Muricy Ramalho é demitido pelo Santos

Desgastado após maus resultados em 2013, técnico deixa a equipe depois dois anos

O Santos demitiu o técnico Muricy Ramalho na última quinta-feira. Em nota oficial emitida nesta sexta-feira, o clube informou que decidiu não seguir com o treinador após os dois primeiros jogos do Brasileirão.

Muricy assumiu o comando da equipe em abril de 2011 e este à frente do time em 150 jogos. Foram 72 vitórias, 42 empates e 36 derrotas. Neste período o Santos conquistou dois títulos paulistas, uma Libertadores e uma Recopa Sul-Americana.

Claudinei Oliveira, técnico do time sub 20 do Santos, será o responsável pela escalação do time na partida deste sábado, contra o Grêmio, na Vila Belmiro.

Na nota em que informa o desligamento do treinador, o Comitê Gestor do Santos conta que a demissão o técnico marca o início de um processo de reformulação “após um dos períodos mais vencedores da história de 101 anos do clube”.

“Com seis títulos conquistados e dois vice-campeonatos em um período de 40 meses, além da recuperação financeira que culminou, na semana passada, com a conquista da Certidão Positiva com efeitos de Negativa (Cepen), emitida pelo Ministério da Fazenda”, diz a nota.

A demissão de Muricy Ramalho não chega a ser uma surpresa. Contestado desde o início do ano por conta da não-classificação do Santos para a Libertadores, o treinador não conseguiu estabelecer um padrão de time durante o Campeonato Paulista. Com a equipe muito dependente de Neymar, não encontrou saídas e o time passou a refém de seu agora ex-jogador.

A sequência de jogos ruins motivou torcedores santistas a pedirem a demissão do técnico com a campanha “Este time não me representa” .

Ainda sem um futebol convincente, conseguiu levar a equipe para a final do Paulistão, mas não venceu nenhum jogo no mata-mata. Foram dois empates contra Palmeiras e Mogi Mirim (com vitória nos pênatis) antes da final contra o Corinthians. Na decisão, o time perdeu o jogo de ida (2 a 1) e empatou a volta (1 a 1).

O treinador ainda passou problemas sérios de saúde neste ano. Com uma diverticulite , ficou internado por uma semana no início de abril. Voltou ao trabalho debilitado e nas últimas semanas demonstrou que os problemas de saúde poderiam encurtar sua passagem pelo clube.