Matonense 4 x 5 Santos

Data: 07/04/2001, sábado, 16h00.
Competição: Campeonato Paulista
Local: Estádio Hudson Buck Ferreira, em Matão, SP.
Público e renda: Não divulgados
Cartões amarelos: Careca, Aílton e Guará (M); André Luís, Russo, Pereira e Paulo Almeida (S).
Gols: Deivid (20-1), Deivid (36-1), Robert (46-1); Caio (03-2), Paloma aos (11-2), Marcelinho (13-2); Careca (17-2), Careca (20-2) e Renato (38-2).

MATONENSE
Washington; Wilson Goiano (Cafu), Lê, Jairo e Piá Carioca; Marcelinho, Guará, Lima (Aílton) e Silvinho; Careca e Paloma.
Técnico: Fito Neves

SANTOS
Fábio Costa; Russo, André Luis, Pereira e Léo; Paulo Almeida, Rincón, Renato e Robert (Dodô); Deivid e Caio (Marcelo Silva).
Técnico: Geninho



Santos faz 4 a 0, cede empate, mas ganha no fim

O Santos foi a Matão na tarde deste sábado e, em partida emocionante, derrotou a equipe da casa por 5 a 4. O Peixe chegou a abrir 4 a 0, mas a Matonense reagiu e, até os minutos finais, as equipe empatavam em quatro gols. Só aos 38 minutos que Renato marcou o gol decisivo. Apesar de ter uma partida a mais que a maioria dos adversários, o time da Vila Belmiro figura entre os quatro primeiros na tabela de classificação.

O primeiro tempo foi amplamente dominado pelo Peixe, que quase marcou com Robert, em cobrança de escanteio, com Léo, em chute de fora da área, e com Caio, que após receber lançamento de Deivid chutou por cima do gol Washington.

O primeiro gol da partida aconteceu aos 20 minutos. Deivid cobrou pênalti e, após a defesa do goleiro Washington, o próprio Deivid pegou o rebote e driblou o goleiro antes de marcar.

O segundo gol do Peixe também foi de Deivid. Aos 36 minutos, o atacante acertou um belo chute da entrada da área e fez 2 a 0. Com dois gols de vantagem, o time da baixada dominava o jogo completamente. O terceiro gol santista aconteceu ainda no primeiro tempo, nos acréscimos. Após chute de Deivid e defesa de Washington, Robert pegou o rebote e fez.

No início do segundo tempo o Santos chegou ao quarto gol com Caio. O atacante invadiu a área e ainda driblou o goleiro Washington antes de tocar para as redes. Aos 11 minutos começou a reação da Matonense. Após um chute da esquerda de Careca, a bola desviou em Paloma e bateu nas duas traves antes de entrar.

Dois minutos depois, Marcelinho acertou um belo chute de fora da área e fez o segundo da Matonense. Aos 17 minutos, o jovem Careca ficou com a sobra de um chute de longa distância e bateu forte, no alto, para marcar. Mais três minutos e o inesperado. O mesmo Careca aproveita-se de falha da zaga do Santos e apenas completa um cruzamento da direita fazendo seu segundo e o quarto da Matonense.

O empate em 4 a 4 acordou o Santos que chegou a vitória aos 38 minutos. Após chute de Dodô e defesa de Washington, Renato apenas tocou para marcar o quinto e salvar o Peixe de um vexame.



Fontes:
– Terra Esportes
– Jornal Folha de SP – http://acervo.folha.com.br/fsp/2001/04/08/20//49588