erros, o Guarani continuou levando mais perigo. Aos 29min, Renato perdeu a bola, Alex aproveitou e bateu com muito efeito. Fábio Costa, com dificuldade, espalmou para escanteio.

O Santos foi perdendo a força até para tentar pressionar e ficar no campo de ataque. O time alvinegro só voltou a chegar com perigo aos 37min. Após cruzamento da direita, Fabiano, sozinho, pegou mal de cabeça e mandou para fora.

Um minuto depois, porém, o time santista chegou ao empate. Alex cobrou falta com força, de longe. A bola desviou num jogador do Guarani e tirou o goleiro Jean da jogada.