Em 1961, Santos conquista de forma incontestável o bicampeonato Paulista

Em pé: Calvet, Zito, Dalmo, Jorge , Mauro e Lalá; Agachados: Sormani, Mengálvio, Coutinho, Dorval e Pepe. Foto do site do Milton Neves.



















Em 1961 o Santos continuava sua rotina de excursões pelo mundo afora. Não seria exagero chamar esta série de apresentações no exterior de turnê, uma vez que o Santos invariavelmente dava verdadeiros espetáculos ao público presente. A turnê da máquina santista começou pela América Central e depois chegou ao México, onde o Santos conquistou o Torneio Pentagonal de Guadalajara. Depois o Peixe foi novamente até a Europa onde conquistou o Bicampeonato do Torneio Internacional de Paris e o Torneio Itália.

No retorno ao Brasil o Santos teve um início de Campeonato Paulista “ruim”, empatando com Portuguesa Santista e Taubaté, ambos por 0x0. Ok, falar que foi ruim é exigir demais daquele time fantástico, então sejamos mais justos: o Santos foi campeão do 1º Turno invicto, vencendo treze jogos e empatando dois. Dessas treze vitórias, oito foram de goleada, com destaque para os 5×1 no Corinthians, 6×3 no São Paulo e 6×1 na Portuguesa de Desportos. O pobre moleque travesso levou 10×1 na Vila Belmiro e por aí vai… Dos chamados “grandes”, apenas o Palmeiras não foi humilhado, perdendo por modestos 2×1.

Na primeira partida do segundo turno o Santos perdeu sua invencibilidade para o Jabaquara em plena Vila Belmiro por 2×1. Depois engatou mais uma seqüência de mais oito vitórias seguidas até conhecer a segunda e última derrota para o Palmeiras por 3×2, que se tornaria o vice campeão mais tarde. A verdade é que apenas o time de Palestra Itália seria capaz de enfrentar o Santos naquele campeonato, mesmo o Santos sendo muito superior.

O título pode ser comemorado por antecipação na penúltima rodada, após o Santos massacrar a Ferroviária por 6×2 na Vila. O jogo das faixas foi contra o São Paulo, que levou de 4×1 na Vila Belmiro. O tricolor paulista que terminou em terceiro lugar levou “apenas” 10 gols do Santos (6×3 e 4×1), tamanha era a discrepância entre o Santos e as demais equipes, exceção seja feita aos palestrinos. Vale lembrar que na áurea década de 60, o Santos Fc conquistou nada menos do que oito campeonatos paulistas, sendo barrado por duas oportunidades pelo Palmeiras. Se não fosse o alviverde imponente botar água no chopp do alvinegro da Vila Belmiro em 1963 e 1966, teríamos alcançado a espetacular marca de dez títulos consecutivos. Uma monotonia!

O título de campeão paulista de 1961 qualificou o Santos a disputar a Taça Brasil com os campeões estaduais de outros estados, e foi este título que qualificou o Peixe para a disputa da Taça Libertadores de 1962.

Números da conquista:
Outros números da impressionante campanha santista: das 25 vitórias, 17 foram por goleada. O Peixe marcou apenas 113 gols nos 30 jogos, alcançando uma fantástica média de 3,7 gols por partida. Pelé foi o artilheiro do campeonato com 47 gols, marcando 41% dos gols do Santos. Dos quatro maiores artilheiros do Paulistão 1961, três eram do Santos: Pelé com 47 gols, Pepe com 24 e Coutinho com 20.

Elenco:

Clique aqui e conheça o elenco que conquistou o Campeonato Paulista de 1961.

Artilheiro do Campeonato:

47 gols – Pelé (Santos FC)

Artilheiros do Santos FC:
Nota: Ainda me faltam duas fichas técnicas para contabilizar essa avalanche de gols!

Campanha:

#
Data
Ficha Técnica
Local
Vídeo
1º Turno
1 09/07/1961 Santos 1 x 0 Comercial Vila Belmiro
N/D
2 16/07/1961 Port. Santista 0 x 0 Santos Ulrico Mursa
N/D
3 23/07/1961 Taubaté 0 x 0 Santos Municipal
N/D
4 30/07/1961 Santos 2 x 1 Palmeiras Vila Belmiro
N/D
5 06/08/1961 Santos 4 x 0 Jabaquara Vila Belmiro
N/D
6 09/08/1961 Santos 3 x 1 Guarani Vila Belmiro
N/D
7 13/08/1961 Noroeste 1 x 7 Santos Alfredão
N/D
8 16/08/1961 Corinthians 1 x 5 Santos Pacaembu
N/D
9 19/08/1961 Santos 6 x 1 XV Piracicaba Vila Belmiro
N/D
10 03/09/1961 São Paulo 3 x 6 Santos Morumbi
11 06/09/1961 Santos 10 x 1 Juventus Vila Belmiro
N/D
12 10/09/1961 Botafogo 0 x 3 Santos Santa Cruz
N/D
13 13/09/1961 Santos 5 x 1 Esportiva Vila Belmiro
N/D
14 17/09/1961 Santos 6 x 1 Portuguesa Vila Belmiro
15 24/09/1961 Ferroviária 0 x 1 Santos Fonte Luminosa
N/D
2º Turno
16 11/10/1961 Jabaquara 2 x 1 Santos Vila Belmiro
N/D
17 15/10/1961 Santos 4 x 1 Botafogo Vila Belmiro
18 18/10/1961 Santos 5 x 2 Port. Santista Vila Belmiro
N/D
19 22/10/1961 Guarani 1 x 2 Santos Brinco de Ouro
N/D
20 28/10/1961 Portuguesa 1 x 3 Santos Canindé
N/D
21 01/11/1961 Juventus 1 x 3 Santos Pacaembu
N/D
22 04/11/1961 Santos 4 x 2 Taubaté Vila Belmiro
N/D
23 08/11/1961 Esportiva 0 x 4 Santos Belarmino D.Nero
N/D
24 26/11/1961 Comercial 1 x 4 Santos Palma Travassos
N/D
25 29/11/1961 Palmeiras 3 x 2 Santos Pacaembu
26 03/12/1961 Santos 1 x 1 Corinthians Vila Belmiro
N/D
27 06/12/1961 Santos 4 x 2 Noroeste Vila Belmiro
N/D
28 10/12/1961 XV Piracicaba 2 x 7 Santos Robertão
29 13/12/1961 Santos 6 X 2 Ferroviária Vila Belmiro
30 16/12/1961 Santos 4 x 1 São Paulo Vila Belmiro
N/D


Classificação Final
   
PG
J
V
E
D
GP
GC
SG
%
1 Santos
53
30
25
3
2
113
33
80
88.3
2 Palmeiras
50
30
22
6
2
82
29
53
83.3
3 São Paulo
41
30
18
5
7
73
40
33
68.3
4 Portuguesa
40
30
19
2
9
77
56
21
66.7
5 Ferroviária
38
30
15
8
7
65
45
20
63.3
6 Guarani
33
30
15
3
12
53
42
11
55
7 Corinthians
33
30
12
9
9
49
48
1
55
8 Botafogo
27
30
10
7
13
38
57
-19
45
9 Comercial RP
26
30
10
6
14
38
45
-7
43.3
10 Esportiva
24
30
10
4
16
43
64
-21
40
11 XV de Piracicaba
24
30
9
6
15
49
71
-22
40
12 Juventus
21
30
10
1
19
35
74
-39
35
13 Taubaté
20
30
7
6
17
39
62
-23
33.3
14 Noroeste
19
30
6
7
17
50
74
-24
31.7
15 Jabaquara
19
30
8
3
19
43
69
-26
31.7
16 Port. Santista
12
30
5
2
23
31
69
-38
20

Obs.: A Portuguesa Santista foi rebaixada para 2ª divisão.

Galeria de fotos:

Créditos:
Imagens: TV Tupi e TV Cultura
Fichas técnicas: Federação Paulista de Futebol (FPF).
Fontes: Livros “Time dos Sonhos” de Odir Cunha e “Santos: um time dos céus” de Roberto Torero e Marcus Aurelius Pimenta.