Corinthians 3 x 1 Santos

Data: 06/04/1997, domingo
Competição: Campeonato Paulista
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo, SP.
Público: 33.422 pagantes
Renda: R$ 237.618,00
Árbitro: Oscar Roberto Godói (SP)
Cartões amarelos: Marcos Assunção (S); Rodrigo, Marcelinho e Henrique (C)
Gols: Henrique (04-1), Mirandinha (10-1) e Túlio (38-1); Baiano (23-2).

CORINTHIANS
Ronaldo; Rodrigo, Célio Silva, Henrique e André; Silvinho, Romeu, Marcelinho e Souza; Mirandinha e Túlio.
Técnico: Nelsinho Batista

SANTOS
Zetti; Ânderson, Sandro (Baiano), Ronaldão e Rogério Seves; Marcos Assunção, Narciso, Vágner (Alexandre) e Robert (Caíco); João Fumaça e Macedo.
Técnico: Wanderley Luxemburgo



Corintiano vence disputa tática com improvisação

O técnico Nelsinho Batista, do Corinthians, venceu ontem o duelo tático contra Wanderley Luxemburgo, do Santos. Ambos os treinadores tiveram que fazer improvisações no meio-campo.

A solução do treinador corintiano foi mais eficiente, o que resultou no placar de 3 a 1. O lateral-esquerdo Silvinho fez uma boa marcação e foi efetivo no apoio ao ataque.

Luxemburgo não teve o mesmo sucesso. Mostrou-se equivocada a opção pelo zagueiro Narciso, que falhou nos gols do rival. Por isso, aos 27min, o técnico colocou o volante Baiano no lugar do zagueiro Sandro, com quem havia gritado várias vezes, recuando Narciso para a zaga.

Com facilidade para penetrar na defesa do Santos, o Corinthians não teve dificuldades de chegar a 2 a 0, em dez minutos.

O zagueiro Henrique, aos 4min, e o atacante Mirandinha, aos 10min, completaram, de cabeça, cruzamentos do meia-atacante Marcelinho, que comandou as ações ofensivas da equipe.

Mesmo com o domínio territorial, o Corinthians só marcou seu terceiro gol no final do primeiro tempo, aos 38min. Numa bela jogada de todo ataque corintiano, Túlio chutou de fora da área, após receber passe de Mirandinha, sem chances para o goleiro Zetti, do Santos.

O atacante comandou outros jogadores numa coreografia: todos deitados, simulando que estavam nadando -no segundo gol, ele e Mirandinha já haviam simulado uma pescaria. As coreografias são referências aos fato de o Santos ter sede numa cidade de praia e ser conhecido como o “peixe”.

No segundo tempo, para tentar mudar o placar, Wanderley Luxemburgo substituiu o volante Vágner pelo meia Alexandre. A modificação teve êxito parcial. Deu mais agilidade ao ataque santista, mas ela se traduziu em apenas um gol. Aos 23min, após desarme de Henrique sobre Caíco, Baiano aproveitou uma sobra na área e marcou: 3 a 1.

O Corinthians, mais lento que no primeiro tempo, levou perigo apenas em contra-ataques. Porém, seus atacantes erraram nas conclusões.

Zetti fica irritado com o rival

O goleiro Zetti, do Santos, mostrou muita irritação após a vitória do Corinthians. O jogador não aprovou os comentários feitos pelo meia-atacante Marcelinho durante a semana passada.

O jogador corintiano havia afirmado que gostaria de marcar cinco gols contra o Santos, atingindo a marca de cem feitos na equipe.

“Ele deveria respeitar mais o Santos. Não foi correto fazer esses comentários”, disse o goleiro. Zetti afirmou não ter ficado chateado com os gritos de “olé” da torcida do Corinthians no final da partida. “Isso é normal.”

O zagueiro Ronaldão disse que, mesmo com a derrota, o Santos ainda acredita na classificação para a próxima fase do Paulista. “Vamos esfriar a cabeça e só pensar na classificação. Como estamos fora da Copa do Brasil, vamos apostar todas as fichas no Paulista”, afirmou.

O diretor de futebol do Santos, José Paulo Fernandes, achou a derrota “normal”. O dirigente acredita que Muller poderá fazer sua estréia na próxima quinta-feira, contra o Araçatuba.

“Vamos enviar amanhã (hoje) a primeira parcela do pagamento do passe e a fiança bancária. Aí, o Perugia envia a liberação por fax.”

Fernandes negou que o Santos vá contratar o atacante Evair, atualmente no Atlético-MG. Hoje, o time mineiro deve oficializar a dispensa do jogador. “Está praticamente descartado. Ele teve várias chances de vir no começo do ano, mas não acertou.”

Luxemburgo crê na vaga

O técnico do Santos, Wanderley Luxemburgo, disse que os dois primeiros gols do Corinthians acabaram com o seu planejamento tático. Mesmo com a derrota, Luxemburgo acha que o Santos está “no caminho certo” e espera que o time se classifique.

Pergunta – Que fatores fizeram o Santos ser derrotado?
Wanderley Luxemburgo – Perdemos para uma grande equipe. Tínhamos um planejamento tático, com o Narciso no meio-campo, que foi desfigurado com os dois gols de bola parada. Não podemos tomar gols como esses.

Pergunta – Antes do jogo você havia afirmado que esperava André como volante. A escalação de Silvinho na posição surpreendeu?
Luxemburgo – Pensei que seria o André pela sua qualidade técnica e por ele já ter executado essa função no São Paulo. Mas tudo que estava planejado para o André foi executado para o Silvinho.

Pergunta – A derrota diminuiu as chances do Santos se classificar?
Luxemburgo – Não. Estamos nas primeiras colocações de nosso grupo. Acho que o time está no caminho certo.

Nelsinho critica 2º tempo

Apesar do resultado, o técnico Nelsinho Batista ainda não está totalmente satisfeito. Segundo o treinador, “o time poderia ter jogado mais, principalmente no segundo tempo”. Apesar disso, ele garante que o time vem melhorando.

Pergunta – Como você analisa a atuação do time hoje?
Nelsinho – Tivemos um bom primeiro tempo, mas no segundo só fizemos o suficiente para manter o resultado.

Pergunta – E sobre a atuação da equipe nos últimos jogos?
Nelsinho – Estamos melhorando a cada jogo. Uma partida muito importante foi a contra o Guarani (vitória corintiana por 8 a 2). Foi a primeira vez que tivemos uma atuação boa em todos os setores. Mas ainda não atingimos o máximo.

Pergunta – E sobre a chegada do Antônio Carlos?
Nelsinho – Ele vai ser um reforço importante, pois precisamos de mais de um bom jogador para cada posição. Você pode ver por esse exemplo agora: nós perdemos o Marcelinho (terceiro amarelo) para o próximo jogo, mas temos o Donizete para voltar.

Pergunta – Foi justo o resultado de hoje?
Nelsinho – Pelo que o Corinthians jogou, foi.