Data: 24/01/1996 – 21h00
Competição: Torneio de Verão (Quadrangular) – Final
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público e renda: N/D
Árbitro: Léo Feldman
Cartões amarelos: Edinho, Sandro, Marcos Paulo, Gallo e Giovanni (S); Bernardo, Júlio César e Marcelinho Carioca (C).
Cartão vermelho: Gláuber (C).
Gols: Giovanni (09-1), Kennedy (18-1), Jorginho (28-1) e Camanducaia (21-2).

SANTOS
Edinho; Marcos Adriano, Ronaldo, Sandro e Marcos Paulo (Jean); Gallo, Carlinhos (Cerezo), Giovanni (Kiko) e Kennedy; Camanducaia (Welliton) e Marcelo Passos (Arthur).
Técnico: Candinho.

CORINTHIANS
Ronaldo; Henrique, Célio Silva e Silvinho (Luciano); Bernardo (Marcelinho Paulista), Júlio César, Leônidas (Gláuber) e João Paulo (Silva); Marcelinho Carioca (Sandro), Mazinho Loyola e Jorginho.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.



Santos vence Corinthians com facilidade e conquista o Torneio de Verão

Santos e Corinthians partiram para a decisão do Torneio de Verão em condições iguais. Ambos haviam se classificado após as cobranças de penaltis. Logo aos primeiros minutos o público presente teve a amostra do que Giovanni e companhia poderiam proporcionar naquela noite.

Aos 9 minutos de partida o Santos abriu o marcador em grande jogada individual do meio-campista santista Giovanni, que acertou o ângulo esquerdo do goleiro Ronaldo sem chances de defesa. Mais um belo gol do cobiçado camisa 10 santista que arrancou aplausos dos torcedores na Vil Belmiro.

A equipe treinada por Candinho mostrava um surpreendente entrosamento para o início da temporada. Aos 18 minutos, após uma bela triangulação do ataque santista, o africano Kennedy, fez outro belo gol.

Com dois gols de vantagem o Santos acomodou-se e deu espaço ao time corintiano. Resultado: os corintianos diminuiram para 2×1, gol de Jorginho aos 38 minutos o primeiro tempo.

No entanto, o gol corintiano foi incapaz de intimidar o time santista. Pelo contrário, acordou a equipe da baixada que controlou as ações do jogo até o final. Com um toque de bola refinado, o Santos envolveu o Corinthians e chegou facilmente ao terceiro gol, de Camanducaia, que garantiu o título de campeão do Torneio de Verão.

Fonte: Revista Jovem Santos, ano I, nº 2.