Vídeos: (1) Gols e (2) melhores momentos.

Coritiba 1 x 2 Santos

Data: 16/09/2012, domingo, 16h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 25ª rodada
Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba, PR.
Público: 22.389 pessoas, sendo 20.274 pagantes.
Renda: R$ 494.086,00
Árbitro: Ronan Marques da Rosa (SC).
Auxiliares: Rodrigo Pereira Joia e Rodrigo Henrique Correa (ambos do RJ).
Cartões amarelos: Escudero (C); Douglas, Neymar e Gérson Magrão (S).
Gols: Deivid (09-1); Neymar (25-2) e Neymar (37-2).

CORITIBA
Vanderlei; Ayrton, Escudero, Demerson e Eltinho; Willian, Gil, Lincoln (Ruidíaz) e Everton Ribeiro (Marcel); Robinho (Éverton Costa) e Deivid.
Técnico: Marquinhos Santos

SANTOS
Rafael; Bruno Peres (Douglas), Bruno Rodrigo, David Braz e Juan; Ewerton Páscoa (Bernardo), Arouca, Gérson Magrão e Patito Rodríguez; Neymar e André (Bill).
Técnico: Muricy Ramalho



Neymar brilha com dois gols e Santos vira sobre o Coritiba no Couto

Astro santista definiu a partida no segundo tempo, com direito a um golaço passando pelo meio da zaga do time paranaense

De virada e com dois gols de Neymar, com boa atuação na segunda etapa, o Santos bateu o Coritiba por 2 a 1 em duelo direto no Couto Pereira, subindo na classificação do Campeonato Brasileiro. Com 33 pontos, o Peixe já foca o G10, enquanto o Coritiba, com 28 pontos, volta a se preocupar com as proximidades da zona de rebaixamento.

O Alviverde saiu na frete com gol de Deivid, aos nove minutos, aproveitando cobrança de falta para aparecer na área e desviar para as redes. Na segunda etapa, Neymar resolveu sozinho, aos 25 minutos, deixando defesa e goleiro para trás para deixar tudo igual com um golaço no Alto da Glória. Aproveitando rebote, Neymar fechou a contagem, aos 37 minutos.

Na próxima rodada, o Coritiba vai ao Recife, no domingo, quando enfrenta o Sport, na Ilha do Retiro. Já o Santos encara a Portuguesa, sábado, em partida marcada para o Estádio do Canindé, em São Paulo.

O jogo

Com uma tarde ensolarada e mais de 30°C de temperatura, as equipes começaram a partida em ritmo lento, apenas se estudando. Aos poucos a equipe da casa tentava impor seu ritmo, mas sem conseguir penetração na defesa paulista. Aos cinco minutos, Vanderlei quase entregou ouro na saída de bola, mas se recuperou no lance. O Coxa começou a apertar e, aos nove minutos, Ayrton cobrou falta e Deivid apareceu para testar para o fundo das redes.

O Peixe errava muitos passes e o time paranaense aproveitava para crescer na partida. Aos 16 minutos, Lincoln abriu espaço e bateu para boa defesa de Rafael, que espalmou pela linha de fundo. Aos 18 minutos, Robinho ganhou da defesa santista e obrigou o goleiro a deixar a meta para interceptar. Na resposta, Patito Rodrigues fez a jogada, lançou André e Demerson apareceu para cortar.

O Santos adiantou a marcação e equilibrou as ações em busca do empate. Aos 24 minutos, Neymar cobrou falta na área e Vanderlei saiu para segurar. Patito Rodrigues mandou um petardo de fora da área, aos 35 minutos, e obrigou Vanderlei a fazer grande defesa. O goleiro coxa-branca operou um milagre aos 40 minutos, após cabeçada de Neymar, à queima-roupa.

Depois do intervalo, as equipes voltaram sem modificações. Aos três minutos, Robinho recebeu lançamento e bateu na saída de Rafael, para fora. Outra grande oportunidade para o Coritiba foi criada aos cinco minutos, com Éverton Ribeiro, que dentro da are chutou em cima do goleiro santista. Deivid, a seu estilo, desperdiçou lance inacreditável, aos seis minutos, desviando com liberdade, de frente pra o gol, para fora.

Bernardo, que havia acabado de entrar, cobrou falta na cabeça de Bruno Rodrigues que, aos 10 minutos, desviou por cima da meta. O Alviverde respondeu na mesma moeda, com Escudero testando desequilibrado, pela linha de fundo. Lesionado, Bruno Peres deixou o gramado para a entrada de Douglas. Aos 23 minutos, confusão na área coxa-branca, a bola sobrou para André tocar de voleio para fora.

O Santos chegou ao empate aos 25 minutos, com um golaço de Neymar, que fez fila na defesa, tirou o goleiro Vanderlei da jogada e tocou de mansinho para o fundo das redes, silenciando o Alto da Glória. Aos 31 minutos, Patito Rodriguez fez o levantamento e Neymar cabeceou para fora. A virada veio aos 36 minutos, novamente com Neymar, que pegou rebote após chute de Patito e empurrou par ao gol. O resultado confirma a recuperação do Peixe e interrompe a boa sequência do Coxa.

Bastidores – Santos TV:

Muricy lamenta arbitragem muito rigorosa e vaias “chatas” a Neymar

Atacante fez os dois gols do Santos na vitória sobre o Coritiba, mas recebeu cartão amarelo após comemoração exaltada no segundo

Depois da vitória sobre o Coritiba, por 2 a 1, em Curitiba, na tarde deste domingo, pelo Campeonato Brasileiro, o técnico do Santos, Muricy Ramalho, lamentou o “chato” comportamento da arbitragem e torcida com relação a Neymar. De acordo com o treinador, estes fatores podem prejudicá-lo na Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil.

“Ele só foi festejar, algo que é. É bom senso. O futebol tem poucos jogadores como o Neymar, que traz o público aos estádios. Então fico chateado porque não podemos fazer mais nada. Nos puniram mais uma vez”, explicou Muricy, referindo-se ao cartão amarelo aplicado a Neymar, após a comemoração “exaltada” no segundo gol santista.

Neymar, que chegou a três cartões amarelos e terá que cumprir suspensão automática, não poderá enfrentar a Portuguesa, no próximo final de semana. A jovem estrela foi o destaque alvinegro contra o Coxa, marcando os dois gols, sendo o primeiro um golaço, na virada do Peixe, sendo muito vaiado pelos torcedores locais.

“Ele é o maior jogador do país. Nós estamos desvalorizando demais este garoto. Ele não está caindo mais, mas está sofrendo falta todo o tempo. Este negócio de pegar no pé do jogador está muito chatinho. Nós temos que ver o que estamos querendo. Ele é o único que está dando show, e estão destruindo ele. Ele é a aposta do Mundial. Ele é diferente”, explicou o comandante.

Muricy Ramalho praticamente descarta vaga no G-4: “Está difícil”

Após vitória por 2 a 1 sobre o Coritiba de virada, Santos é o décimo colocado no Brasileiro

Nem mesmo a vitória sobre o Coritiba, fora de casa, na tarde deste domingo, foi o suficiente para que o técnico do Santos, Muricy Ramalho, mudasse de opinião em relação às chances que o time tem de se classificar à próxima Copa Libertadores da América. O time é o décimo colocado no Brasileiro.

“Sonhar, nós podemos até sonhar, mas está muito difícil. Estamos perdendo jogadores toda hora, então eu acho improvável. Os times que estão lá na frente têm planteis melhores e estão jogando bem”, analisou o treinador do Peixe, em entrevista à TV Bandeirantes .

Nos próximos dias, Muricy Ramalho deverá ter mais desfalques. Isto porque o meia Ganso já estaria fechado com o rival São Paulo. O comandante alvinegro voltou a falar sobre a novela envolvendo o camisa 10 santista, mas não quis dar mais informações sobre a negociação.

“Por enquanto, não tem nada. Todo mundo falou que já está certo, mas não está. Eu estou lá dentro do clube e posso dizer isto. No entanto, a chance existe”, finalizou Muricy.