Santos 3 x 1 Vitória

Data: 05/11/2003, quarta-feira, 21h40.
Competição: Campeonato Brasileiro – 41ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 3.205 pagantes
Renda: R$ 38.999,00
Árbitro: Sérgio Cristiano Nascimento (RJ)
Auxiliares: Vilmar Raul (RJ) e Marcos Tadeu Penichi Nunes (RJ)
Cartões amarelos: André Luís e Robinho (S); Zé Roberto, Paulo Rodrigues e Dudu Cearense (V).
Gols: Alecsandro (15-2), Alex (18-2), Jerri (21-2) e Fabiano (38-2).

SANTOS
Fábio Costa; Neném (Douglas), Alex, André Luís e Léo (Reginaldo Araújo); Paulo Almeida, Renato, Elano e Fabiano; Robinho e William (Jerri)
Técnico: Emerson Leão

VITÓRIA
Juninho; Marcelo Heleno, Nenê e Marcos (Gilmar); Alex Santos, Ramalho, Dudu Cearense, Alessandro Azevedo e Paulo Rodrigues; Zé Roberto (Dionísio) e Alecsandro (Samir)
Técnico: Lori Sandri



Santos não brilha, mas vira para cima do Vitória

O Santos não reeditou o bom futebol das últimas apresentações e encontrou muitas dificuldades, mas passou pelo Vitória por 3 a 1, de virada, na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela 41ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, a equipe se mantém a seis pontos do líder Cruzeiro, que esta noite venceu o Grêmio. O time do técnico Emerson Leão soma 79 pontos, contra 85 dos cruzeirenses.

A equipe santista não perde no Brasileiro há oito jogos, com seis vitórias e dois empates. Além disso, venceu seus últimos cinco compromissos, superando Atlético-PR, Bahia, Coritiba, Corinthians e Vitória.

Já o Vitória, que permanece com 52 pontos ganhos, conhece a sua segunda derrota consecutiva de virada. No último domingo, a equipe saiu vencendo o Goiás por 3 a 0 no primeiro tempo, mas levou quatro gols na etapa complementar.

O Santos volta a jogar no próximo domingo, contra a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Já o Vitória busca a reabilitação diante de outra equipe campineira, o Guarani, no Barradão, em Salvador.

O jogo

A primeira chance clara de gol da partida foi santista, aos 9min. Depois de cobrança de escanteio da esquerda, Alex desviou e Juninho conseguiu fazer a defesa. A bola triscou na cabeça de William que, dentro da pequena área, não conseguiu empurrar para o gol.

Aos 20min, o Vitória abriu o placar, mas o árbitro Sérgio Cristiano Nascimento anulou corretamente. Paulo Rodrigues cobrou falta de longa distância, Fábio Costa rebateu mal e Zé Roberto, em posição de impedimento, empurrou para as redes.

A partida era aberta. Jogando em casa, o Santos mantinha mais a posse da bola e tinha como principal arma as jogadas pela esquerda, com Robinho. Já o Vitória tentava marcar forte no meio-campo e saía com velocidade, apostando nas jogadas pelas laterais.

Aos 34min, a equipe santista desperdiçou boa chance para marcar. Robinho aproveitou bobeira na saída de bola do Vitória, roubou de Marcelo Heleno na esquerda e rolou para Fabiano. O meia, livre, na entrada da área, chutou fraco, facilitando a defesa de Juninho.

Em contragolpe rápido, aos 36min, o Vitória perdeu gol feito. Alecsandro foi lançado nas costas da zaga, driblou Fábio Costas e bateu de pé esquerdo. No entanto, o chute saiu fraco e Paulo Almeida teve tempo para dominar e salvar o Santos.

O panorama da partida não mudou no segundo tempo, mas a bola parada virou uma arma para as duas equipes. Aos 6min, Alex arriscou cobrança de longa distância e Juninho conseguiu espalmar para escanteio. O troco baiano veio aos 11min, quando Zé Roberto cobrou falta frontal e Fábio Costa foi buscar no canto esquerdo.

Aos 15min, o Vitória abriu o placar. Dudu Cearense enfiou grande bola para Alecsandro, que bateu forte, de primeira, no alto, e surpreendeu o goleiro Fábio Costa, que saía do gol e nada pode fazer.

O gol acordou o Santos. A torcida rubro-negra ainda comemorava quando, aos 18min, Alex subiu mais alto depois de cruzamento da direita e, de cabeça, colocou no canto direito de Juninho, empatando a partida.

Aos 20min, o Vitória perdeu Dudu Cearense: ele acabara de receber cartão amarelo quando cometeu falta violenta e foi expulso. O Santos não deu tempo para a equipe baiana se rearmar já que, no minuto seguinte, virou o placar. Léo avançou pela esquerda e rolou para o meio. Elano fez o primeiro corta-luz, Alex fez o segundo e Jerri bateu rasteiro no canto esquerdo, marcando um golaço.

Perdendo por 2 a 1 e com um jogador a menos, o Vitória parou de preocupar Fábio Costa. Já o Santos aproveitou e marcou o terceiro aos 38min. Jerri avançou pelo meio-campo e enfiou grande bola para Robinho, que cruzou rasteiro. Fabiano entrou de carrinho e completou a vitória santista.