Goleiros:
Rodolfo Rodriguez
Nilton


Laterais:
Heraldo
Luizinho
Raul
Ijuí
Lula
Flavinho


Zagueiros:
Celso
Davi
Nildo
Cássio
   


Meio campistas:
César Sampaio
César Ferreira
Mendonça
Junior
Marco Antônio Cipó
Luvanor
Zizinho
   


Atacantes:
Edson
Tuíco
Soares
Serginho Chulapa
Arturo Sainz
Edelvan
Chicão
Musashi
 


Técnico:
Geninho



Santos Futebol Clube

– Presidentes: Manuel dos Santos Sá (1987-1988), Otávio Alves Adegas (1988) e Miguel Assad Macool Filho (1988-1989)
– Patrocinador: Suvinil e Coca-Cola
– Fornecedor: Adidas e Penalty

Elenco:

G – Rodolfo Sergio Rodríguez y Rodríguez
G – Nílton Orlando da Costa

LD – Heraldo Gonçalves da Silva
LE – José Luis de Carvalho (Luisinho)
LD – Raul Mendes da Rocha
LD – Gilberto Moacir Schubert (Ijuí)
LE – Flávio Antunes Teixeira (Flavinho)
LE – Luis Antonio de Paula (Lula)

ZC – Celso Peixoto Diniz
QZ – Davi Cortez da Silva
ZC – Ivanildo Alves de Souza (Nildo)
QZ – Cássio Adriano Vilaça
Z – José Agostinho de Souza Filho (Careca)

MV – Carlos César Sampaio Campos
MV – Carlos César Ferreira
MD – Irineu Parmegiani Júnior
ME – Mílton da Cunha Mendonça
MD – Marco Antônio da Conceição (Cipó)
MC – Luvanor Donizetti Borges
MC – Geraldo Francisco dos Santos (Zizinho)

PD – Édson Ferreira da Silva
PE – Antônio Carlos Azevedo Martins (Tuíco)
CA – José Carlos Soares
CA – Sérgio Bernardino (Serginho Chulapa)
CA – Arturo Sainz
PE – Edelvan Nascimento de Meneses
CA – Francisco Carlos Martins Vidal (Chicão)
PD – Milton Ricardo da Silva (Miltinho)
A – Musashi Mizushima
A – Gilberto Eugênio Aparecido da Silva (Giba)

T – Eugênio Machado Souto (Geninho)

Outros jogadores:

– Edu



Sonhando com o passado Santos investe pouco no futuro

Acostumado com craques, o torcedor santista conta com apenas um grande jogador na equipe: Rodolfo Rodriguez, considerado por muitos como o melhor do mundo na posição, cujo contrato vai até 19 de maio. Existem sérias dúvidas de que o Clube consiga chegar a um acordo com o uruguaio.

Sem dinheiro em caixa, o Santos se reforça como pode. Assim vieram por empréstimo os meias Luvanor (ex-Catânia-ITA) e Zizinho (ex-América-MEX); os centroavantes Arturo Sainz (ex-Central Español) e Soares (ex-Fernandópolis) e o ponta Édson (ex-Santa Cruz). Um ataque totalmente novo para apagar a péssima impressão deixada na última Copa União, quando marcou apenas 9 gols em 15 jogos.

Em abril chegaram à Vila Belmiro o lateral-direito Heraldo (ex-Coritiba), trocado por Chicão e Raul e o lateral esquerdo Lula, emprestado pelo Flamengo até o final do ano.

“Não gastamos mais do que Cz$ 8 milhões. E todos jogadores de ataque. vamos acabar com essa história de montar times retranqueiros”, revela o vice-diretor de futebol, José Rubens Marino. Para dirigir a equipe os dirigentes apostaram em um treinador jovem (e barato), o ex-goleiro Geninho. “Quero fazer do Santos um time forte no ataque. Vou sempre colocá-lo em campo jogando 4-3-3. A minha equipe jogará no ataque pois esta é a característica da maioria de nossos jogadores, especialmente os de meio-campo.”



Colaboraram: Danilo Barbosa, Edson Ste e Mário Jabaquara.