De 20/Agosto/78 a 28/Junho/79

Goleiros:
Vitor
Willians
Ricardo
Flávio
Paulinho


Laterais:
Nelsinho Baptista
Gilberto Sorriso
Fausto
Valdemir
Dé


Zagueiros:
Joãozinho
Fernando
Neto
Antônio Carlos
Bianque


Volantes:
Clodoaldo
Zé Carlos
Toninho Vieira
Carlos Roberto
Gilberto Costa


Meias:
Pita
Ailton Lira
Nélson Borges
Rubens Feijão
Zé Roberto
Cardim


Atacantes:
Juary
João Paulo
Nilton Batata
Claudinho
Célio
Lino



Técnico:
Chico Formiga



Santos Futebol Clube

– Presidente: Rubens Quintas Ovalle (1978-1981)
– Diretor de Futebol: Zito / José Rubens Marino
– Fornecedor: Rainha

Elenco:

G – Vitor de Paula Oliveira Braga
G – Willians de Jesus
G – Ricardo Barnabé Romera
G – Flávio Edmundo Martins Lima
G – Paulo Sérgio Kuslevicius (Paulinho)

LD – Nelson Baptista Júnior (Nelsinho Baptista ou Nelson)
LE – Gilberto Ferreira da Silva (Gilberto Sorriso)
LD, Z, V – Fausto Luiz Pereira Filho
LE – Valdemir do Carmo Porfírio
LD – Luciomar Campos Ferreira (Dé)

ZC – João Rosa de Souza Filho (Joãozinho)
Z, LE – Fernando Guisini Neto
QZ – Luiz Antonio Neto
QZ – Antônio Carlos Marques
Z – Carlos Bianque da Silva

MV – Clodoaldo Tavares Santana
MV – José Carlos do Nascimento (Zé Carlos)
MV – Antonio Carlos Pires Vieira (Toninho Vieira)
MV – Carlos Roberto
MV – Gilberto da Costa (Gilberto Costa)

MD – Edivaldo Oliveira Chaves (Pita)
ME – Ailton Lira Silva
MA – Nélson Borges de Freitas
MA, A – Rubens de Jesus (Rubens Feijão)
M, A – José Roberto Januário (Zé Roberto)
M – Luiz Carlos de Mello (Cardim)

CA – Juary Jorge dos Santos Filho
PE – João Paulo de Lima Filho
PD – Nilton Pinheiro da Silva (Nilton Batata)
A – Cláudio José Agnello (Claudinho)
PD – Marcelo Carlos Monteiro da Silva (Célio)
PD – Antônio Lino de Souza

– Francisco de Oliveira (Reinaldo)
Giba

T – Francisco Ferreira Aguiar (Chico Formiga)

Comissão técnica: Celso Diniz (Preparador físico), Lalá (Treinador de goleiros), Carlos Braga (Médico), Beraldo (Massagista)



Quem chegou: Dé (LD, Villa Nova-MG), Valdemir (LE, Caldense-MG), Vitor (G, Cruzeiro), Lino (PD, Vila Nova-GO)

Quem saiu: Toinzinho (PL, Fluminense).

Time-base: Vitor; Nelsinho Baptista, Joãozinho, Neto e Gilberto Sorriso; Clodoaldo (Toninho Vieira), Aílton Lira e Pita; Nílton Batata, Juary e João Paulo.

Destaques: Clodoaldo, Aílton Lira e Juary



Das cinzas, o novo Santos

Velhos craques como Zito, Formiga e Mengálvio voltam para dirigir jovens esperanças

Zito, diretor de futebol. Formiga, técnico. Mengálvio, técnico dos juvenis. Grandes nomes que tentam reerguer o passado de glórias do clube.

O propósito da nova direção é a renovação. O clube, sem dinheiro, recorre aos juvenis. E o futuro do Santos está no futebol de Juary, Pita, Joãozinho, Rubens Feijão, Fausto, Nílton Batata e outros. A maioria deles, mora na concentração, o que os torna mais unidos.

Para a defesa, o Santos trouxe dois laterais de Minas Gerais. Dé, do Vila Nova, veio para a lateral direita. Já para a esquerda, o Santos contratou Valdemir, que foi vice-campeão brasileiro pelo Atlético-MG em 77.

Os juvenis Claudinho e Toninho Vieira foram profissionalizados em janeiro de 1979.