Santos 1 x 2 Catanduvense

Data: 26/02/1989, domingo, 16h00.
Competição: Campeonato Paulista – Grupo 2 – 1º turno – 2ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 4.157 pagantes
Renda: NCz$ 8.936,00
Árbitro: Joel Teixeira Caires
Gols: Sócrates (32-1); Paulo Sérgio (01-2) e Márcio (32-2).

SANTOS
Ferreira; Heraldo, Nildo, Davi e Wladimir; César Sampaio, Axel (César Ferreira) e Sócrates; Miraglia (Leonardo Manzi), Júnior e Tuíco.
Técnico: Raul Pratalli

CATANDUVENSE
Raul; Eduardo, Pedro Paulo, Paulo Sérgio e Flavinho; Zé Roberto, Aguinaldo e Mastrilho; Carlyto (Ederlei), Brandão (Márcio) e Mirandinha.
Técnico: Antonio Leone



De virada, Catanduvense leva o Santos ao seu primeiro vexame

Revoltado com a derrota, foi decretada pelo presidente Miguel Assad o fim da embrionária “Democracia Santista”. A partir de agora todos jogadores terão de se concentrar na véspera das partidas, até os casados.

Torcedores tentaram invadir os vestiários e agrediram com pedradas o volante César Sampaio.

O vice-presidente de futebol, Paulo Ferreira entregou o cargo. Disse haver “elementos (não citou nomes) que já passaram por aqui” que fazem pressão para desestabilizar o ambiente do clube. Foi substituído por Walter Buontempi.

Fontes:
Jornal Folha de SP
– Estadão