Santos 4 x 2 Grêmio

Data: 08/07/2012, domingo, 16h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 8ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 9.402 pagantes
Renda: R$ 224.775,00
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)
Auxiliares: José Wanderlei da Silva e Clóvis Amaral da Silva (ambos de PE).
Cartões amarelos: Tony, Souza, Kléber (G).
Gols: Edu Dracena, (26-1) e Felipe Anderson (38-1); Neymar (17-2), Felipe Anderson (24-2), Vilson (32-2) e Marquinhos (47-2).

SANTOS
Rafael; Bruno Peres, Edu Dracena (Bruno Rodrigo), Durval e Juan; Adriano, Arouca, Henrique e Felipe Anderson (Éwerthon Páscoa); Victor Andrade (Geuvânio) e Neymar.
Técnico: Muricy Ramalho

GRÊMIO
Marcelo Grohe; Vilson, Werley e Gilberto Silva; Tony (Gabriel), Fernando, Souza (Marquinhos), Marco Antônio (Marcelo Moreno) e Zé Roberto; Kleber.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo



Santos faz 4 a 2 no Grêmio e consegue a primeira vitória no Brasileirão

Time de Muricy Ramalho chegou a abrir quatro gols de vantagem e deixou a zona de rebaixamento

Se ainda não havia vencido no Brasileirão, o Santos quebrou a escrita com muitos gols. Neste domingo, na Vila Belmiro, fez 4 a 2 no Grêmio. Edu Dracena abriu o placar aos 27 minutos de jogo. Felipe Anderson ampliou aos 38. Neymar marcou o 3º aos 16 do segundo tempo e Felipe Anderson, aos 24, completou o placar. Vilson e Marquinhos ainda descontaram para os gaúchos, aos 32 e aos 47 minutos da etapa final

O primeiro tempo não foi de empolgar muito. Até os 20 minutos, nada aconteceu. Foi quando Neymar teve um gol corretamente anulado. O Santos acabou mostrando uma eficiência incrível. Dois chutes e dois gols. O Grêmio foi para o intervalo com uma produção quase nula. O goleiro Rafael só sujou as luvas para espantar uma bola levantada por Fernando para a área.

O Santos foi mais contundente na segunda etapa. Pressionou e construiu a goleada. Abriu 4 a 0 com facilidade. Ao Grêmio só restou fazer um gol de honra com Vilson. Marquinhos, já nos acréscimos, ainda marcou o segundo.

Os paulistas chegam a 9 pontos e deixam a zona de rebaixamento. O Grêmio fica com 12, fora do G4. Os dois times voltam a campo no domingo, 16h. O Santos visitará o Inter. O Grêmio, também fora de casa, enfrentará o Cruzeiro.

O jogo

O primeiro bom lance de ataque foi um gol – anulado. Aos 20 minutos, Neymar recebeu cruzamento e completou para o gol. Porém, estava impedido. Aos 23, a arbitragem poderia ter marcado um pênalti para o Santos quando Gilberto Silva empurrou o zagueiro Edu Dracena.

O gol do Santos veio aos 27. Cobrança de escanteio, Neymar dividiu com a zaga e a bola sobrou para Edu Dracena, que conseguiu empurrar para o gol. 1 a 0. O Grêmio reclamou de falta do atacante na origem do lance. Poderia ter sido marcada uma ‘carga’ de Neymar.

Os gaúchos só foram assustar aos 34 minutos. Fernando cobrou falta, a bola passou por todo mundo, e Rafael soqueou para afastar o perigo. Quatro minutos depois veio o segundo gol do Santos: Felipe Anderson acertou belo giro da entrada da área. Bola no ângulo do goleiro Marcelo. 2 a 0.

Mais um lance polêmico no primeiro minuto do segundo tempo.Após a cobrança de escanteio a bola ia entrando no gol do Santos quando Felipe Anderson salvou. Mesmo na repetição do lance ficou difícil definir se a bola entrou. Aos 16, o Santos não teve dúvida: a cobrança de escanteio achou a cabeça de Neymar: 3 a 0.

O Santos caracterizou a goleada aos 24 minutos. Felipe Anderson cobrou falta sem ângulo, a bola desviou em Marcelo Moreno e traiu o goleiro Marcelo Grohe. 4 a 0. O Grêmio conseguiu diminuir a vantagem aos 32. Após cobrança de falta, a bola sobrou livre para o zagueiro Vilson fazer o gol de honra. Aos 42, Kleber deu um toque no ângulo, Rafael deu um tapinha e a bola ainda tocou na trave. Marquinhos ainda fez o 2º gol do grêmio aos 47 minutos.

Após críticas, Muricy elogia Felipe Anderson e pede regularidade

Técnico do Santos diz que jovem repetiu atuações de jogos com a seleção brasileira, mas usa craque como comparação e avisa: “Neymar é Neymar porque joga sempre bem”

O técnico Muricy Ramalho teve dois motivos para comemorar após o jogo deste domingo na Vila Belmiro: a vitória (4 a 2 no Grêmio), a primeira do Santos no Campeonato Brasileiro, e a boa atuação do meia Felipe Anderson, mas que foi bastante criticado em outras partidas. O jovem é um dos candidatos a substituir Ganso, isso caso o camisa 10 não cumpra o contrato e saia do time alvinegro.

Depois ter se sagrado campeão de um torneio quadrangular com a seleção brasileira Sub-20 na Argentina, Felipe Anderson finalmente jogou como Muricy pedia que ele fizesse no Santos. Marcou dois gols e cobrou os escanteios dos outros dois, feitos por Edu Dracena e Neymar.

“Todo mundo fala que ele (Muricy) me cobra muito e acho que hoje (domingo), graças a Deus, eu consegui jogar como o professor quer”, disse Felipe Anderson, que tem apenas 19 anos e veio da base santista. “Agora vou continuar trabalhando para aproveitar as oportunidades.”

Confira ainda: Santos faz 4 a 2 no Grêmio e consegue a primeira vitória no Brasileirão

Muricy disse que só cobra muito de Felipe Anderson porque vê nele potencial para ser um grande jogador. “Já na seleção brasileira no torneio da Argentina, ele tinha jogado bem. Felipe tem de jogar sempre como jogou hoje (domingo). Só de vez em quando não adianta. Neymar é Neymar porque joga sempre bem”, disse o treinador.

Apesar de ter elogiado o comportamento do time na vitória por 4 a 2, Muricy disse que vai pedir reforços de ponta para a diretoria, porque o cenário atual não é o ideal. “Perdemos vários jogadores e fui obrigado a lançar os meninos. Eles ainda não estão prontos e o Campeonato Brasileiro é muito pesado”, afirmou.

O treinador também confirmou que decidiu antecipar a renovação de contrato com o Santos. “Estou contente aqui e não sou de jogar a toalha”, afirmou Muricy, referindo-se a eliminação santista diante do Corinthians nas semifinais da Libertadores.

Muricy não interfere na situação de Ganso, mas espera que siga no Santos

Apesar da primeira vitória, treinador não vê o time em condições de brigar pelo título do Brasileirão

Sem acordo para a renovação de contrato, o meia Paulo Henrique Ganso pode deixar o Santos. O técnico Muricy Ramalho disse que não vai interferir nessa situação, mas espera seguir contando com o jogador.

“Não me meto nas coisas das pessoas sou técnico do time, treino os jogadores. Ganso foi um caso que nós fizemos ele trabalhar, estamos cuidando pra seleção. Problema dele é ele vir e falar. Tomara que ele vá pra Olimpíada e volte jogador do Santos”, disse.

O treinador também não se empolgou muito coma primeira vitória no Brasileirão. O Santos derrotou o Grêmio por 4 a 2, na Vila Belmiro.

“Com esse cenário, não. Tem que mudar o cenário. Vamos perder nossos principais jogadores. Faltam muitos jogadores. Estamos lançando jogadores em momentos que não deveríamos. Eles não estão prontos ainda. A diretoria sabe disso”, respondeu sobre a s chances de brigar pelo título.

Com 8 pontos, o Santos deixou a zona de rebaixamento. Porém, está 10 pontos atrás do líder Fluminense. No próximo domingo será a vez de visitar o Internacional, em Porto Alegre.