Goleiros:
Rodolfo Rodríguez
Marolla
Silas
Nilton


Laterais:
Chiquinho
Toninho Oliveira
Gilberto Sorriso
Paulo Róbson
Jaime Boni
Paulo Roberto


Zagueiros:
Márcio Rossini
Toninho Carlos
Fernando
Davi
Pedro Paulo


Meio-campistas:
Dema
Humberto
Mário Sérgio
Lino
Gilberto Costa
Mazinho Oliveira
Paulo Leme
Enéas


Atacantes:
Lima
Zé Sérgio
Formiga
Gersinho
Ataliba
César
Gallo


Técnico:
Carlos Castilho



Santos Futebol Clube

– Presidente: Milton Teixeira (1984-1986)
– Patrocínio: Neutrox
– Fornecedor: Adidas

Elenco:

G – Rodolfo Sergio Rodríguez y Rodríguez
G – Fiordemundo Marolla Júnior
G – Silas Carrere
G – Nilton Orlando da Costa

LD – Francisco da Silva Júnior (Chiquinho)
LD, LE – Antônio de Oliveira Filho (Toninho Oliveira)
LE – Gilberto Ferreira da Silva (Gilberto Sorriso)
LE – Paulo Róbson Góis da Silva
LE – Jaime Boni
LD – Paulo Roberto Curtis Costa

ZC – Márcio Antônio Rossini
QZ – Antônio Carlos Correia (Toninho Carlos)
ZC – Fernando César de Matos
QZ – Davi Cortes da Silva
QZ – Pedro Paulo Veríssimo

MV – Valdemar Barbosa (Dema)
MV, MC – Carlos Humberto Suzigan
MC – Mário Sérgio Rodrigues
MC – Joselino Martins de Jesus (Lino)
MV – Gilberto da Costa
MC – Paulo Leme
MC, A – Waldemar Aureliano de Oliveira Filho (Mazinho Oliveira)
M – Enéas

CA – Adesvaldo José de Lima
PE – José Sérgio Presti (Zé Sérgio)
PD, CA – José Maria do Carmo (Formiga)
PD e C – Gérson Luís de Santana (Gersinho)
PD, CA – Édson Ataliba Cândido
PE – César
CA – Ricardo Gallo Ramalho

T – Carlos José Castilho

Comissão Técnica: Gilberto Sorriso (Auxiliar técnico), César Franco de Morais (Preparador físico), Luís Yanagui (Médico)



Quem chegou: Marolla (G, Colorado-PR), Jaime Boni (LE, Santo André), César (PE, Goytacaz), Paulo Roberto (LD, São Paulo), Gallo (CA, Corinthians).

Quem saiu: Serginho Chulapa (CA, Corinthians), Paulo Isidoro (PL, Atlético-MG), Ronaldo Marques (A, Bahia), Paulo Leme (MC, Operário-MS), Gérson (CA, Guarani), Betão (LD, Sport Recife).

Time-base: Marolla (Silas); Chiquinho (Paulo Roberto), Márcio Rossini, Toninho Carlos e Toninho Oliveira (Jaime Bôni); Dema, Lino, Humberto e Mário Sérgio (Formiga); Lima e Zé Sérgio.





Reformulação do elenco

Sufocado pelas dívidas, o atual campeão paulista inicia a temporada de 85 procurando substitutos para seus melhores jogadores que tiveram que ser negociados

Campeão Paulista da temporada passada, o Santos precisou negociar os passes de dois de seus principais jogadores, Paulo Isidoro e Serginho Chulapa, com Atlético-MG e Corinthians, respectivamente. Ambos foram postos à venda pois figuravam entre os maiores salários e o clube invariavelmente se via impossibilitado de cobrir a folha de pagamento.

Formiga e Lima entraram nas transações de Isidoro e Serginho, enquanto que Jaime Boni (Santo André) e César (Goytacaz) chegam por empréstimo. No caso de Serginho, além da quantia de Cr$ 500 milhões, o Corinthians emprestou Lima e quitou a dívida de Cr$ 190 milhões que o Santos tinha, referente à compra de Ataliba.

Ao perder Paulo Isidoro e Serginho Chulapa, sobretudo este último, o Santos pouca coisa terá de especial a oferecer ao seus torcedores. Se já não bastasse a ausência desses dois jogadores, a grande estrela da equipe, Rodolfo Rodríguez, será cedida a seleção uruguaia que disputará as eliminatórias da Copa do Mundo de 1986 até março ou abril, e com isso ficará fora da primeira etapa da Taça de Ouro.

Cabe ao técnico Carlos Castilho a árdua tarefa de recompor o time, contando com um elenco de 24 jogadores para o início da disputa da Taça de Ouro. Castilho deve manter o mesmo esquema tático que levou o clube ao título estadual, mantendo um quadrado de meio-campo sob o incansável comando de Dema e Humberto e com apenas dois atacantes (Lima e Zé Sérgio). O banco de reservas abrigará alguns jovens talentos promovidos recentemente da equipe de juniores.

Curiosidades:

– Em 11/03 o lateral esquerdo Gilberto Sorriso aceitou o convite do técnico Castilho para ser o novo auxiliar técnico da equipe.

– Em 01/04, Atendendo a um pedido da Rede Record no Dia da Mentira, o vice-presidente do Santos, Cássio Nogueira, anuncia a contratação do jogador Zico, da Udinese.